Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

02
Fev17

Controle os ataques de fome

Ana Ni Ribeiro

Single-Taken-Hungry.jpg

Evite os ataques de fome emocional, siga estas seis dicas:


• Tome sempre o pequeno almoço
Um bom pequeno almoço ajuda a diminuir os ataques de fome. 

• Coma de três em três horas
Evitar longos períodos sem comer previne a fome súbita. Faça 5 a 6 refeições por dia.

• Diga não ao açúcar
Os produtos açucarados são os mais procurados quando surgem estas vontades de comer. Se lhe apetecer um doce, coma uma pequena peça de fruta com canela e um iogurte magro, uma gelatina com iogurte, um pedaço de chocolate negro com mais de 80 por cento de cacau ou uma barra de cereais sem açúcar. Um chá com canela também resulta.
Os alimentos doces promovem certos estímulos cerebrais que podem viciar-nos em comida levando-nos a comer mesmo não tendo verdadeiramente fome.

• Escolha alimentos saciantes
Os alimentos ricos em proteínas bem como os ricos em gorduras saudáveis dão-nos mais saciedade e ajudam a controlar a fome. Os frutos secos, o abacate, o coco, por exemplo, são ricos em gordura da boa (atenção às quantidades nada de exagerar!). Fontes de proteínas mais saciantes: queijo fresco e barras proteicas. 
Caso continue a sentir fome, aumente um pouco o teor de hidratos de carbono complexos.

• Distraia-se
Muitas vezes come-se porque não se tem mais nada para fazer. Perante um ataque de fome, saia de casa ou faça qualquer actividade que o mantenha afastado do frigoríficos e dos armários da cozinha.

• Aprenda com os erros
Após ter tido um ataque de fome ao qual não resistiu, o ideal, é aumentar a actividade física. Tenha pensamentos como: apesar deste episódio, amanhã não se vai repetir porque vou fazer exercício.

07
Mai16

Controle o apetite

Ana Ni Ribeiro
Chegou a hora de acabar com a mania de petiscar entre refeições ou perder a cabeça por uma fatia de tarte ou de bolo.
 
Veja o que deve fazer para controlar os seus ataques de fome.
 
Identifique o que a leva a comer
Reconhecer que comendo satisfaz uma necessidade emocio­nal (por exemplo, um mau dia de trabalho) é o primeiro passo. Tente satisfazer essa necessidade com algo que não seja comida, ou então, escolha alimentos pouco calóricos.
 
Faça uma alimentação equilibrada
A relação entre hidratos de carbono, proteínas e gorduras no seu dia alimentar deve ser equilibrada. Os hidratos de car­bono devem representar cerca de 55-60% das calorias ingeridas, as proteínas entre 12 e 15%, e as gor­duras, 30-35%. Se respeitar estas percentagens, estará a optimizar o processo de combustão de gorduras e a melhorar os níveis de energia física e mental. E assim não sentirá necessidade de comer entre refei­ções, não terá vontade de comer doces nem oscilações de humor.
 
Beba água, muita água
Beber um copo de água antes das refeições sacia, logo, ajuda a controlar o tamanho das porções. Para além disso, se beber água durante e depois das refeições, os sucos gástricos diluem-se e o grau de acidez do estômago diminui. Isto provoca um abrandamento do processo de di­gestão, através do qual se prolonga a sensação de estômago cheio.
 
Diga adeus à fast-food
O seu excesso de farinhas refinadas e de gorduras saturadas é uma bomba para o coração. Para além de conter calorias e muito poucos nutrientes, aumenta a quantidade de açúcar no sangue, dei­xando os níveis de energia de rastos e provocando-lhe vontade de comer alimentos calóricos logo de seguida.
28
Mai13

7 dicas para evitar os ataques de fome

Ana Ni Ribeiro

Evite os ataques de fomes, siga estas sete dicas:
• Tome o pequeno almoço
Um bom pequeno almoço ajuda a diminuir os ataques de fome. 
• Coma de três em três horas
Evitar longos períodos sem comer previne a fome súbita. Faça 5 a 6 refeições por dia.
•Evite o açúcar
Os produtos açucarados são os mais procurados quando surgem estas vontades de comer. Se lhe apetecer um doce, coma uma peça de fruta com canela e um iogurte magro, uma gelatina com iogurte, um pedaço de chocolate negro com mais de 70 por cento de cacau ou uma barra de cereais sem açúcar. 
Os alimentos doces promovem certos estímulos cerebrais que podem viciar-nos em comida levando-nos a comer mesmo não tendo verdadeiramente fome.
• Coma de um modo inteligente
Controle a fome fazendo escolhas pouco calóricas e saudáveis.
• Escolha alimentos saciantes
Os alimentos ricos em proteínas bem como os ricos em gorduras saudáveis dão-nos mais saciedade e ajudam a controlar a fome. Os frutos secos, o abacate, o coco, por exemplo, são ricos em gordura. Fontes de proteínas mais saciantes: queijo fresco e barras proteicas. 
Caso continue a sentir fome, aumente um pouco o teor de hidratos de carbono.
• Distraia-se
Muitas vezes come-se porque não se tem mais nada para fazer. Perante um ataque de fome, saia de casa ou faça qualquer actividade que o mantenha afastado do frigoríficos e dos armários da cozinha.
• Aprenda com os erros
Após ter tido um ataque de fome ao qual não resistiu, o ideal, é aumentar a actividade física. Tenha pensamentos como: apesar deste episódio, amanhã não se vai repetir porque vou fazer exercício.


Fonte: Sapo_mulher

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Parceiros