Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

23
Mar17

Chá de hibisco, o poderoso

Ana Ni Ribeiro

hibisco.jpg

 

Eu sou fã do chá de hibisco. Este chá estimula a queima de gordura corporal, facilita a digestão, regulariza o trânsito intestinal e ajuda a combater a retenção de líquidos.



Para fazer o chá

Aqueça 1 litro de água. Mal comece a levantar fervura junte 2 colheres de sopa cheias do hibisco seco (ou 2 saquinhos). Desligue o lume, tape e deixe descansar por 5 minutos (10 no máximo). Coe em seguida. Evite voltar a aquecer para não diminuir os efeitos terapêuticos da planta.
 

Junte outros ingredientes para variar o sabor e potenciar os seus benefícios

1. Faça o chá com 1 litro de água, acrescente 1 colher de sopa de hibisco e 1 colher de sopa de cavalinha.

2. Acrescente ao chá de hibisco, feito com 1 colher de sopa para 1 litro de água, clorela (1 colher de sobremesa).

3. 1/2 litro de água, 2 colheres de chá de folhas de alcachofra, 2 colheres de chá de cavalinha e 2 colheres de chá de hibisco.

01
Mar17

Lasanha de beringela

Ana Ni Ribeiro

Ingredientes

1 beringela média 
1 tomate garnde cortado em fatias, sem sementes 
1/2 cebola cortada em cubinhos 

1 dente de alho
Ervas da Provence q.b.
1 chávena de molho de tomate 

1 queijo mozzarella light

1 colher (sopa) de azeite

Sal q.b.

Modo de fazer

Aqueça o azeite e deixe dourar a cebola e o alho, acrescente o molho de tomate e as ervas e um pouco de sal. Reserve.

Corte a beringela (no comprimento) em fatias bem finas. Coloque em água e sal e deixe durante meia hora. Retire da água e seque bem com papel de cozinha.

Polvilhe as fatias com as ervas. Grelhe rapidamente as fatias. Reserve.

Monte como a lasanha normal. Primeiro, uma camada de beringela, depois de tomate. Regue com duas colheres de molho de tomate, cubra com uma camada de tomates. Finalize com a beringela e mais molho de tomate. Leve ao forno por 10 minutos.

Na hora de servir, decore com rodelas de mozzarella light e ervas frescas.

 

Bom apetite

 

11
Jan17

4 alimentos para ganhar músculos

Ana Ni Ribeiro

musculos.jpeg

Aliar exercício físico com certos alimentos é meio caminho andado para ter músculos durinhos. 

1. Batata-doce: Apresenta baixo índice glicémico e é rica em fibras, o que garante saciedade por mais tempo. Para quem pratica atividade física é altamente recomendada porque mantém o bom nível de energia durante o treino. É rica em betacaroteno, vitaminas antioxidantes e também vitamina K, que ajuda no controlo de retenção de líquidos. 

2. Beterraba: melhora o desempenho durante os exercícios. Ela também tem alto teor de vitaminas A, B1, B2, B5, B6, C, E, K, além de ácido fólico, potássio, cálcio, ferro, cobre, manganês e magnésio. Uso em saladas ou sumos.

3. Tomate: o seu alto teor de licopeno ajuda a neutralizar radicais livres. Favorece a recuperação de energia para o próximo treino. 

4. Proteína: encontrada em aves, carnes, ovos de galinha e peixes. Também previne o enfraquecimento muscular e a perda de tecidos. Para os vegetarianos a dica são as proteínas vegetais encontradas no tofu, grãos, leguminosas e laticínios.

04
Jan17

Curcuma, a especiaria anti-inflamatória

Ana Ni Ribeiro

curcuma.jpg

 

A curcuma, também conhecida como açafrão da terra ou açafrão das Índias, tem sido estudada pelos seus efeitos anti-inflamatórios em casos de atrite reumatóide, doenças cancerígenas, Alzheimer e osteoatrite, Se juntar pimenta preta o seu efeito é potenciado.

Além disso, esta especiaria é uma aliada na dieta de emagrecimento. Este anti-inflamatório natural ajuda a perder peso graças à curcumina (o seu ingrediente activo) que ajuda a limpar as toxinas e inflamações associadas ao ganho de peso.

02
Jan17

Alimentação pós-parto

Ana Ni Ribeiro

pos parto.jpg

 

Conheça algumas recomendações importantes para a alimentação no pós-parto:
 
Beba mais água.

Mesmo que já tenha esse bom hábito e ande sempre com uma garrafinha, durante a lactação vai precisar de muito mais. Deve ingerir, no mínimo 3 litros por dia. Prefira água, pois sumos, embora saudáveis, podem ser muito calóricos. Se ingerir chás, evite os que contêm teína, como o chá preto e o verde, pois essa substância passa para o bebé através do leite e pode deixá-lo agitado. Encontra no mercado versões descafeínadas.
 
Coma de 3 em 3 horas.

Essa regra preciosa é importante para manter a glicemia - taxa de açúcar no sangue - estabilizada, evitando aqueles "ataques" de fome. Às mulheres que amamentam durante a madrugada, recomendo que façam um lanchinho a meio da noite se tiverem fome - um iogurte magro, por exemplo.
 
Evite alguns alimentos para prevenir cólicas. 

Embora as cólicas estejam relacionadas com o amadurecimento da flora intestinal da criança, é possível ajudá-la a transpor essa fase de forma mais tranquila cuidando da alimentação materna. Evite ou ingira com muita moderação alimentos que causam flatulência, como repolho, grão de bico, cebola e doces, pois também podem causar desconforto no bebé. Suspeita-se também que o chocolate possa ter esse efeito.

29
Nov16

Compota de abóbora, maçã, gengibre e canela

Ana Ni Ribeiro

image.jpg

 

image.jpg

 

image.jpg

 

Quando uma abóbora hokaido laranja conhece maçãs reinetas nasce uma bela compota.

Como fazer? Muito simples e rápido. Cortamos as maças e a abóbora em pedaços e pesamos. Depois devemos usar 1/4 do peso determinado em adoçante (uso stevia). Cerifiquem-se que estão a usar um adoçante que pode sofrer ação do calor. Adicionamos o adoçante, lascas de gengibre e deixem repousar. Depois juntamos paus de canela e sumo de limão. Deixamos cozer em lume brando. Nem é preciso usar a varinha mágica para obter a consitência pretendida. Juntamos canela em pó e coloca-se em frascos estéreis. Cubra a parte superior da compota com uma fina camada de canela. A canela além de dar sabor permite retardar o aparecimento de fungos (bolor). Depois dos frascos estarem fechados devem ser colocados ao contrário. Bom proveito.

25
Nov16

Curgetes para todo o serviço

Ana Ni Ribeiro

As curgetes, fazem parte do grupo de alimentos que devemos ingerir com frequência: são pouco calóricas e muito nutritivas devido ao alto teor em minerais e vitaminas, sem esquecer a fibra. Além disso, podem ser usadas em quase todos os pratos, sob a forma de sopas, saladas, recheadas,... É um alimento que facilita a digestão e tem efeito laxante, o que a torna indicada para quem sofre de gastrite ou prisão de ventre. Ajuda a regularizar os níveis de tensão arterial por ter um elevado nível de potássio e um baixo nível de sódio.
16
Nov16

5 benefícios da comida picante

Ana Ni Ribeiro

comida picante.jpg

 A comida Mexicana, Goesa e Indiana onde o picante extra é a ordem dia estão na moda.

É normal que estas refeições tenham um sabor mais quente do que tolerado pelo paladar de algumas pessoas. Mas o picante tem benefícios para a nossa saúde, conheça alguns:

 

Zero congestão nasal. É muito chato estar com o nariz entupido, mas nada como um caril com picante extra para melhorar. 

 

Maior esperança e qualidade de vida. A capsaicina, presente na pimenta, tem efeito anti-microbiano, anti-oxidante,  anti-inflamatório e previne o cancro. Por sua vez, exerce uma acção sobre a flora intestinal reduzindo o risco de diabetes.

 

Melhor aparência da pele. A pimenta é o ingrediente perfeito para limpar poros, mordendo apenas um pedaço, o organismo começa imediatamente a suar. Isto ajuda a abrir e, consequentemente, beneficia a aparência da pele. 

 

Perder peso. Pelo seu efeito termogénico, acelerando o metabolismo, ajuda a perder os quilos extra.

 

Aumenta o fluxo sanguíneo. Quanto mais picante melhor pois ajuda a melhorar a circulação sanguínea. Os componentes picantes ajudam a aumentar o fluxo de sangue através do aumento da velocidade de bombeamento do coração.

28
Out16

Reforce as suas defesas naturais à mesa

Ana Ni Ribeiro


As estações mais frias, Outono e Inverno, são muitas vezes sinónimo de constipações e gripes, cansaço e feridas que demoram mais tempo a cicatrizar, mas este ano não precisa ser assim. Há alimentos e estratégias que ajudam a aumentar as nossas defesas e a reforçar o sistema imunitário.

1. A dieta que reforça as defesas

Reduza a ingestão de carnes vermelhas e derivados
São ricos em gordura saturada, responsável pelo aumento dos níveis de gordura no sangue. Opte por peixe, proteínas vegetais, frutos secos e leguminosas para o aporte de proteínas.

 

Evite o açúcar
É considerado uma droga, pois, se consumido de modo regular, leva à perda de cálcio, magnésio e ferro. É responsável por um processo de inflamação generalizado, contribuindo para o envelhecimento precoce.

Vitamina D
É uma vitamina cujos efeitos na prevenção de gripes e constipações tem vindo a ser comprovado. Um estudo recente publicado na revista Archives of International Medicine confirma que o seu consumo poderá diminuir o risco de contrair estas doenças. Consuma lacticínios, sardinhas, arenque, salmão e fígado.

Zinco
Este mineral é um suporte importante do sistema imunitário. Coma peixe, marisco, gema de ovo, cogumelos, beterraba, alface, couve, laranjas e alperces para evitar a severidade dos sintomas das constipações.

2. Pratique exercício físico
A actividade física regular aumenta o metabolismo e reduz a tensão arterial, o stress, a gordura e os radicais livres. Combine exercícios de força com outros aeróbicos. Subir escadas ou ir às compras a pé também conta.

3. Descanse
É durante o sono profundo que o corpo liberta substâncias que fortalecem a função imunológica, por isso, tente dormir o tempo necessário.

4. Aposte na higiene
Lavar frequentemente as mãos ajuda a reduzir a proliferação de vírus e bactérias. É na cozinha, curiosamente, que se verifica a maior contaminação, assim, lave as mãos antes de comer, depois de ir à casa de banho e quando manusear alimentos.

5. Seja feliz
Sentir-se bem consigo próprio é essencial para a saúde. Por isso, faça coisas que lhe dêem prazer: saia com os amigos, leia um livro, faça uma massagem, vá jantar fora, namore...

18
Out16

Renda-se às sementes de funcho

Ana Ni Ribeiro

funcho.jpg

 As sementes de funcho são usadas na medicina há mais de 4 mil anos. Ajudam na digestão e a reduzir o tão indesejado inchaço na barriga. Têm propriedades anti-inflamatórias e são ricas em antioxidantes, ferro e fibras. Podem ser um excelente aliado do fígado, uma vez que promove a eliminação de toxinas.

Se não souber como inclui-las na sua alimentação, adicione às suas saladas, mastigue-as após a refeição ou faça chá.

 

 

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros