Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

23
Out20

O testemunho da P.

Ana Ni Ribeiro

12596122_10207527274514546_1626564714_n.jpg

A P. é uma guerreira. E escreveu uma carta que hoje pode ser lida por todos. Os testemunhos são importantes para quem os lê mas sobretudo para quem os escreve. Obrigada P!

Disse isto há 4 anos e continuo com a mesma certeza: vai superar-se! Mesmo que por vezes ainda duvide disso. Tenho muito orgulho.
 

"7 de Outubro de 2016, quase a fazer as malas as malas para mais um ano letivo na Guiné-Bissau…
Faz hoje 4 anos que tive a coragem, embora bastante tímida, de assumir que estava obesa, e que estava a perder qualidade de vida.
O contexto que tinha na altura pela frente, era num continente não muito longe, mas de contexto complexo, mas que na realidade se tornou positivo. Na realidade o contexto era apenas “uma desculpa”, pouco consciente, e pouco favorável para a minha condição física. Podia faltar muita coisa, ou não haver a diversidade a que estamos habituados por cá… Mas na verdade quem faltava, era eu…
Assim, numa curiosidade, e numa tentativa desesperada passeei-me pelo Google, na buscar de uma ajuda, e depreferência à distância. Foi nesse momento que conheci a Drª Ni. Alguém que conseguiu  até hoje ajudar-me, mesmo quando eu própria já não consigo ou já não estou lá.
Destes quatro anos posso dizer que as vezes que acreditei, consegui… perder peso… perder volume… gostar do que via ao espelho… GOSTAR DE MIM! Mas neste mesmo período, também desisti de mim, deixei de acreditar e, engordei… não gostava do que via… e achava que o mundo estava contra mim… E APENAS EU, é que estava contra mim.
Os dois primeiros anos, foram brilhantes. Com altos e baixos, mas de grandes conquistas e muitas aprendizagens. O que podia ser uma dificuldade virou um desafio, e todos eles se foram superando. Como muita resiliência, mas assim era por lá, com quase tudo… Deixei África, faz dois anos. O regresso que deveria ser uma vantagem, foi um turbilhão de emoções, e esqueci-me de mim, e perdi quase a totalidade da conquista que tinha feito até então (recuperei quase os quilos todos). Pela simples razão que apaguei tudo o que aprendi, e o resultado foi péssimo.
Já no fundo do poço de novo, ganhei de novo coragem, e voltei a bater à porta que nunca esteve fechada, apenas eu é que me fechei para ela. E com muita vontade de voltar a encontrar aquele caminho, voltei à equipa que tinha abandonado. E de forma tímida, vagarosa, vou conseguindo de novo o caminho da perda, e de me sentir melhor comigo. E na verdade, esta vida não é uma dieta constante, é simplesmente as opções e as doses certas…
Este vírus, que foi e será o nosso grande desafio, não me veio estragar o foco. Superei-me, e mesmo fechada em casa, não fui tomada pela gula (algo muito comum em tempos anteriores). Diminui peso e volume… Saí sem grande expressão facial, já que a mascara tapa, mas melhor comigo mesma.
Ainda tenho um caminho para percorrer, e como diz a Drª Ni, isto está tudo ligado. Tenho o emocional a precisar de ser cuidado e tratado como merece. E claro gostar de fazer exercício físico, … Mas mesmo que não goste, tem de ser e tem… Ordens são ordens, mesmo que sejam democratas.
A equipa que constitui há 4 anos, foi a luz ao fundo do túnel, e todos os dias faz cada vez mais sentido…

Portugal, 7 de Outubro de 2020"

29
Set17

Faz hoje 1 ano- o testemunho da P

Ana Ni Ribeiro

DSCF8081.JPG

 

Recebo dezenas de e-mails por dia na minha caixa de correio de trabalho. Todos importantes mas há alguns mais especiais como este que vou transcrever para aqui.

A P. tem partilhado a sua história convosco através dos testemunhos que nos envia de África e hoje mandou mais um que me deixou arrepiada, e com a certeza que temos guerreira. 

 

“Irei partir novamente dentro de 15 dias para a Guiné Bissau, onde os alimentos de fácil acesso são escassos e o plano alimentar pode ser complexo... Para além do meu trabalho ser muito sedentário e o calor FORTE de muitos meses me impedir de ter energia para fazer exercício físico...”

29-09-2016

 

Olá, Drª Ni

E porque hoje festejo um ano que tive a coragem de assumir não estou bem, tenho e quero mudar, e que lhe escrevi o meu primeiro e-mail. Naquele dia perguntei-lhe, devo ter esperança?! Hoje devo-lhe agradecer toda a esperança que me deu, a equipa que comigo formou e a frase que muitas vezes repetiu, é reaprender a comer, é reaprender os hábitos, é reaprender a ter consciência…

Essa aprendizagem não está consolidada, ainda há um caminho a fazer, mas o que consegui até hoje, deixa-me orgulhosa de mim, e feliz por ter reaprendido pequenos hábitos que todos juntos têm feito a diferença.

Já se foram alguns cm, e alguns kilos… o guarda-roupa mudou, e com ele também eu me tenho descoberto, é uma agradável surpresa…

 

OBRIGADA EQUIPA"

 

Obrigada eu por me encher o peito de orgulho. Vamos equipa 

03
Nov15

Consulta online: o testemunho da N.

Ana Ni Ribeiro

18167056_lyD48.jpeg

 

A N. enviou-me este testemunho para partilhar com todos vocês. 

Tenho muito orgulho em todas as minhas equipa!

 

"Já lá vão dois meses desde uma manhã em que, por mero acaso, me deparei com a Ni no Você na TV. Confesso que inicialmente não prestei muita atenção mas que gostei dos seus frascos, achei-os coloridos e apelativos…

 Movida pela natural curiosidade voltei a rever esse pedacinho do programa e mais tarde comprei o seu livro numa livraria online.

Quando chegou, “devorei-o” num abrir e fechar de olhos e foi essa leitura que me levou a tomar uma decisão. Ia pedir ajuda! Também eu precisava aprender “a pensar magro”!!!

Há um oceano que nos separa, mas o longe fez-se perto e hoje, posso afirmar que tomei a decisão mais acertada. A Ni tem sido, para além da nutricionista, a companheira, a conselheira, aquela que está sempre lá… De uma generosidade sem tamanho, garanto!

Sinto-me como um daqueles jogadores que quer fazer bem para não desiludir o seu treinador. E gosto quando ela diz: -“Vamos equipa!” E eu vou!!! E com a sua ajuda passei a acreditar que chego lá!

Curiosamente e entre outras coisas, aprendi a gostar do pequeno almoço. Sim, é verdade! Aprendi a gerir quantidades de comida. Aprendi a comer!

Poderia dizer muito mais mas vou ficar-me por aqui com  a promessa de que continuarei a tentar fazer bem em prol da minha saúde e também da minha equipa.

Bem haja Ni!

Obrigado!

Beijinhos."

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Parceiros