Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

05
Mar18

9 sinais de que tem deficiência em ferro

Ana Ni Ribeiro

Cerca de 9 por cento das mulheres sofrem de uma deficiência em ferro, mas esse número é ainda maior para as mulheres fisicamente ativas, dizem os especialistas. Como pode saber se os seus níveis estão um pouco baixos? Esteja atento a estes 9 sinais de alerta.

  1. Fadiga
  2. Problemas de visão: problemas em focar
  3. Apatia
  4. Falta de ar
  5. Pele pálida
  6. Diminuição da capacidade durante esforços fisicos
  7. Unhas quebradiças
  8. Infecções frequentes
  9. Urina rosa ou vermelha
21
Fev18

Renda-se às sementes de funcho

Ana Ni Ribeiro

funcho.jpg

As sementes de funcho são usadas na medicina há mais de 4 mil anos. Ajudam na digestão e a reduzir o tão indesejado inchaço na barriga. Têm propriedades anti-inflamatórias e são ricas em antioxidantes, ferro e fibras. Podem ser um excelente aliado do fígado, uma vez que promove a eliminação de toxinas.

Se não souber como inclui-las na sua alimentação, adicione às suas saladas, mastigue-as após a refeição ou faça chá.

 

 

11
Jan18

Quinoa, o super cereal

Ana Ni Ribeiro

quinoa.jpeg

Nos últimos tempos há um cereal recorrente na minha cozinha: a quinoa. 

A quinoa é um cereal de alto valor biólogo, ou seja, possui todos os aminoácidos essenciais que o nosso corpo precisa para funcionar corretamente.Também é fonte de cálcio, ferro e ácidos gordos ômega 3 e 6. Como qualquer cereal, é muito rica em fibras, sendo portanto uma ótima fonte de hidratos de carbono para a alimentação. Além disso, a quinoa possui quantidades importantes de vitaminas do complexo B.

Por ser rica em proteínas, a quinoa ajuda no fortalecimento muscular, principalmente para quem pratica exercício físico. Ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares e redução do colesterol pelas suas quantidades significativas de ômega 3 e 6. Ela também ajuda no fortalecimento dos ossos e prevenção de doenças como osteoporose e hipertensão, devido a suas quantidades de cálcio.

As vitaminas do complexo B presentes na quinoa são parte essencial para o bom funcionamento do sistema nervoso, manutenção muscular e síntese de hormonas. Além disso, as fibras presentes no grão dão a sensação de saciedade, podendo favorecer o emagrecimento. Ela também é rica em zinco, um nutriente que atua no fortalecimento do sistema imunológico e nos processos de cicatrização. Por fim, como não contém glúten pode ser ingerido por pessoas intolerantes e doentes celíacos.

 

Pode ser comprado em qualquer supermercado e usado ao pequeno almoço, às refeições principais em saladas ou como acompanhamento .

09
Jan18

Alimente a sua memória

Ana Ni Ribeiro

memoria.jpg

 A falta de memória é algo que nos preocupa a todos. Pelo que é importante conhecer alguns alimentos que podem ajudar a combater o esquecimento.

Não pense que só o stress e a idade são culpados pelo esquecimento, a forma como se alimenta também é responsável pela saúde e capacidade mental.
Lembre-se que uma alimentação variada e equilibrada é fundamental.

1. Quinoa
A quinoa é um superalimento, entre os seus nutrientes estão a proteína, o ferro, o cálcio, as vitaminas do complexo B e o óme-ga-3, que compõe a membrana externa das células cerebrais, sendo essencial para uma troca rápida de mensagens no cérebro. Com uma alimentação pobre em ómega-3, a pessoa esquece-se com facilidade e tem dificuldade em concentrar-se.

2. Semente de chia
A chia contém mais ómega-3 que o salmão ou as sementes de linho; mais antioxidantes que os mirtilos, mais fibras que os flocos integrais e mais cálcio do que o leite. Por também ser rica em fibras, cálcio e ferro, é uma grande aliada no processo anti-inflamatório do corpo e na melhoria da concentração e memória.

3. Salmão
O salmão é uma óptima fonte de ómega-3 e, por isso, apresenta um grande potencial na melhoria do desempenho cognitivo e do funcionamento do cérebro.

4. Tomate
O tomate é rico em fisetina, o que contribui para a melhoria significativa da memória. Além deste nutriente, o tomate ainda possui licopeno, antioxidante que reduz os danos causados às células pelos radicais livres e previne doenças como o cancro. Outros benefícios deste fruto são a melhoria da qualidade do sono e o combate ao envelhecimento precoce.

5. Chá verde e vermelho
Fonte de flavonóides, os chás verde e vermelho, ajudam no desenvolvimento e recuperação da memória.

6. Carne de fígado
A vitamina B12 também influencia a memória. Uma das principais fontes desta vitamina é a carne de fígado, mas também a pode encontrar na carne de porco, ovos, ostras e leite.

08
Jan18

4 alimentos para ganhar músculos

Ana Ni Ribeiro

musculos.jpeg

Aliar exercício físico com certos alimentos é meio caminho andado para ter músculos durinhos. 

1. Batata-doce: Apresenta baixo índice glicémico e é rica em fibras, o que garante saciedade por mais tempo. Para quem pratica atividade física é altamente recomendada porque mantém o bom nível de energia durante o treino. É rica em betacaroteno, vitaminas antioxidantes e também vitamina K, que ajuda no controlo de retenção de líquidos. 

2. Beterraba: melhora o desempenho durante os exercícios. Ela também tem alto teor de vitaminas A, B1, B2, B5, B6, C, E, K, além de ácido fólico, potássio, cálcio, ferro, cobre, manganês e magnésio. Uso em saladas ou sumos.

3. Tomate: o seu alto teor de licopeno ajuda a neutralizar radicais livres. Favorece a recuperação de energia para o próximo treino. 

4. Proteína: encontrada em aves, carnes, ovos de galinha e peixes. Também previne o enfraquecimento muscular e a perda de tecidos. Para os lacto-vegetarianos a dica são as proteínas vegetais encontradas no tofu, grãos, leguminosas e laticínios.

02
Jan18

10 recomendações para perder peso de forma saudável

Ana Ni Ribeiro

 

O início do ano traz consigo um aumento da preocupação com o peso e com a imagem corporal. Aumenta também a publicidade a métodos e a produtos destinados a perder peso. Muita desta publicidade sugere resultados rápidos e pouco realistas. Infelizmente, a grande maioria destes produtos não conduz a soluções duradouras e pode até provocar carências nutricionais quando incentivam dietas desequilibradas.

 

Existem alguns princípios básicos a seguir para que a perda de peso seja saudável. As recomendações que fazemos são baseadas nas recomendações da Academy of Nutrition and Dietetics e da Organização Mundial da Saúde:

1. A perda de peso é um processo que tem implicações na saúde.  As oscilações bruscas de peso associadas a dietas mal sucedidas podem ser perigosas. Só avance se tiver a motivação e a equipa certa para dar o primeiro passo.
 
2. Confira o seu grau de motivação.  A perda de peso implica modificações sérias no dia-a-dia e a longo prazo. Reflita primeiro se quer modificar a sua alimentação e a sua atividade física, se tem condições para o fazer, nas dificuldades que poderão surgir e como ultrapassá-las.
 
3. Avance com o apoio de um profissional.  Faça essa discussão prévia com um profissional de saúde especializado devidamente credenciado, por exemplo, pela Ordem dos Nutricionistas ou dos Médicos. Perder peso com sucesso implica um plano individualizado e o seguimento atento e cuidadoso de um especialista durante vários meses.
 
4. Envolva a sua família e amigos.  O apoio familiar neste processo de perda de peso é vital, uma vez que facilita a aquisição de hábitos de vida saudável e evita recaídas (por exemplo: disponibilizar em casa alimentos saudáveis para todos e organizar caminhadas em família).
 
5. Faça uma avaliação prévia e detalhada dos seus hábitos alimentares e de atividade física.  Quanto mais se afastar da rotina diária e dos seus gostos e preferências mais difícil será prolongar com sucesso uma "dieta". Deve distribuir as várias refeições ao longo do dia, em horário regular, não se esquecendo do pequeno-almoço e prevendo de forma cuidada situações inesperadas como fins-de-semana ou festas.
 
6. Desconfie de planos alimentares monótonos ou de substâncias milagrosas.  Dietas da sopa, de frutas ou outras que não integram ou restringem fortemente determinados alimentos, são perigosas a médio prazo pois reduzem a disponibilidade de nutrientes essenciais ao bom funcionamento do organismo. Infelizmente, ainda não existe, uma substância ou medicamento capaz de, por si só, fazer perder peso de forma eficaz, duradoura e sem riscos para a saúde.
 
7. O aumento da atividade física é decisivo.  Se tiver possibilidade de ter apoio ao nível da atividade física a possibilidade de sucesso aumenta. Por vezes, a companhia de outras pessoas com os mesmos objetivos é determinante. Recomenda-se  para a perda de peso, e a acompanhar a dieta, pelo menos 30 a 60 minutos de atividade física moderada, 5 dias por semana.
 
8. Defina prazos e objetivos realistas com o profissional de saúde. Rejeite metas impossíveis. Para quem tem peso excessivo, uma perda gradual de 5 a 10% do peso inicial (0,5 a 1Kg por semana), já traz benefícios de saúde e é um objetivo realista.
 
9. Ajude a modificar o espaço que o rodeia.  O ambiente alimentar que nos rodeia é por vezes o maior obstáculo a uma alimentação saudável. Insista para que exista água disponível no seu local de trabalho. Peça pão de mistura no seu café. Se der uma festa para crianças disponibilize fruta de forma atrativa.
 
10. Prepare-se e não desanime.  Lembre-se que em qualquer processo de mudança de hábitos alimentares o sucesso pode demorar. Vai ter, certamente, várias fases de desânimo e momentos de insucesso em que lhe vai apetecer desistir. Aprenda a lidar com estes momentos. No final deste processo pretende-se que tenha menos peso, mas acima de tudo, que tenha mais saúde e aprenda a gostar do seu corpo.

 

 

 

18
Dez17

Rabanadas no forno

Ana Ni Ribeiro

image.jpg

 

Ingredientes:

7 fatias de pão de rabanadas

1 chávena de chá de leite magro

1 colher de chá de essência de baunilha

1 pau de canela

3 colher de sopa de Stevia

3 colheres de sopa de água

2 ovos

Stevia e canela para polvilhar

Margarina light ou óleo de coco

 

Preparação:

Misture o leite, a stevia, o pau de canela e a baunilha. Leve ao lume para aquecer.

Numa tigela bata ligeiramente os ovos. Adicione 3 colheres de água e misture bem. Reserve.

Unte uma forma com margarina. Passe cada fatia de pão no leite e em seguida no ovo batido. Coloque as fatias na forma untada e leve ao forno bem quente, pré aquecido, por aproximadamente 8 minutos. Vire as rabanadas na metade do tempo, para dourarem nos dois lados.

28
Nov17

Como poupar na época natalícia

Ana Ni Ribeiro

O Natal é uma festa muito especial, mas que normalmente está associada ao desperdício e aos gastos excessivos. Este ano pode ser diferente.


Como poupar na época natalícia:

• Modere o número de sobremesas e pratos principais. Na maioria das casas, existe comida em excesso.
• Confeccione as quantidades estritamente necessárias para o jantar de Natal e para o almoço de 25 de Dezembro.
• Aposte na qualidade em vez da quantidade. Faça apenas as sobremesas de que mais gosta, irá ficar feliz na mesma.
• Ofereça presentes saudáveis à sua família e amigos e peça-lhes que façam o mesmo consigo.
• Faça uma lista de compras para não cair em tentação. Planeie com cuidado tudo o que vai ter na sua mesa.
• Consulte os rótulos das embalagens e compare os preços entre produtos idênticos para escolher os alimentos mais saudáveis
• Peça aos vários familiares para trazerem uma sobremesa e lance-lhes um desafio: poupar promovendo saúde.
• Seja um consumidor atento, aproveite as promoções.

10
Out17

5 motivos para comer batata doce

Ana Ni Ribeiro

batata.jpg

 

A batata doce possui cinco vezes mais cálcio, o dobro de fibras e mais potássio que a batata "normal". Mas há mais! Conheça os outros benefícios que ela oferece:

1. Garante resistência

É rica em vitamina C. Por isso, protege o seu sistema imunológico. E mais: o tubérculo também ajuda a acelerar a cicatrização de feridas e melhora a aparência da sua pele.

2. Deixa os ossos mais fortes

Em 100g de batata-doce, há 33 mg de cálcio. Além disso, contém boas doses de vitamina D, um nutriente que participa da manutenção dos músculos e da saúde dos ossos e do coração.

3. Dá energia
O seu consumo é recomendado principalmente no pré-treino. A batata doce fornece energia aos poucos ao organismo, garantindo combustível do início ao fim do exercício. A libertação lenta de açúcar no sangue também ajuda a manter os níveis de glicogénio, o combustível dos músculos.

4. Diminui o stresse
Por ser uma boa fonte de magnésio, a batata doce pode ajudá-lo a relaxar e, consequentemente, diminuir o stress. Oba!

5. Aumenta as defesas

Estudos realizados com o tubérculo revelam que ele possui propriedades antibacterianas e antifúngicas, substâncias ótimas para proteger o organismo.


29
Set17

34º Passeio Mimosa Avós e Netos

Ana Ni Ribeiro

34-passeio-mimosa-avos-e-netos.jpg

Tenho uma excelente ideia para fazermos no dia 14 de outubro, sábado: junte a família e participe no 34º Passeio Mimosa Avós e Netos, um desafio desportivo enriquecido em música, diversão e nutrição, que convida para um agradável percurso de 2 ou 4 Km, que podem ser percorridos a correr ou a caminhar.

Este passeio promovido no âmbito da Meia Maratona de Lisboa, visa promover a ligação entre os benefícios nutricionais do leite, os estilos de vida saudáveis e a prática de exercício físico ao longo da vida. 

Dia 14 às 10h, lá estarei, apareça também no Rossio dos Olivais, Parque Expo, para passar uma manhã divertida, com várias actividades para todos, celebrar os bons hábitos de alimentação e de vida saudável e promover o exercício físico! O Francisco Garcia também vai, para nos contagiar a  todos com a sua boa disposição.

Enquanto nutricionista, considero que esta prova é importante pois promove a pratica de exercício físico, mas é também o momento ideal para elucidar os pais para a relevância dos lanches escolares saudáveis, em que o leite tem um papel essencial pelos seus benefícios nutricionais, ao ser fonte de proteínas de alto valor biológico, hidratos de carbono, lípidos, vitaminas, cálcio e outros minerais, e baixo valor calórico. Um pacotinho de leite demora o mesmo tempo a colocar na lancheira que um sumo e é muito mais saudável.

Tal como os adultos, é fundamental que as crianças tenham uma alimentação saudável, e para isso devem levar lanches que permitam ter um dia de aulas cheios de energia para todas as atividades. Outro aspeto a não esquecer, as
boas escolhas alimentares além de ajudarem a prevenir o excesso de peso e obesidade, permitem melhorar a concentração escolar, o bom humor e a controlar o apetite ao longo do dia. E aqui o leite tem um papel muito importante.

Aberto a toda a família, o Passeio Mimosa Avós e Netos é uma prova de participação gratuita. 

Leite e desporto é uma excelente dupla para todas as idades!

Encontramo-nos lá?

 

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Parceiros