Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

03
Dez18

Desafio natal

Ana Ni Ribeiro

Acucar droga.jpg

 

Lembram-se do desafio que vos fiz na semana passada? Não consumir alimentos com açúcar de adição até ao Natal, é este o desafio. Muitas de vocês (até agora só mulheres aceitaram o desafio) já aceitaram, espero que hoje se juntei muitas mais. 

O açúcar está presente em (quase) todos os alimentos. No entanto, com o surgimento de cada vez mais estudos que demonstram as consequências negativas que pode ter na nossa saúde, há uma preocupação crescente em cortar na ingestão de alimentos em que há a sua adição.

Muitas vezes as pessoas ingerem alimentos com açúcares "escondidos" só porque não sabem identificá-los nas tabelas de composição nutricional.

Qualquer ingrediente que termine em "ose" é um açúcar. Os mais frequentes são a sacarose, a glicose, a frutose e a galactose. Muitas vezes estes açúcares surgem sob a forma de xaropes.

O açúcar é considerado uma droga, pois, vicia e se consumido de modo regular, leva à perda de cálcio, magnésio e ferro. É responsável por um processo de inflamação generalizado, contribuindo para o envelhecimento precoce.

Os alimentos doces promovem certos estímulos cerebrais que podem viciar-nos em comida levando-nos a comer mesmo não tendo verdadeiramente fome.

A obesidade pode estar associada ao consume de alimentos ricos em açúcar altamento calóricos.

 

4 estratégias para cortar no consumo de açúcar:

Reduza o consumo de refrigerantes e de alimentos processados, se for comer sobremesa prefira sempre a fruta fresca, engane a vontade de açúcar com uma pastilha elástica sem açúcar, leia os rótulos.

11
Mar14

Açúcares escondidos

Ana Ni Ribeiro

Muitas vezes as pessoas ingerem alimentos com açúcares "escondidos" só porque não sabem identificá-los nas tabelas de composição nutricional.
Qualquer ingrediente que termine em "ose" é um açúcar. Os mais frequentes são a sacarose, a glicose, a frutose e a galactose. Muitas vezes estes açúcares surgem sob a forma de xaropes.
25
Fev14

Porque não conseguimos controlar-nos?

Ana Ni Ribeiro

Os números da obesidade no mundo são já alarmantes e, por mais campanhas que se faça, parece que nada resulta.
O mesmo pensou David Kessler, médico norte-americano e antigo responsável máximo pela FDA, a agência dos EUA que regula os medicamentos e alimentos) que, depois de anos a lutar contra a balança, tentou perceber o que está por detrás do peso excessivo. O resultado é o livro "The end of overeating: taking control of our insatiable appetite", em que explica partes desse interminável processo.
No livro, destaca os três principais vilões para um peso saudável: sal, açúcar e gordura. E o elevado consumo destes três elementos faz que as pessoas comam mais, porque causam compulsão alimentar, estimulam os neurónios e ajudam a libertar dopamina, um neurotransmissor que faz aumentar a vontade de comer.

Este trio de engorda também é usado como ingrediente de base para uma série de alimentos. Por exemplo, a fast food é rica em açúcar, sal e gordura e muitas vezes é de tal forma processada que quase dispensa a mastigação.

Será que o cérebro não enjoa aqueles alimentos? Segundo o autor, a combinação de sal, açúcar e gordura não produz a resposta do organismo para se adaptar. Se o estímulo for suficiente, o cérebro não se cansa. É o caso de alguns "hiperpalatáveis", como o chocolate.
Alimentos cheios de açúcar, gordura e sal podem modificar algumas estruturas cerebrais. Elas estimulam o sistema de recompensa. Quanto mais comemos, menos conseguimos controlar a vontade.
20
Ago13

Muito cuidado com o açúcar

Ana Ni Ribeiro

Investigadores da Universidade de Yale confirmaram o que sempre suspeitamos: a ingestão excessiva de açúcar pode deixar as crianças irritadas e dispersivas.

O estudo concluiu que o doce, além de provocar oscilações dos níveis de insulina no sangue, também aumenta a quantidade de adrenalina e esta em excesso pode provocar ansiedade, excitação e dificuldades de concentração.

Segundo os especialistas, os efeitos negativos da ingestão de doces, rebuçados e refrigerantes são maiores e mais evidentes quando as crianças ingerem açúcar com o estômago vazio. Um exame feito às ondas cerebrais das crianças, logo após terem comido doces e bebido refrigerantes, revelou, na grande maioria dos casos, mudanças significativas na sua capacidade de concentração. Alguns adultos, submetidos a uma dieta semelhante, não apresentaram os mesmos efeitos.

02
Out12

O açúcar escondido

Ana Ni Ribeiro


Sabia que uma lata de refrigerante contém o equivalente a cinco pacotes de açúcar que usamos no café? E que um boião de fruta para bebé pode ter tantos açúcares como uma mão-cheia de gomas?


Os mais variados e insuspeitos produtos, desde bebidas a medicamentos, contêm grandes quantidades de açúcares, muitas vezes de um modo disfarçado e quase sempre sem a refência à percentagem que é adicionada.

Os fabricantes usam e abusam dos açúcares, não só porque intensificavam o sabor doce, mas também porque funcionam como conservantes e podem melhorar a textura e corrigir a acidez dos alimentos. Sem darmos por isso, praticamente desde que nascemos, estamos a ingerir quantidades exageradas de açúcares e a viciar o paladar e o corpo.

Ao contrário do que poderíamos pensar, os bolos, chocolates, gomas e rebuçados estão longe de ser a única fonte de açúcares simples ingeridos ao longo do dia. Molhos como o ketchup, cereais de pequeno almoço, frutas em conserva, pão de forma embalado e muitos outros alimentos prontos a consumir fornrcem-nos o supérfulo "pó branco" portador de calorias que acabam por não queimar e acumular sob a forma de gordura.
20
Set12

Acabar com os mitos

Ana Ni Ribeiro

É bom ingerir alimentos ricos em açúcar antes de fazer exercício.
Facto ou Mito?

MITO!
Não é aconselhável a ingestão de alimentos muito ricos em açúcares simples antes de fazer actividade física (barras de cereais, bolos, chocolates, refrigerantes,...). Estes alimentos promovem a subida rápida de açúcar no sangue, podendo depois até ocasionar uma sensação temporária de fraqueza provocada pelo fenómeno de "hipoglicémia reactiva". O mais indicado é que cada indivíduo ingira uma refeição particularmente rica em hidratos de carbono complexos (por ex., arroz, batata, massa, pão) e líquidos (por ex. sopa e água) 3 a 4 horas antes de fazer exercício, ou, se isso não for possível, um lanche, como um pão de centeio com fiambre de peru e leite magro, ou uma barra de cereais integrais e sumo não açucarado, entre 60-90 minutos antes do exercício. 
Se optar por se exercitar de manhã, pode sempre ingerir um pequeno snack antes de sair de casa. Uma peça de fruta e um iogurte sólido magro representam uma opção interessante.
Um bom estado de hidratação é essencial para evitar a fadiga precoce. A ingestão de água frequente ao longo de todo o dia e um maior aporte nas horas que antecedem a prática de exercício - cerca de 500ml nos 60-90 minutos que o precedem- são recomendáveis.
16
Abr12

Resista ao açúcar

Ana Ni Ribeiro
Nas últimas semanas quem não viveu rodeado por doces? Quem resistiu aos doces da Páscoa? Raros são os que se acusam, recusando uma fatia de pão-de-ló, um saco de amêndoas, um bombom ou alguma outra sobremesa. Este excesso de açúcar típico das festas não é amigo da saúde. Sobretudo porque se junta a outros abusos gulosos que se cometem durante todo o ano.
Sem abusos diminui-se o risco de o doce se tornar amargo.
Leia a crónica completa: aqui.

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Parceiros