Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

19
Nov19

Hokkaido recheada com feijão e brócolos

Ana Ni Ribeiro

85AF2E1E-E004-4852-BE71-9C73FAC15E22.JPG

Há dias ao almoço, no instagram, mostrei-vos a minha Hokkaido recheada com feijão e brócolos! Hoje vim cá dar-vos a receita. Além de saudável e super confortante para os dias frios, é uma receita vegetariana que mesmo quem não é vegetariano vai adorar. Vocês sabem que eu não sou vegetariana, mas por uma questão de sustentabilidade, preservação do nosso planeta e de saúde sou bastante sensível a essa temática e opto vários dias por estas alternativas.

Serviu 3 pessoas:
1 abóbora Hokkaido (400g)
1 fio de azeite
Flor de sal
Pimenta caiena
Alho em pó
Para o recheio
100g tomate maduro em pedaços
50 ml polpa de tomate (sem açúcar)
200g feijão branco cozido
150g de brócolos
1 chalota picada
1 dente de alho picado
1 colher de sobremesa de azeite
Flor de sal
Pimenta caiena
1 colher de café de curcuma
120 ml de água
50 ml de vinho branco
1 folha de louro
Pré-aqueça o forno a 180°C.
Corte a abóbora e retire as sementes. Pincele com azeite e tempere com flor de sal, pimenta e alho em pó. Cubra com papel de alumínio e leve ao forno cerca de 30 minutos.
Coza os brócolos e reserve.
Refogue a cebola e o alho com o azeite, a folha de louro e o tomate. Tempere com a flor de sol e a pimenta. Deixe cozinhar alguns minutos. Junte a polpa de tomate e o vinho e deixe ferver. Acrescente o feijão cozido, a água e os brócolos e mexa. Reduza o lume e deixe cozinhar cerca de 15 minutos.
Retire a abóbora do forno e recheie com o estufado. Leve ao forno novamente, durante 20 minutos, ou até que a abóbora esteja bem assada.

4F76C4D5-0B78-4867-A86F-077EDDABAA40.JPG

E digo-vos uma coisa: que delícia 🤤
Depois disto, como não gostar do Outono?

11
Nov19

Bolo de castanhas e amêndoa

Ana Ni Ribeiro

IMG_7735.JPG

Muito simples e rápido de fazer, este doce sem açúcar com sabor a Outono pode ser consumido até por quem é intolerante ao glúten. 

Quem comeu aprovou! Deixo-vos a receita:

 

500 g de castanhas cozidas

150 g de amêndoa moída

60 g de stevia

1 colher de sopa de azeite

4 ovos 

raspa de 1 limão

romã (opcional)

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180ºC.

Coza as castanhas em água com um pouco de sal e erva doce. Reduza-as a um puré grosseiro.

Bata as claras em castelo, e reserve.

Bata as gemas com a stevia, e adicione o azeite e a raspa de limão. Junte a amêndoa e o puré de castanha. Envolva tudo com as claras batidas em castelo.

Forre uma forma com papel vegetal. Deite o preparado leve a cozer ao forno a 180º cerca de 30 m.

Retire do forno, desenforme e decore com romã.

IMG_7739.JPG

 

22
Out19

Caril de grão com abóbora

Ana Ni Ribeiro

IMG_8476.JPG

Deixo-vos a minha receita de caril de grão com abóbora.

Vão adorar estes sabores de outono. Experimentem e mandem-me as fotografias dos vossos pratos!

2 colheres de azeite
1/2 cebola picada
4 dentes de alho picados
1 colher de chá de gengibre ralado
2 colheres de chá de caril (usei uma mistura bem forte)
1/2 colher de chá de curcuma
1 colher de café de pimenta caiena (usei 2 )
flor de sal
400g de grão cozido
200 ml de leite de coco light
2 colheres de polpa de tomate bio
2 chávenas de abóbora cozida reduzida a puré
salsa

 

IMG_8475.JPG

 


Aquecer o azeite numa frigideira grande. Juntar a cebola e deixar dourar. Adicionar o gengibre e o alho, e cozinhar por 2 minutos.
Juntar o caril, a pimenta caiena, o sal e a curcuma, e mexer.
Adicionar o leite de coco e o grão. Deixar cozinhar 5 minutos e depois adicionar o puré de abóbora e a polpa de tomate. Se necessário juntar meia chávena de água e deixar cozinhar.
Quando estiver pronto, junte salsa picada.
Servir com arroz basmati (cozi o arroz com uma folha de louro e um pau de canela) e uma salada de folhas verdes

11
Out19

O poder da abóbora

Ana Ni Ribeiro

O Outono já se instalou e um dos frutos mais características desta estação é a abóbora. Nesta altura do ano, além da sua presença nos mais diversos pratos, constituiu também uma peça decorativa no Halloween ou Dia das Bruxas, uma celebração originária dos países anglo-saxónicos adoptada por muitos portugueses.

A abóbora pertence à mesma família do melão, da melancia, do chuchu e do pepino (cucurbitáceas). A forma, tamanho e cor variam mas no seu interior encontra-se uma polpa geralmente alaranjada e as sementes, ambas usadas na alimentação.

A abóbora tem um valor energético muito baixo e é rica em água. O conteúdo de hidratos de carbono, proteínas e lípidos é também baixo. Destaca-se o teor em betacaroteno (pró-vitamina A), bem como vitamina A, E e C. Quanto aos minerais, é rica em potássio. O potássio é um mineral que minimiza as cãibras musculares e também a retenção de líquidos sendo um aliado anti celulite.

As suas sementes são uma grande fonte de ácidos gordos essenciais, com efeito anti-inflamatório e regulador da produção de DHT (um derivado da testosterona implicado em doenças da próstata, queda de cabelo e acne). Além disso, é uma boa fonte de proteínas. Contém vários minerais e vitaminas: ferro, cálcio, fósforo, vitamina A, E e complexo B. As sementes de abóbora têm efeito antioxidante, anti-inflamatório e regulador do sistema nervoso.

Devido ao efeito antioxidante da vitamina A a abóbora pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver alguns tipos de cancro, a proteger contra as doenças cardiovasculares e pode ainda a prevenir doenças degenerativas. Além disso, o efeito benéfico que a vitamina A tem na pele e na visão é vulgarmente conhecido e comprovado cientificamente.

Poderá conservar a abóbora fresca num local fresco e seco, mas se já a tiver partido ou comprado cortada conserve-a no frigorífico. Poderá também congelá-la para usar depois, por exemplo, na sopa. Para congelar, corte a abóbora em cubos ou fatias. Faça um branqueamento, mergulhando-a água a ferver durante 3 minutos e depois acondicione num saco de plástico e coloque no congela-dor.

Uma das minhas receitas favoritas de abóbora é cortá-la em cubos e colocar numa assadeira. Em seguida, adiciona-se ervas aromáticas como alecrim e tomilho, uma pitada de sal e pimenta caiena, um fio de azeite e coloca-se no forno.
Este Outono renda-se ao poder da abóbora. 

 

 

05
Nov18

Da fruta da época: kiwi

Ana Ni Ribeiro

Uma das frutas do Outono do nosso país é o Kiwi. Devido à conjugação das características de solo e de clima aliado a técnicas tradicionais de produção, assim como à sua colheita tardia, o kiwi português é colhido “maduro”, pelo que apresentam características de sabor superiores, são mais doces e aromáticos.

 

Porque é que devemos comer este fruto?

  • é o fruto mais rico em Vitamina C (concentração três vezes superior à da laranja).
  • fornece uma dose de fibras crua superior à de um prato de flocos de cereais, com a vantagem de não necessitar de ser acompanhado de alimentos gordos ou doces.Um kiwi médio fornece aproximadamente 65 Kcal, uma vez que 90% do seu peso é constituído por água.
  • Um kiwi médio fornece aproximadamente 65 Kcal, uma vez que 90% do seu peso é constituído por água.Possui compostos com efeitos preventivos do cancro, doenças cardiovasculares e doenças de foro intestinal.
  • Possui compostos com efeitos preventivos do cancro, doenças cardiovasculares e doenças de foro intestinal.
  • é uma fonte importante em ácido fólico.
  • pode ser consumido em sanduíches, saladas de hortícolas ou de fruta, em puré, em sobremesas, em bebidas e naturalmente inteiro.

 

Um kiwi médio (100g) possui:

Valor energético – 62 Kcal
Gordura Total – 0g
Colesterol / Gordura saturada – 0g
Hidratos de Carbono Totais – 13g
Fibra dietética – 3,3g
Açucares – 12g
Proteínas – 1,3g
Vitamina E – 4mg
Vitamina C – 107mg
Cálcio – 36mg

03
Nov18

Tarte de abóbora e marmelo

Ana Ni Ribeiro

IMG_9107.JPG

 

Ia fazer muffns mas acabei por fazer uma tarte e ficou divinal.

Espero que gostem.

 

2 chávenas de farinha de amêndoa

2 chávenas e meia de puré de marmelo e abóbora (cozi com pimenta, canela e uma pitada de stevia)

2 ovos

1/4 de chávena de stévia

1 colher de chá de azeite

1 colher de sopa de linhaça moída

Canela

1 pitada de sal

1 colher de sopa de fermento

1 colher de café de bicarbonato de sódio

Fatias de marmelo

 

Pré-aqueça o forno a 180ºC

Faça o puré de abóbora e marmelo e deixe arrefecer.

Bata os ovos e misture com o puré.

Em outra tigela misture todos os ingredientes secos. Junte-os aos líquidos, misture mas não mexa demais.

Unte a forma, e coloque a massa. 

Por cima, coloque as fatias de marmelo e um pouco de canela.

Leve ao forno cerca de 25 minutos ou até dourar.

 

A massa fica húmida e com um travo ligeiramente picante. 

 

IMG_9160.JPG

 

23
Out18

Marmelo, pão de marmelo

Ana Ni Ribeiro

IMG_8421.JPG

Ofereceram-me marmelos, muitos e maravilhosos marmelos biológicos (obrigada Helena), e decidi experimentar fazer pão de marmelo.

Ficou tão bom que partilho convosco a receita

 

300g de puré de marmelo 

2 ovos

90g de farinha de arroz

1 colher de sobremesa de fermento

1 colher de sopa de stevia

1 colher de sobremesa de óleo de coco

canela

IMG_8402.jpg

 

Pré-aqueci o forno a 180ºC.

Cozi os marmelos com 1 pau de canela, e reservei.

Numa taça bati os ovos, e juntei o puré de marmelos e o óleo. Noutra taça misturei a farinha, o fermento, a canela e a stevia.

Misturei tudo, e levei ao forno numa forma de silicone. Se usar uma forna normal forre-a com papel vegetal.

Deixe cozer cerca de 25 minutos, ou até ficar dourado.

IMG_8360.JPG

 

29
Nov16

Compota de abóbora, maçã, gengibre e canela

Ana Ni Ribeiro

image.jpg

 

image.jpg

 

image.jpg

 

Quando uma abóbora hokaido laranja conhece maçãs reinetas nasce uma bela compota.

Como fazer? Muito simples e rápido. Cortamos as maças e a abóbora em pedaços e pesamos. Depois devemos usar 1/4 do peso determinado em adoçante (uso stevia). Cerifiquem-se que estão a usar um adoçante que pode sofrer ação do calor. Adicionamos o adoçante, lascas de gengibre e deixem repousar. Depois juntamos paus de canela e sumo de limão. Deixamos cozer em lume brando. Nem é preciso usar a varinha mágica para obter a consitência pretendida. Juntamos canela em pó e coloca-se em frascos estéreis. Cubra a parte superior da compota com uma fina camada de canela. A canela além de dar sabor permite retardar o aparecimento de fungos (bolor). Depois dos frascos estarem fechados devem ser colocados ao contrário. Bom proveito.

04
Nov16

O tempo das castanhas

Ana Ni Ribeiro

As castanhas ricas em vitaminas do complexo b, vitamina C, ferro, potássio e magnésio são um alimento a ter presente na sua cozinha.

Escolha castanhas pesadas, firmes e com a casca intacta e brilhante. 

 

Dúvidas em como as usar?

As castanhas podem ser assadas no forno ou no micro-ondas, ou cozidas com erva doce, servindo como um snack saudável.

Se tiver peso normal, pode adiciona-las a sopas de legumes, tornando a sua textura mais aveludada.

Este fruto combina com carnes. Experimente fazer uma caçarola de frango com legumes e castanhas.

 

Sem abusos, é altura para saborear as castanhas.

26
Set16

Muffins de maçã e amêndoa

Ana Ni Ribeiro

IMG_7642.JPG

 

Desde sempre que para mim o Outono cheira a canela e sabe a maça. Estes muffins sabem-me a Outono... e que bem que sabem!

 

100 ml de leite magro

2 ovos

60g de maça verde (fresca ou desidratada)

175g de farinha de amêndoa

50g de amêndoa ralada

10 amêndoas cortadas grosseiramente

60g de stevia

1 colher de chá de fermento em pó

1 colher de chá de bicarbonato

 

 

Pré-aqueça o forno a 180ºC.

Numa taça misture o adoçante com os ovos e o leite. Misture bem e junte a farinha, o fermente, o bicarbonato, e a canela. Adicione a maça desidratada (ou a fresca cortada em fatias finas), a amêndoa ralada e os pedaços de amêndoa.

Corte papel vegetal e forre as forminhas.

Leve a assar cerca de 20 minutos ou até os muffins estarem cozidos.

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Parceiros