Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

09
Mai18

Evite dietas drásticas

Ana Ni Ribeiro

IMG_6131.JPG

Um dos maiores inimigos da sua saúde são as dietas demasiado drásticas. A adopção de dietas bastante restritivas do ponto de vista calórico, que reduzem o peso à custa da perde de muita massa muscular, podem diminuir em 30% o valor do metabolismo basal. Não é de estranhar que a grande maioria das pessoas que perdem peso demasiado rápido, com frequência o recuperem para um valor idêntico ao inicial ou mesmo superior.

Lembre-se: emagrecer é perder massa gorda, não apenas peso. Procure ajuda especializada. 

31
Jul15

Vamos pôr a Nutrição na Ordem

Ana Ni Ribeiro

campanha.jpg

 

A Ordem dos Nutricionistas tem registado vários casos de pessoas que se intitulam nutricionistas ou dietistas sem habilitação legal para exercer a profissão. A situação é ainda mais notória com a chegada do verão e a multiplicação de anúncios de muitos destes falsos profissionais com promessas de dietas milagrosas que podem colocar em perigo a saúde pública.


Para tentar inverter esta situação, a Ordem dos Nutricionistas lançou hoje, dia 28 de julho, uma campanha nacional de sensibilização e informação do público com o objetivo de alertar a população para os riscos de recorrer a produtos ou serviços prestados por pessoas sem habilitações para exercer as profissões de nutricionista e de dietista, o que configura um crime de usurpação de funções, punível com prisão até 2 anos ou multa até 240 dias.

 

Apenas os profissionais inscritos na Ordem dos Nutricionistas estão legalmente habilitados para exercer e utilizar o título profissional de nutricionista ou de dietista em Portugal. Neste momento, cerca de 3000 profissionais estão inscritos na Ordem dos Nutricionistas, prestando serviços em várias áreas da atividade económica.


No entanto, a Ordem dos Nutricionistas desde 2012 já registou 152 casos de pessoas que se intitulam nutricionistas ou dietistas sem possuirem a devida habilitação legal para exercer a profissão, dos quais 23 casos foram registados só no segundo trimestre de 2015.


De facto, a Ordem dos Nutricionistas tem recebido uma média de 10 novas denúncias por mês de casos de exercício ilegal da profissão. A maioria prende-se com consultas online prestadas por indivíduos sem habilitação legal, mas as clínicas estéticas, os ginásios e as lojas de suplementos alimentares são dos locais físicos onde mais se exerce ilegalmente as profissões de nutricionista ou de dietista.


Alguns dos casos registados dizem respeito a indivíduos com licenciaturas que, não sendo da área da saúde, não permitem a inscrição na Ordem dos Nutricionistas, ou a supostos profissionais cuja única formação na área são cursos práticos de nutrição e dietética ou cursos de coaching nutricional, entre outros, muitos dos quais realizados online e com apenas seis meses de duração.


Sob o mote "Vamos pôr a Nutrição na Ordem", a campanha tem como principal ferramenta o sitewww.vamosporanutricaonaordem.com, onde qualquer pessoa poderá verificar a inscrição na Ordem dos Nutricionistas dos profissionais a que recorre, encontrar os nutricionistas e dietistas ou denunciar os casos de
exercício ilegal da profissão.

 

Assim sendo, deixo aqui os meus dados da ordem:

Nome Completo: Ana Isabel Pimenta Ribeiro

Nome Profissional: Ana Isabel Ribeiro
Membro: Nutricionista
Cédula: 0977N
Data: 2012-04-10
Estado: Ativo

31
Dez09

Falta de Nutricionistas

Ana Ni Ribeiro

Ministério da Saúde prometera um especialista em cada um dos 68 agrupamentos de centros de saúde até final deste ano. Mas ainda há 32 agrupamentos sem estes médicos.

O objectivo do Governo de colocar um nutricionista em todos os agrupamentos de centros de saúde, em 2009, ficou por alcançar: praticamente metade dos agrupamentos continua sem estes profissionais.

Para combater e prevenir do- enças como a obesidade e a diabetes, o Governo tinha prometido colocar um nutricionista nos 68 agrupamentos de centros de saúde (ACES) ao longo deste ano. Um reforço que permitiria aproximar Portugal dos número de profissionais defendidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS), já que o País tem apenas um quinto dos profissionais de que necessita.

Mas, segundo os últimos dados da Associação Portuguesa de Nutricionistas (APN), ainda existem 32 agrupamentos de centros de saúde sem nutricionista. Nos centros de saúde de Santarém não há nenhum destes profissionais e nos de Lisboa, Évora, Beja e Portalegre há apenas um especialista.

O Ministério da Saúde adian- tou à Lusa que existem actualmente cerca de "80 nutricionistas nos cuidados de saúde primários", prevendo que estes "números subam significativamente no âmbito do programa de estágios da Administração Pública". Estes profissionais deverão começar a actividade no segundo trimestre de 2010.

A APN alerta ainda que pode haver alguns centros de saúde que têm profissionais a trabalhar nesta área, mas "não são detentores da licenciatura em Ciências da Nutrição e, portanto, não possuem esta profissão".

Para a presidente da Associação Portuguesa de Nutricionistas, Alexandra Bento, os números ainda estão "muito aquém do necessário", lembrando que a proposta feita pela APN ao Ministério da Saúde é de "um rácio de um nutricionista para cada 20 mil habitantes". "Em 2007, havia 52 nutricionistas nos cuidados de saúde primários, este ano, em Maio, eram 75", disse, comentando que foi "um incremento em dois anos, mas ainda é manifestamente insuficiente. Se houvesse nutricionistas em todos os centros de saúde seria possível parar esta doença", conclui.

22
Mai09

Dúvidas

Ana Ni Ribeiro
"...Tenho uma dúvida relativa às propriedades do chá. Já reparei que tem prazo de validade, mas o que se altera? .... Acontece que me parecem em perfeitas condições! Se os chás são ervas secas, como se podem estragar? Não sei se esta é o tipo de dúvidas que me poderá responder, uma vez que não tem directamente a ver com nutrição mas... não custa tentar!..."
Vou aproveitar este mail para responder a duas questões: primeiro posso responder-lhe a esse tipo de dúvida pois o nutricionista é um profissional que trabalha no âmbito da Nutrição Humana e Alimentação, que intervém no domínio da adequação, qualidade e segurança alimentar, com o objectivo da promoção da saúde, prevenção e tratamento de doença.

Quanto ao chá: sim, tem prazo de validade. O prazo de validade é o tempo médio que um alimento se demora a deteriorar. Assim, se o chá estiver guardado em boas condições (num local seco, escuro e fresco) poderá estar em condições de ser consumido após a data. Se as condições de armazenamento não forem as melhores, e com o passar do tempo, o chá perde as qualidades e pode ser contaminado por microorganismos nocivos ou outros contaminantes que coloquem em risco a nossa saúde.
Repare se o cheiro, cor e aspecto das folhas se mantêm inalterados, se assim for, tudo indica que ainda estará em condições de ser consumido.

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Parceiros