Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

21
Mai14

Alcachofra, a adelgaçante

Ana Ni Ribeiro

A alcachofra é um alimento, que incluído numa alimentação saudável e equilibrada pode ajudar a combater a gordura e a emagrecer.
Desde os anos 60, do séc. passado, a alcachofra é umas das plantas mais estudadas devido aos seus ingredientes adelgaçantes: a cinaropicrina, a cinarina e outras substâncias que demonstraram ter acções depurativas e desintoxicantes do organismo.

Os activos contidos nas folhas de alcachofra encerram múltiplos benefícios. Por exemplo, alguns autores defendem que têm um efeito positivo sobre o fígado, sobre o processo digestivo ou contra o excesso de colesterol.

As suas propriedades também contribuem para o controlo do peso. Estas resumem-se em três pontos:

  • É diurética: aumenta o volume da urina e elimina líquidos.
  • É desintoxicante: ajuda a eliminar as toxinas e outros resíduos acumulados no nosso organismo.
  • Promove a digestão das gorduras: regula o fluxo da bílis, contribuindo para metabolizar as gorduras da alimentação. Assim, estas não se acumulam no corpo, ajudando-nos a emagrecer.
25
Fev14

Porque não conseguimos controlar-nos?

Ana Ni Ribeiro

Os números da obesidade no mundo são já alarmantes e, por mais campanhas que se faça, parece que nada resulta.
O mesmo pensou David Kessler, médico norte-americano e antigo responsável máximo pela FDA, a agência dos EUA que regula os medicamentos e alimentos) que, depois de anos a lutar contra a balança, tentou perceber o que está por detrás do peso excessivo. O resultado é o livro "The end of overeating: taking control of our insatiable appetite", em que explica partes desse interminável processo.
No livro, destaca os três principais vilões para um peso saudável: sal, açúcar e gordura. E o elevado consumo destes três elementos faz que as pessoas comam mais, porque causam compulsão alimentar, estimulam os neurónios e ajudam a libertar dopamina, um neurotransmissor que faz aumentar a vontade de comer.

Este trio de engorda também é usado como ingrediente de base para uma série de alimentos. Por exemplo, a fast food é rica em açúcar, sal e gordura e muitas vezes é de tal forma processada que quase dispensa a mastigação.

Será que o cérebro não enjoa aqueles alimentos? Segundo o autor, a combinação de sal, açúcar e gordura não produz a resposta do organismo para se adaptar. Se o estímulo for suficiente, o cérebro não se cansa. É o caso de alguns "hiperpalatáveis", como o chocolate.
Alimentos cheios de açúcar, gordura e sal podem modificar algumas estruturas cerebrais. Elas estimulam o sistema de recompensa. Quanto mais comemos, menos conseguimos controlar a vontade.
13
Fev14

Exercício queima-gordura

Ana Ni Ribeiro

Para eliminar os excessos de massa gorda, os exercícios intensos não são a melhor solução. Está demonstrado através de várias experiências, que se obtêm melhores resultados com exercícios de "endurance", ou seja, exercícios de esforço moderado mas sustentado durante um longo período.
Porquê? Só após algum tempo de exercício é que o organismo começa a queimar os ácidos gordos, e continua a queimá-los mesmo depois de parar o exercício. Para queimar gorduras o exercício deve ser feito pelo menos por um período de 45 minutos, e com regularidade.
A marcha rápida é um excelente exercício que mobiliza todo o corpo, é acessível a toda a gente e não exige qualquer condição especial. Depois deve esperar 30minutos antes de fazer uma refeição.
Não se esqueça que são os músculos que utilizam as gorduras. Quanto mais activos estiverem os seus músculos, mais aumenta a massa muscular e maior quantidade de gordura irá queimar. Todas as ocasiões para se mexer são boas: subir escadas, deixar o carro mais longe,...
11
Fev13

A leveza no prato

Ana Ni Ribeiro
Bastam uns quantos utensílios, alguma habilidade e um pouco de imaginação para acabar com uma cozinha com "gordura a mais", sem deixar de comer bem.

Os ingredientes de uma receita são importantes, mas nada se faz sem os instrumentos adequados. Ao cozinhar, opte pelos tachos com revestimento antiaderente e fundo espesso: mesmo sem gordura os alimentos não se pegam.

Invista no wok. Esta frigideira côncava permite saltear os alimentos em lume forte, não os deixando moles.

Utilize um vaporizador. Assim para temperar as saladas bastam 1 ou 2 jactos.

O pincel. Mergulhar no azeite, tirar o excesso e untar minimamente os tachos, as formas de bolos, o wok,...

Recupere o velho grelhador. Dá à carne e ao peixe um agradável gosto de barbecue.

Reconcilie-se com o micro-ondas. Coloque o produto temperado num prato, cubra-o hermeticamente com filme alimentar.O produto coze no próprio molho, conservando os aromas.

 

Pense "papillote". Um quadrado de papel de alumínio ou sulfurizado, algumas ervas aromáticas, sumo de limão e forno. Assim preparada, até a fruta ficara mais maravilhosa.

Volte a cozer ao vapor. Ideal para cozinhasr grande variedade de alimentos: cereais, legumes, peixe, fruta...

14
Dez12

Viciados em doces

Ana Ni Ribeiro


O açúcar é o ingrediente comum a todos os produtos doces mas é quando a este se junta a gordura ou o consumimos em excesso que surgem os principais problemas. Tal como o consumo excessivo de outro qualquer nutriente fornecedor de energia, o excesso de açúcar contribui para o excesso de peso e obesidade e para vários problemas de saúde associados como a diabetes e as doenças cardiovasculares. O excesso de al-guns doces pode levar ao aparecimento ou agravar a cárie dentária, especialmente os que se agarram aos dentes, como o caramelo.
As crianças até aos dois anos não devem consumir alimentos com adição de açúcar. Devem fazer uma educação fazer uma educação do gosto o mais natural e abrangente possível e, uma vez que a apetência é inata, o seu consumo precoce dificulta a introdução dos outros sabores. Em relação à frutose, muito utilizada por diabéticos, sabe-se que aumenta os níveis de triglicerídeos, níveis que já estão alterados no caso destes doentes e que elevam o risco cardiovascular.
Saiba escolher: as melhores opções são os doces com maior valor nutritivo, ou seja, que fornecem nutrientes essenciais - vitaminas, minerais e proteínas. Têm na sua composição lacticínios ou fruta e uma densidade calórica inferior, como o leite creme e os sorvetes. As piores opções são as que têm uma grande quantidade de gordura - como os bolos de chocolates, muito açúcar e aditivos. Os bolos folhados são uma má opção, pois são ricos em gordura saturada. Também os refrigerantes devem ser evitados.
Os doces devem ser consumidos após uma refeição principal para minorar os efeitos da gli-cemia no sangue. Pode optar por um doce menos calórico, comer uma porção mais pequena de um doce mais calórico ou combinar as duas técnicas!
Para se livrar do vício dos doces: coma várias vezes ao dia, em pequenas quantidades, e substitua os doces por hidratos de carbono complexos, como o pão integral, que são absorvidos lentamente e se mantêm durante mais tempo na corrente sanguínea.

10
Ago10

Dúvidas

Ana Ni Ribeiro
Para não engordar podemos retirar todas as gorduras da alimentação?

Não, nunca. Cada nutriente tem funções específicas e as gorduras ou lípidos, são essenciais em qualquer dieta pois, além de representarem uma forma concentrada de energia, são componentes essenciais das membranas celulares e têm um papel fundamental na absorção e utilização das vitaminas A, D, E e K (presentes nas gorduras provenientes dos peixes gordos, dos óleos vegetais e dos lacticínios).
Recomenda-se que 15 a 30% das calorias ingeridas diariamente sejam provenientes das gorduras, um valor que varia em função dos problemas de saúde, actividade física e estilo de vida de cada um. Numa alimentação saudável devem entrar predominantemente gorduras ricas em ácidos gordos polinsaturados - presentes nos peixes, azeite, nozes - em detrimento de gorduras saturadas, que são, na sua maioria, de origem animal: a gordura da carne, da manteiga, das natas, por exemplo.
Cada grama de gordura tem 9kcal, por isso deve-se consumir com moderação, escolhendo sempre as gorduras "boas".
14
Jul09

Dúvida

Ana Ni Ribeiro
"Olá.... Li no seu blogue que a alcachofra ajuda a combater a gordura, o que me despertou interesse pois tenho problemas de fígado. Mas qual é a melhor forma de a preparar? Já experimentei cozida e não gostei, ficou muito dura...".

A alcachofra tem um sabor agradável, e pode ser utilizada em diversas preparações culinárias, introduzindo sabor e aroma. Contém compostos sulfurosos, que são os responsáveis pelo seu aroma, tão característico.
Pode ser cozida, mas devem-se retirar as folhas exteriores que podem ser muito fibrosas, amargas e de difícil mastigação. Em alternativa, pode utilizar-se apenas o seu núcleo, que é mais suave, cozinhado com um pouco de alho e sumo de limão para lhe dar um sabor mais agradável e acrescentar compostos nutritivos e protectores do organismo. Acompanha melhor estufados, onde há maior mistura de sabores, ou também risottos.
22
Mai09

A hora ideal para queimar gordura

Ana Ni Ribeiro

As nossas células são bastante competentes para armazenar as gorduras, mas elas também sabem como as libertar. Quando se trata de as eliminar, cabe-nos a nós a tarefa de activar a máquina que as queimará: os nossos músculos.
Não há segredos. Se as queremos eliminar não basta seguir uma alimentação saudável, temos que nos mexer!
Os nossos hábitos, cada vez mais sedentários, condenam-nos a uma escolha sem ambiguidade: ou nos movimentamos ou temos fortes probabilidades de engordar se nos alimentamos desequilibradamente.
Devemos aprender a rentabilizar ao máximo o exercício físico, sincronizando-o com os ritmos biológicos. Basta escolher as horas mais favoráveis, aquelas em que a célula gorda está na melhor disposição para libertar as gorduras.
É conveniente evitar a movimentação durante os períodos em que a insulina bloqueia as portas de saída das gorduras. Assim, é pouco útil esforçar-se após uma refeição.
Para a maioria das pessoas, a hora em que o exercício será mais proveitoso será de manhã. Antes do pequeno-almoço. Evidentemente isto nem sempre é possível. Outros momentos favoráveis para a realização de exercício: ao fim da manhã, antes do almoço ou ainda ao fim da tarde, por volta das 18 ou 19h, antes do jantar.

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Parceiros