Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

06
Ago18

Mini gelados proteicos

Ana Ni Ribeiro

IMG_1647.jpg

 

Uma ideia super simples para um lanche proteico diferente. Pode guardar vários dias no congelador, não necessita comer tudo de uma vez!

Só precisa de 2 ingredientes:

1 abacate pequeno

1 colher de sopa whey protein sabor manteiga de amendoim (podem experimentar outros sabores)

IMG_2939.jpg

 

Com um liquidificador, ou uma varinha mágica, misturar bem os ingredientes até obter uma pasta homogénea. 

Colocar a mistura numa forma de cubos de gelo.

Levar ao congelador!

IMG_1641.jpg

 

02
Ago18

Tzatziki

Ana Ni Ribeiro

IMG_3169.JPG

Tzatziki é molho típico da Grécia, feito a base de iogurte e pepino, que normalmente é utilizado como entrada. É ideal para se fazer no verão ou em dias quentes pois é um molho leve e refrescante, que pode ser servido como um paté para barrar no pão ou como condimento para saladas. Sinta o sabor da Grécia em casa e não deixe de se apaixonar por essa iguaria.

FullSizeRender (19).jpg

 

Ingredentes
250 gramas de iogurte grego ligeiro
1 colher de sopa de azeite 
1 dente de alho
2 colheres de chá de hortelã picada (também usar endro)

2 pepinos

1 colher de chá de vinagre 

1 pitada de sal

pimenta branca (opcional)

 

Rale os pepinos com a parte grossa do ralador, sem as cascas e as sementes e coloque-os sobre um papel de cozinha para absorver o excesso de água.

Pique o alho e e a hortelã bem fininhos.

Misture estes ingredientes com o iogurte grego, o azeite e bata tudo muito bem. Acrescente o sal, o vinagre e a pimenta.

Deixe repousar no frigorífico pelo menos meia hora e sirva.

 

IMG_3171.JPG

 

31
Jul18

Gelado de manga sem açúcar

Ana Ni Ribeiro

a59ea3a0-d349-4548-9388-7fc648c8d1ed.JPG

 

Sabem aquela manga muito madura que ficou esquecida na fruteira? Vamos transforma-la em gelado.

 

Para 4 gelados

1 manga madura

1 iogurte natural 0%

Gotas de limão 

Canela

  

ade5987c-79f6-48b2-bdf4-0ea4c261eee1.JPG

 

Junte tudo num liquidificador e bata. Ou use a varinha mágica.

Coloque um pouco de canela em agumas das forminhas.

Verta o preparado, coloque os pauzinhos e leve ao congelador.

IMG_1643.jpg

 

 

30
Jul18

Tremoços? Sim, por favor.

Ana Ni Ribeiro

Tremoço.jpg

 

Os tremoços podem ser uma excelente opção quando lhe apetecer petiscar.

É uma leguminosa pouco calórica, pobre em gorduras e rica em proteínas, fibras e minerais, tais como o ferro, ácido fólico e zinco.

Devido ao alto teor em sal deve passar os tremoços por água corrente ou demolhar durante alguns minutos.

Um truque: coma os tremoços com casca. A casca do tremoço ajuda a controlar o açúcar no sangue e faz dele um alimento altamente saciante.

Um pires de tremoços oferece cerca de 70kcal. Desde que consumidos com moderação, são muito nutritivos e também dos aperitivos mais baratos nesta época do ano.

27
Jul18

Tudo de bom

Ana Ni Ribeiro

IMG_1465.jpg

 

Fui ao podcast #TudoDeBom e não podia deixar de partilhar convosco fotografias com um dos meus VeggieBowls preferido, e com a Vanessa Alfaro que foi uma deliciosa anfitriã.

IMG_1476.JPG

 

Para mim, há um verbo que sintetiza a capacidade de mudança. Utilize-o e inicie o caminho para uma vida mais saudável com as dicas do último episódio de #TudoDeBom

 

Vejam vídeo completo que se encontra no youtube da Iglo e descarreguem o podcast do itunes (ou da vossa app habitual). Levem-nos para a praia, para a vossa hora de almoço, antes de adormecerem, oiçam-nos no corredor dos congelados, mas não deixem de se divertir, inspirar e de aprender umas coisas giras connosco! 

23
Jul18

O testemunho da L.- consulta online

Ana Ni Ribeiro

consulta.jpg

 

São pessoas como a L. pelas quais me sinto realizado, estou sempre disponível e termino os dias feliz. Não são perfeitas, há dias menos bons, mas aprendem com os erros, e ganham confiança e novos hábitos. Fiquei arrepiada com o seu testemunho,  e muito orgulhosa!

"Pois é. Eu sou como tantas outras mulheres que já experimentou montes de dietas e de fórmulas mágicas para emagrecer. Sempre fui gordinha, sempre tive peso a mais. E comecei a preocupar-me com isso na adolescência porque todas as minhas amigas tinham namorado e eu não. Deixei de comer. Só tomava o pequeno almoço e o jantar por que eram as únicas refeições que os meus pais controlavam. Passei dos 80kg para os 60kg num instante. Até que desmaiei e fiquei assustada… Voltei a comer como antes e o peso voltou todo. 

Entretanto fui experimentando dietas de farmácia, comprimidos milagrosos perdia peso e depois voltava a ganhar tudo outra vez. Andei pelo menos 10 anos neste io io.

Conheci a Ana por acaso. Apareceu no Facebook, comecei a seguir a sua página porque as receitas interessavam-me. Mas não marquei consulta. Apenas ia vendo.

O ano passado engravidei. Já tentava há dois anos. Infelizmente ao fim de 6 semanas tive um aborto espontâneo.   Tentei relativizar a coisa, mas encontrei refúgio na comida. Comia tudo. Misturava doces com salgados. Comia até ficar enjoada. Engordei 8 kg em 2 meses.

Em Outubro fiz anos e pensei já chega de me maltratar. Marquei consulta com a Ana.
O plano alimentar que a Ana me indicou parecia-me bem. A conversa deu-me confiança de que ia conseguir e que nada era impossível depois de conhecer a história dela.

Aos poucos as roupas iam ficando largas, os centímetros iam diminuindo, os quilos também.

O meu metabolismo é lento e nem sempre acordava mas a Ana deu-lhe a volta.

Nunca tive vontade de desistir. A Ana esteve sempre comigo. Eu sentia-a sempre por perto, sempre a dar-me motivação. E isso fez toda a diferença.

Aprendi a comer e a fazer as escolhas certas.

Passaram 8 meses. Comecei com 76kg e hoje estou com 64kg. Faltam-me apenas 2kg para o meu objectivo mas tenho a certeza que vou conseguir.

Obrigada Ana"

 

Vamos equipa

17
Jul18

Desmitificar a barriga de cerveja

Ana Ni Ribeiro

Ao contrário do que muita gente pensa, a cerveja é a bebida alcoólica menos calórica, um fino tem cerca de 70kcal, e não deve ser conotada com a célebre “barriguinha”. A maioria das bebidas alcoólicas adquire o seu valor calórico através da quantidade de álcool, e de açúcar em alguns casos - espumantes, vinhos generosos e licores, por exemplo. Não tendo a cerveja açúcar e sendo a bebida alcoólica mais pobre neste calórico nutriente (um grama de álcool fornece 7 kcal, quase tantas calorias quanto um grama de gordura 9kcal) é fácil perceber que não será certamente pelo consumo moderado de cerveja que a barriguinha vai ficando proeminente.
Segundo investigadores suíços, a cerveja contém uma substância que combate a obesidade e melhora a força muscular. O potencial desta molécula, chamada nicotinamida ribósido, foi até agora testado em ratos. Espera-se agora que, estimulando a função mitocondrial com a molécula, os cientistas possam confirmar o aumento da longevidade e os outros efeitos para depois passar às experiências com humanos.

Relativamente às propriedades nutricionais da cerveja, esta é fundamentalmente uma bebida com mais de 90 por cento de água, quatro a cinco por cento de álcool (com excepção das cervejas gourmet) e quantidades vestigiais de fibra solúvel e hidratos de carbono. É uma fonte de vitaminas do grupo B e de alguns minerais destacando-se um ratio potássio - sódio muito favorável e co-responsável (juntamente com o álcool) pelo efeito diurético desta bebida.

É difícil dissociar se a origem dos efeitos positivos na saúde do consumo moderado de cerveja derivam do seu teor em álcool, se de outros componentes nutricionais. Em todo o caso, alguns estudos revelam um menor risco de desenvolvimento de diabetes associado ao consumo moderado de cerveja, tal como uma melhoria da densidade mineral óssea. Neste último caso, para além do efeito positivo do etanol, existe outro mineral específico da cerveja que promove a formação óssea: a sílica. Também na prevenção de problemas cardiovasculares e formação de trombos, a cerveja desempenha um papel significativo sendo o seu consumo regular muito importante para manter este efeito.

Em suma, todas as vantagens descritas poderão ser obtidas respeitando dois critérios no consumo: regularidade (quase todos os dias) e moderação (dois a três copos por dia). A partir de agora, em vez de culpar a cerveja pela “barriguinha”, poderá contar o número de copos em cima da mesa ou o tipo de aperitivos que a acompanhou!

09
Jul18

Aquela cor!!

Ana Ni Ribeiro
Conheça alguns alimentos que nos ajudam a ficar e a manter bronzeados!

- Vitamina A: é responsável pela saúde da pele e dos cabelos. A substância activa dessa vitamina é o retinol, cujo precursor é o beta caroteno. As melhores fontes de vitamina A são os alimentos amarelo-alaranjados – como cenoura, abóbora, damasco, laranja, papaia, manga e pêssego – e vegetais verde-escuro, como espinafre, brócolos, rúcula, agrião e couve.

- Vitaminas E e C: aumentam o aproveitamento da vitamina A. Encontramos a vitamina C em frutas (acerola, laranja, limão, maracujá, kiwi, morango) e nos vegetais verde-escuro. Já a vitamina E pode ser encontrada em sementes (castanhas, nozes, avelã, etc), em óleos vegetais (soja, canola, girassol, etc) e no gérmen de trigo. Tente consumir esses alimentos crus ou pouco cozido.

Além do bronzeado mais bonito e duradouro, as vitamina A e C são importantes para manter a integridade da pele, das unhas e dos cabelos. Então, aproveite estas dicas e fique linda(o) não só no verão, mas durante todo o ano!
Não se esqueça de usar protector solar, e de não se expôr ao sol nas horas de maior intensidade.


 
06
Jul18

Sorvete de meloa

Ana Ni Ribeiro

Prepare uns gelados de fruta deliciosos, muito fáceis de fazer, e sem açúcar, para refrescar este fim de semana que se prevê quente.

                                                       


Para 6 
240 ml água
20g de stevia (opcional)
1 meloa
1 colher de sopa sumo de limão
uma pitada de sal



Coloque a água em uma panela com a stevia, e cozinhe em fogo médio até que fique dissolvida. Deixe arrefecer à temperatura ambiente.
Corte a meloa em pedaços e coloque no liquidificador com a calda da stevia, o limão e o sal. Triture bem até obter uma massa lisa e livre de grumos.
Em seguida, adicione a mistura aos moldes, coloque o pauzinho e coloque-os no congelador 5 horas, no mínimo.

03
Jul18

O que comer na praia?

Ana Ni Ribeiro

Verão é sinónimo de praia. Dias grandes, férias, sol, mar e refeições na areia. Nestes meses, tal como nos outros, devemos ter cuidado com a alimentação. Este cuidado não se prende apenas com a necessidade de refeições saudáveis, mas também por causa do calor necessitamos beber mais água e as refeições devem ser leves.

As sandes e as saladas são as opções mais simples. As sandes podem ser de atum (em água), fiambre de peru ou de requeijão, sem adição de molho. Não se esqueça de colocar alface e tomate, e um pouco de orégãos.

Em relação ao pão, escolha o integral, de centeio ou mistura. Embrulhe-as em papel de alumínio. Se optar pelas saladas, prepare-as antes de sair de casa, não coloque molhos, e transporte-as em caixas fechadas, dentro de numa geleira.

Além dos legumes e vegetais, as saladas podem conter uma fonte de proteína, por exemplo, um ovo cozido ou delícias do mar, e de hidratos de carbono, como leguminosas ou massas.

Pode também levar legumes para comer, como snacks: cenoura, tomate cereja, aipo ou maçarocas de milho.

A fruta é algo que não pode esquecer. Há várias opções:
- Fruta de roer: maçãs, pêras, alperces, ameixas, pêssegos, nectarinas;
- Fruta para snack: uvas, cerejas, morangos, amoras, framboesas, mirtilos;
- Fruta para hidratar: meloa, melão, melancia, laranjas, kiwi, ananás, limão, toranja.

Na geleira pode também levar iogurtes (magros) ou pacotinhos de leite para o lanche. Leve numa caixinha aveia integral ou sementes e junte 2 colheres a cada iogurte.
As bolachinhas de arroz ou milho são também uma opção prática e saudável.

A água ajuda a manter a hidratação do corpo porque repõe minerais perdidos com o suor. Beba pelo menos 2 litros por dia, aumentando a quantidade nos dias mais quentes. Lembre-se que os refrigerantes e as bebidas alcoólicas não matam a sede.

Na praia, as bebidas alcoólicas devem ser consumidas com muita moderação: são altamente calóricas e desidratantes.

Se comer nos bares da praia preste atenção ao aspecto dos alimentos, à limpeza dos espaços e evite alimentos que contenham maionese ou outros molhos. E faça escolhas saudáveis.

Caso opte por comprar alimentos aos vendedores ambulantes mantenha estes mesmos cuidados.

Faça boas escolhas e tenha um melhor dia de praia!

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Parceiros