Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

31
Mai16

Muffins de farinha de castanha

Ana Ni Ribeiro

IMG_3273.JPG

 

Usei farinha de castanha pela primeira vez há dias, e tenho-vos a dizer que fiquei fã.

Encontrei esta farinha na Amálgama e tive que experimentar.

 

Espero que gostem destes muffins de castanha

 

200g de farinha integral

120g de farinha de castanha

1 colher de sopa de canela

2 colheres de sementes de chia

3 colheres de sopa de stevia

1 iogurte natural magro

2 ovos

2 colheres de café de fermento em pó

raspas de 1 limão

1 pitada de sal

 

Pré-aqueça o forno a 180ºC.

Separa as gemas das claras. Bata as claras em castelo com uma pitada de sal. Reserve.

Numa taça misture todos os ingredientes excepto as claras em castelo. Junte as claras e envolva com cuidado.

Corte papel vegetal e forre as forminhas.

Leve a assar cerca de 35 minutos ou até os muffins estarem dourados

IMG_3271.JPG

 

 

21
Mai16

4 razões porque não consegue emagrecer

Ana Ni Ribeiro

15731932_a8MVN.jpeg

Apesar do facto de muitos portugueses dizerem que estão a fazer dieta para emagrecer e ganhar saúde, poucos estão realmente a conseguir. Fazer dieta para perder massa gorda é uma habilidade, assim como andar de bicicleta, e requer prática e boa instrução. Há quem caia e se sinta frustrado mas à medida que vai tendo sucesso fica mais fácil.


Aqui estão as quatro principais razões porque não se consegue perder peso.

1. Calorias consumidas subestimadas
A maioria das pessoas subestima o número de calorias que ingere por dia. Esse problema pode ser ultrapassado se escrever tudo que come, incluindo bebidas. Um diário alimentar pode ajudar a aumentar a autoconsciência. Preste atenção ao servir, mantenha as porções com um tamanho razoável. Alimentos consumidos fora de casa tendem a ter porções muito maiores e a ser mais calóricos.

2. Atividade física e calorias queimadas sobrestimadas
Normalmente, é preciso cortar cerca de 500 calorias por dia para perder 1 kg por semana. Isto é difícil de conseguir apenas através de exercícios, pois exige 60 minutos ou mais de atividade muito vigorosa todos os dias. Uma meta mais viável será a de tentar aumentar a atividade durante todo o dia e um total de 30 minutos de exercício moderado/vigoroso na maioria dos dias da semana. Compre um pedômetro e acompanhe os seus passos: tente atingir uma meta de 10000 passos por dia, mas tenha cuidado - o exercício não é uma desculpa para comer mais!

3. As horas das refeições
 Nós precisamos de um fluxo constante de glicose ao longo do dia para manter a energia ideal e para evitar que o metabolismo abrande. Comer o pequeno-almoço todos os dias até uma hora depois de acordar, depois comer um lanche saudável ou uma refeição a cada três é importante. Tente não ir mais de 4 horas sem comer um lanche saudável ou uma refeição para manter seu metabolismo estável.

4. O sono inadequado
Vários estudos têm mostrado que as pessoas que dormem menos de seis horas têm níveis mais altos de grelina, o que é uma hormona que estimula o apetite. Além disso, menos sono aumenta os níveis de cortisol, uma hormona do stresse, o que pode levar ao ganho de peso.

19
Mai16

Acidez positiva

Ana Ni Ribeiro

Use o vinagre nos seus temperos e dê sabor aos pratos adicionando poucas calorias. Aqui tem mais três boas razões para fazer essa opção:

 

  1. Ajuda a controlar a pressão arterial e os níveis de glicemia.
  2. Facilita a digestão.
  3. Estimula a produção de proteínas que auxiliam o organismo a eliminar gordura.

 

 

17
Mai16

Aprenda a prevenir e a controlar a hipertensão arterial

Ana Ni Ribeiro

hta.jpg

 

A hipertensão arterial (HTA) é o principal factor de risco da doença cardiovascular e representa um dos maiores problemas de saúde pública em Portugal: cerca de 40 por cento dos portugueses adultos são hipertensos, mais de 50 por cento não têm a doença diagnosticada e apenas 11 por cento dos doentes estão controlados.

Importa salientar dois aspectos fundamentais que contribuem para o desenvolvimento de hipertensão e doenças cardiovasculares: alimentação inadequada e consumo excessivo de sal.

Uma dieta rica em calorias, com alto teor de gorduras saturadas e pobre em nutrientes essenciais é prejudicial à saúde e contribui para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. É sabido que um elevado teor de sal na dieta é, também, um dos mais importantes fatores de risco no aumento da pressão arterial . O consumo de sal em Portugal é de cerca de 10,7 gramas por dia, por habitante, permanecendo assim cerca de duas vezes acima do valor recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) – menos de 5g por dia. O sal é responsável não só pelo aumento da pressão arterial, mas também pela descoordenação de vários eixos hormonais que virão, pela sua acção a prejudicar também directamente os vasos sanguíneos e a actividade cardíaca.

As estratégias preventivas, se aplicadas precocemente na vida, apresentam um potencial enorme para prevenir o desenvolvimento de HTA e de reduzir a carga total de doença hipertensiva e suas complicações. Para diminuir a pressão arterial e o risco cardiovascular, as alterações no estilo de vida são largamente consensuais e devem ser instituídas a todas as pessoas, independentemente da necessidade de terapêutica antihipertensora:

Redução do consumo de sal na alimentação (encontra-se naturalmente não só no sal de cozinha, mas também em vários alimentos, como os produtos de charcutaria, os queijos curados, o pão, os alimentos enlatados, as refeições congeladas ou pre-cozinhadas); Quando for fazer as suas compras não se esqueça: há alimentos que naturalmente contêm elevados valores de sódio. Tome atenção aos rótulos e evite os que têm mais de 5% da dose diária recomendada (DDR) de sódio ou com mais de 1,5 g de sal por 100 g.

Dieta equilibrada: aumento do consumo de frutas, legumes; diminuição da ingestão de gorduras saturadas presentes em certos alimentos (por exemplo carnes vermelhas, gema de ovo, manteiga, queijos curados, produtos de charcutaria e alimentos pré-cozinhados);

Moderação do consumo de álcool (por exemplo, um copo de vinho tinto à refeição);

Prática regular de exercício físico, sobretudo com movimentos aeróbios (marcha, corrida, natação ou dança);

Abandono do tabagismo;

Redução e/ou controlo do peso, caso se verifique excesso de peso ou obesidade.

 

A HTA, como doença crónica que é, necessita da terapêutica e vigilância continuada no tempo, sendo importante não esquecer que a interrupção da terapêutica, absoluta ou intermitente, pode associar-se a um agravamento da situação clínica.

12
Mai16

5 truques para exterminar a barriga

Ana Ni Ribeiro

 

Evite doces, pães e biscoitos feitos com farinha branca 
Estes alimentos têm alto índice glicémico, favorecendo a acumulação de gordura na barriga. Substitua-os pelos integrais. Ricos em fibras, com índice glicémico baixo ou moderado, demoram mais tempo para ser transformados em açúcar no sangue - e têm vitaminas do complexo B, fundamentais para manter o intestino saudável. 

Não abuse da carne vermelha 
A carne vermelha demora para ser digerida, ficando mais tempo no organismo e dilatando o abdómen. Prefira carnes magras como o frango, peru ou coelho, ou peixes como salmão e atum.

Atenção às fibras 
Para o intestino funcionar bem, é necessário consumi-las. Mas se você não beber água suficiente para hidratá-las congestionam o intestino, aumentando a produção de gases e provocando cólicas. Então, combine as duas coisas: fibras e água - 2 litros por dia é uma boa medida. 

Cuidado com feijão, couve, brócolos e repolho 
Para algumas pessoas, estes alimentos provocam prisão de ventre e incham a barriga. No caso do feijão, o truque é deixar o grão de molho e trocar a água várias vezes para eliminar as substâncias que provocam a fermentação. Os legumes mencionados não devem ser totalmente retirados do plano alimentar, pois contêm nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo. Um truque é eliminá-los do prato uma semana quando tiver um compromisso e quiser exibir a barriga super seca. 

Exercício aeróbico para queimar os excessos 
Correr, pedalar, saltar à corda... Qualquer uma destas atividades é essencial para conquistar uma barriga lisinha e uma cintura modelada. Afinal, os resultados da aula de abdominal só vão aparecer depois da gordura que insiste em se acumular for exterminada.

Além disso, esse tipo de exercício é tiro e queda para afastar o stresse. O que o stresse tem a ver com a barriga? Tudo. Quando você está stressado, o organismo estimula as glândulas supra-renais, que produzem cortisol. O cortisol alia-se à insulina e, juntos, favorecem o depósito de gordura. O ideal é escolher uma modalidade e praticá-la, no mínimo, de 30 a 40 minutos - de 3 a 5 vezes por semana.

10
Mai16

Bolinhas de atum no forno

Ana Ni Ribeiro

IMG_1906.JPG

 

Ingredientes
2 latas de filetes de atum La Gondola
100 g de farelo de aveia
100g de queijo ralado magro
1 malagueta pequena
2 ovos
2 colheres de cebolinho picado
Molho agridoce (Para servir, é opcional)

 

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Misture todos os ingredientes numa taça e envolva bem. Forme bolinhas.
Pincele um tabuleiro com azeite ou forre com papel vegetal, coloque as bolinhas e leve ao forno cerca de 10 minutos, ou até ficarem douradas.

Sirva as bolinhas com molho agridoce como entrada, ou como prato principal com arroz de legumes.

FullSizeRender (15).jpg

 

09
Mai16

Batidos de fruta pós-treino

Ana Ni Ribeiro

FullSizeRender (14).jpg

 Está a decorrer, até amanhã, o passatempo Mimosa corrida da mulher. Habilite-se a ganhar dois dorsais para a corrida enviando-me uma receita de batido e respectiva fotografia.

Os batidos de fruta são uma excelente bebida-pós treino.

Têm elevada quantidade de nutrientes, como proteína e vitaminas nomeadamente Vitamina C, que é um forte regenerador celular e antioxidante, sendo por isso os batidos de fruta muito importantes para aumentar a % de massa muscular e para promover uma boa recuperação pós treino.

 

Deixo-vos duas receitas de batidos de fruta para se inspirarem

IMG_2840.JPG

 

Batido de banana e frutos vermelhos

200 ml de leite magro mimosa

1 banana pequena 

1 taça pequena de frutos vermelhos congelados

1 colher de sopa de sementes de linhaça em pó

Raspas de gengibre

IMG_2839.JPG

 

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata. Sirva com uma folha de hortelã.

Beba de seguida

 

IMG_2835.JPG

 

Batido de kale e framboesa

200 ml de leite magro mimosa

1 folha de kale

1 taça pequena de framboesas

6 bagas goji

1 colher de café de pó de maca

1 colher de sopa de sementes de chia

1 colher de chá de Stevia (opcional)

 

Coloque no liquidificador todos os ingredientes, menos as bagas goji. Bata bem.

Vire para um copo e junte as bagas goji, algumas sementes de chia e folhinhas de manjericão (opcional)

 

(Este batido foi inventado da última vez que a Joana do blog Team Gunn esteva cá em casa.) 

07
Mai16

Vamos fazer a corrida da mulher?

Ana Ni Ribeiro

Imagem Corrida da Mulher 16.jpg

 

No próximo dia 15, realiza-se a Corrida da Mulher EDP – Lisboa, a Mulher e a Vida, junto à Torre de Belém. Exclusivamente destinada a mulheres a partir dos 14 anos, as receitas das inscrições são aplicadas na compra de aparelhos de rastreio do cancro da mama.

Eu e a Mimosa marcamos uma vez mais presença! 

A Mimosa, irá disponibilizar um serviço que, em poucos minutos, permite a qualquer mulher perceber se está a consumir o cálcio que necessita para o seu bem-estar físico, independentemente da idade

A par dos rastreios gratuitos do consumo de cálcio e avaliação da saúde óssea, terá hipótese de saborear deliciosos e revigorantes batidos de frutas variadas, pois o leite é reconhecido em diversos estudos científicos como bebida desportiva. Reidrata, ajuda na recuperação dos nutrientes perdidos no desgaste do treino, e na tonificação.

Há evidências científicas a suportar o uso de leite magro simples ou com chocolate após o exercício por atletas que se submetem regularmente quer a treino de endurance, quer a treino de força.
O leite magro possui características nutricionais que teoricamente o tornam uma potencial bebida de recuperação. A quantidade de hidratos de carbono, a lactose, presente na sua constituição é semelhante às encontradas em muitas bebidas desportivas no mercado. Contém caseína e proteínas do soro de 3:1 o que leva à digestão e absorção lentas, levando à subida sustentada das concentrações de aminoácidos no sangue. O leite contém também elevadas concentrações de electrólitos, que são naturalmente perdidos pelo suor durante o exercício.

Milk: the new sports drink? A Review

Chocolate milk: a post-exercise recovery beverage for endurance sports
Science of Chocolate Milk as Recovery Drink


Desafio as mulheres de todas as idades para este programa divertido de incentivo à boa saúde no feminino. Estão todas convidadas a percorrerem 5 Km, a caminhar ou a correr, e a aproveitarem um programa rico em música, batidos de leite com cálcio e muito exercício! 

 

Tenho 2 dorsais para oferecer para a corrida. Para se habilitarem apenas precisam de enviar para anapimentaribeiro@gmail.com uma receita de um batido com leite mimosa.

Junte-se a nós para uma vida feminina mais saudável!

07
Mai16

Controle o apetite

Ana Ni Ribeiro
Chegou a hora de acabar com a mania de petiscar entre refeições ou perder a cabeça por uma fatia de tarte ou de bolo.
 
Veja o que deve fazer para controlar os seus ataques de fome.
 
Identifique o que a leva a comer
Reconhecer que comendo satisfaz uma necessidade emocio­nal (por exemplo, um mau dia de trabalho) é o primeiro passo. Tente satisfazer essa necessidade com algo que não seja comida, ou então, escolha alimentos pouco calóricos.
 
Faça uma alimentação equilibrada
A relação entre hidratos de carbono, proteínas e gorduras no seu dia alimentar deve ser equilibrada. Os hidratos de car­bono devem representar cerca de 55-60% das calorias ingeridas, as proteínas entre 12 e 15%, e as gor­duras, 30-35%. Se respeitar estas percentagens, estará a optimizar o processo de combustão de gorduras e a melhorar os níveis de energia física e mental. E assim não sentirá necessidade de comer entre refei­ções, não terá vontade de comer doces nem oscilações de humor.
 
Beba água, muita água
Beber um copo de água antes das refeições sacia, logo, ajuda a controlar o tamanho das porções. Para além disso, se beber água durante e depois das refeições, os sucos gástricos diluem-se e o grau de acidez do estômago diminui. Isto provoca um abrandamento do processo de di­gestão, através do qual se prolonga a sensação de estômago cheio.
 
Diga adeus à fast-food
O seu excesso de farinhas refinadas e de gorduras saturadas é uma bomba para o coração. Para além de conter calorias e muito poucos nutrientes, aumenta a quantidade de açúcar no sangue, dei­xando os níveis de energia de rastos e provocando-lhe vontade de comer alimentos calóricos logo de seguida.

Pág. 1/2

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Parceiros