Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

08
Jan19

Hambúrguer de feijão azuki

Ana Ni Ribeiro

IMG_3572.JPG

 

Confesso que só recentemente conheci o feijão azuki. É uma leguminosa pequena e vermelha, originária do Japão. A sua introdução na Europa deu-se após o século XX, depois de ter sido levado pelos emigrantes japoneses para o Brasil. É um alimento de grande riqueza nutricional, pois é rico em proteínas, fósforo, cálcio, ferro, potássio, zinco, fibras solúveis e vitaminas do complexo B. 

Para além de propriedades diuréticas, este feijão fermenta menos do que os outros.

Antes de qualquer preparação, este feijão deve ser deixado de molho durante 10 a 12 horas. Deve cozinhar-se, preferencialmente na panela de pressão, durante 30 minutos, sem sal. O sal deve ser adicionado depois da cozedura.

Onde comprar? Há à venda em hipermercados.

 

Agora que já estão apresentados ao feijão azuki, deixo-vos uma receita de hambúrgueres vegetarianos que podem ser consumidos por toda a família.

Para 4 hambúrgueres

250g de feijão azuki (demolhei 10 horas, e cozi com um pedaço de gengibre)

2 colheres de sopa de linhaça moída

6 colheres de sopa de água

50g de cajus (demolhei 2 horas)

1 taça de rúcula

pitada de sal

pimenta caiena

alho em pó

 

Misturar a linhaça com a água e reservar durante 5 minutos.

Colocar o feijão cozido e o caju num processador de alimentos. Triturar.

Juntar os restantes ingredientes e voltar a triturar.

Se a massa estiver muito mole junte um pouco mais de linhaça. Se estiver muito seca pode juntar um pouco mais de água.

Com as mãos moldar os hambúrgueres.

Aquecer uma frigideira anti-aderente e cozinhar os hambúrgueres até estarem dourados de ambos os lados.

IMG_3583.jpg

 

25
Nov18

Caçarola de puré de batata-doce, abóbora e nozes pecan

Ana Ni Ribeiro

IMG_1294.JPG

Inspirei-me nas receitas norte americanas e esta caçarola ficou deliciosa.

Fiz esta receita para o Thanksgiving (acompanhou um assado de peitos de frango com ervas aromáticas e legumes assados), mas ela é ideal para várias ocasiões. Esta caçarola de puré de batata-doce e abóbora com nozes pecan é um acompanhamento que pode fazer em dias especiais nestas estações frias.

IMG_1266.jpg

 

Ingredientes

Para o puré

3 batatas doces grandes
6 chávenas de abóbora (1 abóbora pequena)
2 colheres de sopa de azeite
1 pitada de sal marinho

pimenta preta
canela em pó
1 colher de sopa de stevia

Cobertura
1 chávena de nozes pecan
1 colher de sopa de azeite
1 colher de sopa de stevia
1 colher de sopa de geleia de coco
canela em pó
1 pitada de sal marinho

Instruções
Pré-aqueça o forno a 200ºC e forre duas assadeiras com papel vegetal, ou unte com azeite.

Corte as batatas doces a meio, e a abóbora em cubos e coloque nas assadeiras separadamente.

Regue ambas as assadeiras com o azeite, junte o sal e a pimenta. 
Assar a abóbora cerca de 15 minutos e a batata cerca de 25 minutos. Devem estar no ponto de serem facilmente esmagadas com um garfo. Retire do forno e reserve.
Diminua a temperatura do forno para 150ºC
Aqueça uma frigideira em fogo médio. Adicione nozes pecan, torre durante 5 minutos, mexendo com frequência. Se dourar muito rapidamente, diminua o lume.
Após os 5 minutos dicione o azeite, a stevia, a geleia de coco a canela e o sal. Mexa e cozinhe por mais 1-2 minutos. Retire do fogo e reserve.
Descasque as batatas doces, coloque numa tigela grande juntamente com a abóbora. Use um garfo, esmage tudo e misture bem.
Adicione outra pitada de sal, pimenta e canela em pó. Esmague mais uma vez para misturar tudo.
Transfira o puré para uma assadeira e cubra com as nozes torradas.

Adicione 1 fio de azeite, para dar sabor e tornar mais húmido (opcional).

Asse por 10-15 minutos.

Sirva!

As sobras podem ser guardada 2 ou 3 dias no frigorífico.

15
Jun18

Feito só com o que a natureza dá e nada mais

Ana Ni Ribeiro

cartaz bio.jpg

 

Tenho de partilhar convosco uma descoberta que fiz há dias: os produtos bio do E.Leclerc. Uma amiga mostrou-me o folheto e fiquei tão curiosa que fui mesmo a uma loja.

Não só não conhecia as marcas biológicas, como não sabia que a Bio Village oferece ao mercado a mais completa gama de produtos biológicos de marca própria essenciais ao dia a dia. E o mais incrível, a preços acessíveis.

 

Fala-se muito de produtos Bio, sabem o que são? De acordo com a regulamentação, os produtos biológicos têm origem em explorações agrícolas que não usam pesticidas químicos, adubos químicos ou medicamentos veterinários alopáticos para as produções animais. Por outro lado, os produtos biológicos não contêm OGM (organismos geneticamente modificados), corantes ou aromas artificiais, matérias gordas hidrogenadas, edulcorantes químicos ou intensificadores de sabor. Ou seja, simplificando: são produtos feitos com o que a natureza dá e nada mais!

 

Com mais de 320 referências de Frescos, Mercearia, Frutas e Legumes e Bebidas, além de cosméticos (da marca Bio Naia),  rigorosamente selecionados e certificados.

 

Encontrei também uma secção de produtos Bio a granel. De leguminosas, a sementes, a muesli, podemos comprar tudo na quantidade certa sem desperdício alimentar nem embalagens supérfluas.

 

Além de produtos biológicos, ainda encontramos gamas de alimentos sem glúten, com baixo teor de lactose e aptos para vegetarianos. O que vai de encontro às necessidades de pessoas intolerantes ou que escolheram uma alimentação vegetariana - e que são cada vez mais. 

 

Ainda não experimentei tudo o que comprei, mas posso dizer-vos que as lentilhas verdes, os flocos de milho sem açúcar e o tomate pelado Bio Village são óptimos. Além de fazerem bem à nossa saúde também fazem bem à nossa carteira pois estão a um preço muito em conta.

 

Voltarei em breve, há outras gamas de produtos E.Leclerc que terei de experimentar, e depois conto-vos tudo!

image2.png

 

 

unnamed.jpg

 

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Parceiros