Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

16
Out17

Pão de coco e queijo quark

Ana Ni Ribeiro

FullSizeRender (25).jpg

 Deixo-vos uma receita extremamente simples de um pão diferente.

 

Ingredientes

20 g farinha maizena

70 g de flocos de aveia integral

2 claras de ovo

1 ovo

60 ml de leite magro (pode ser substituído por bebida vegetal sem açúcar)

40 g de coco ralado

Sumo e raspas de meio limão

150 g de queijo quark 0%

Extrato de baunilha

2 colheres de sopa de stevia em pó 


Preparação 

Numa taça junte a maizena, a aveia, as claras de ovo, o ovo, o sumo de limão e o leite. Bata bem.

Adicione o queijo quark, a stevia e o essência de baunilha. 

De seguida, leve a massa ao forno numa forma retangular durante 15 minutos, até estar cozido.

Pode cobrir o bolo com queijo quark e coco ralado antes de servir, ou se preferir sirva sem cobertura. 

IMG_9619.JPG

 

 

 

07
Jan14

Pão dukan

Ana Ni Ribeiro

Um pão rápido de fazer, rico em proteínas e pobre em hidratos de carbono.

 

Ingredientes 
1 col. (sopa) de farelo de trigo 
2 col. (sopa) de farelo de aveia 
1 col. (sopa) de queijo barrar 0% de gordura 
1 col. (chá) rasa de fermento em pó 
1 ovo 

Modo de preparação
Misture o farelo de trigo com o farelo de aveia. Coloque os farelos num recipiente e acrescente o queijo com 0% de gordura, o fermento em pó e o ovo. Misture tudo e cozinhe durante 4 minutos no microondas. Desenforme e deixe arrefecer.

Dica: não é necessário adicionar sal.

Também pode cortar o pão e colocar na torradeira, para ter fatias mais crocantes.

10
Dez13

Guerra à fome

Ana Ni Ribeiro

Num estudo comparativo de pequenos-almoços idênticos, excepto no tipo de pão, investigadores suecos descobriram que quem comia pão de centeio tinha menos fome, ao fim de oito horas, do que os que comiam pão de trigo. Os cientistas defendem que quando a fibra de centeio fermenta no cólon são formados compostos que contribuem para a sensação de saciedade.
27
Mai13

Somos os que comemos: adeptos de pão e massas

Ana Ni Ribeiro

Os seus alimentos de eleição actuam no organismo de modo diferente, descubra as diferenças e conheça as opções mais saudáveis.

Os alimentos ricos em hidratos de carbono devem fazer parte da alimentação diária. Saiba porquê.
O pão, cereais e massa são alimentos ricos em hidratos de carbono, os nutrientes que fornecem energia ao corpo. Fazem parte da dieta mediterrânica, que está associada a uma maior longevidade e à prevenção de problemas coronários, hipertensão, alguns tipos de cancro e hipertensão.

A Organização Mundial de Saúde, defende que os hidratos de carbono devem fornecer entre 55 a 65% das calorias diárias. As opções mais saudáveis são as que fornecem um maior teor em fibras, como o pão escuro, o de mistura e a massa integral, pois provocam maior saciedade, são ricos em vitaminas e minerais e regulam o trânsito intestinal. Prefira as versões com menor teor de sal. As piores opções são as que estão associadas a grandes quantidades de gordura: pizzas com muito queijo, massas com molhos gordos, sandes com maionese, pão com queijo gordo, enchidos ou patês.

Deve acompanhar estes alimentos com legumes e hortaliças, fruta, peixe ou carne, em quantidades moderadas.
Se é viciado em pão e massas deve substituir o pão e a massa de trigo por pão integral de centeio e outros cereais integrais como aveia, cevada, arroz e milho. Irá sentir-se melhor.
Em caso de intolerância ao glúten, doença celíaca, uma proteína presente no trigo, centeio, cevada e aveia, a alimentação deve excluir os alimentos que o contenham, optando pelas alternativas sem glúten.

12
Ago10

Pão menos salgado

Ana Ni Ribeiro
Comer pão em Portugal vai ser mais saudável a partir de hoje com a entrada em vigor da nova lei que obriga a uma menor quantidade de sal no pão vendido em Portugal.

A nova lei define um teor máximo de 1,4 gramas de sal por 100 gramas de pão e obriga a que os rótulos das embalagens de alimentos pré-embalados prestem informação sobre a quantidade relativa e absoluta de sal na embalagem por percentagem do produto e por porção/dose.

Recorde-se que Portugal consome o dobro do sal que é recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), cada português consome em média 12 gramas de sal por dia quando a OMS recomenda um máximo de seis, uma situação que a Sociedade Portuguesa de Hipertensão acredita que será alterada com esta lei.

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros