Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

23
Mai17

Maus hábitos de sono engordam

Ana Ni Ribeiro

Muitas pessoas, apesar de uma actividade física regular e de uma alimentação saudável, não conseguem manter um peso saudável. Um dos motivos podem ser os maus hábitos de sono.

Produzimos duas hormonas, a grelina e a leptina, relacionadas com o apetite. A grelina é segregada pelo estômago e estimula o apetite, a leptina informa o hipotálamo que estamos saciados e leva-nos a parar de comer. Estudos constataram que a insónia favorece o aumento da produção de grelina e a diminuição de leptina.
As pessoas que dormem menos comem mais e por outro lado, como se sentem mais cansadas fazem menos exercício.

Coma alimentos indutores do sono

Já sabe que o álcool, café, chá verde ou preto, chocolate ou a coca-cola, assim como refeições pesadas, são de evitar especialmente perto da hora de dormir.

Mas será que conhece os alimentos que, dado os seus nutrientes, são amigos da almofada? Cá estão alguns deles: abóbora, atum, alcachofra, abacate, peixes gordos, amêndoas, pêssego, nozes, ananás, batata, cogumelos, banana...

05
Jan17

5 razões que tornam as consultas online tão eficazes

Ana Ni Ribeiro

Actualmente, torna-se complicado gerir eficazmente os hábitos alimentares. E, além disso, com a correria diária, não sobra tempo para procurar um nutricionista e finalmente cuidar de si.

A pensar em todos os que precisam de aconselhamento especializado na área da Nutrição, criei uma consulta online.

 

Um estudo publicado na revista médica American Jornal of Preventive Medicine, identifica cinco razões que tornam as consultas de nutrição online tão eficazes:

1. O preço baixo: o serviço tem um valor mais baixo quando comparado aos valores de uma consulta médica convencional.
2. A privacidade: o anonimato é uma das vantagens oferecidas pelas consultas on line, pois a pessoa não corre o risco de encontrar outras pessoas na sala de espera do consultório e não precisa expor o seu problema a outras, além da nutricionista.
3. Suporte via e-mail, chat: há um atendimento permanente, caso o paciente tenha alguma dúvida, criando uma relação de confiança.
4. A comodidade: com um computador, um telemóvel ou um tablet e uma ligação à Internet, poderá obter todos os esclarecimentos necessários, sem perder tempo no trânsito.
5. A manutenção do peso após alcançar os objectivos: como há reeducação dos hábitos alimentares das pessoas de forma individualizada e personalizada, proporcionam a manutenção do peso alcançado sem grande esforço, evitando o efeito io-io.

 

Para mais informações, custos, detalhes operacionais ou questões envie um e-mail para: anapimentaribeiro@gmail.com

 
02
Dez16

Sobreviva a Dezembro sem engordar

Ana Ni Ribeiro

ch.jpg

Mês de Dezembro: mês do Natal!

Mês de comemorações passadas em volta da mesa: almoços e jantares de empresa, jantares de amigos,... Muitas vezes chega-se à noite de Natal já com um quilos a mais.
Se se preparar para este período com uma atitude positiva e um objectivo realista, os rituais de Natal deixam de ser uma provação para quem pretenda manter o peso. Assumir que não se vai resistir à mesa farta e resignar-se é a atitude que lhe vai fazer chegar a Janeiro mais gordo (a).


Estabeleça algumas regras alimentares para os dias que se avizinham – é a forma mais eficaz de manter o foco na na manutenção do seu peso.

- Controle o número de refeições diárias. Deverá fazer pelo menos 5 pequenas refeições, fraccionadas ao longo do dia.
- Planeie as situações sociais. É fundamental ir bem alimentado(a) e saciado(a), para um almoço ou jantar. Para um almoço, por exemplo, coma antes de sair de casa meio pão ou uma barra de cereais integrais; para um jantar ou uma festa, coma uma sopa ou um iogurte magro com uma bolacha Maria.
- Antecipe as dificuldades. Se lhe é difícil resistir às entradas, peça uma sopa, uma salada de alface ou mista. Se tiver sem fome conseguirá resistir. Posteriormente, observe a comida presente (caso seja self service) ou analise demoradamente a ementa. Tente escolher o prato que mais lhe apetecer das opções saudáveis e menos calóricas.
- Faça substituições alimentares. Caso a sua maior dificuldade seja resistir às sobremesas, então opte por um prato somente acompanhado por vegetais ou uma salada, em detrimento dos hidratos de carbono (arroz, massa, batata), ou não consuma bebidas alcóolicas. Poupará calorias e poderá consumir uma sobremesa, sem haver tanta sobrecarga calórica.
- Regra das compensações. Equilibre o excesso de calorias ingerido ou a ingerir. No dia em que tiver uma festa ou uma refeição mais calórica, prefira refeições mais leves durante o dia- mas nunca salte refeições! Faça mais exercício nesse dia ou no seguinte (pelo menos 40/45 minutos): ande mais a pé ou suba mais escadas durante essa semana.
19
Set16

Dra, preciso engordar- o testemunho

Ana Ni Ribeiro

 

Muitas pessoas não se sentem satisfeitas com o seu peso: são muito magras e querem engordar. 

 

De um modo geral, é mais difícil engordar do que emagrecer! 

A S. é um desses casos. E deixou me o seu testemunho:

 

"Tive conhecimento d’ A Nitricionista através do facebook, o qual me levou até ao seu blog. Todos os dias recebia no meu feed de notícias um artigo da Drª Ana Ribeiro com dicas e sugestões para uma alimentação saudável, com fotografias aliciantes de refeições apetitosas e importantes como o pequeno-almoço, com posts motivadores da prática de exercício físico, entre outros temas. Tais posts, a pouco e pouco, foram trazendo inspiração e a consciência de que poderia fazer algo melhor por mim, pelo meu corpo, pelo meu bem-estar. O meu caso é um pouco diferente dos que tenho visto em testemunhos deste blog, mas sei que há muitas pessoas a sofrer do mesmo problema que eu. Magreza e dificuldade em aumentar de peso. Estava um pouco reticente em contactar uma nutricionista para me ajudar, pois não sabia como explicar as minhas dificuldades, os meus receios, etc. Porém, ainda bem que decidi contactar a Drª Ana Ribeiro. Senti-me, desde logo, muito à vontade para colocar todas as minhas dúvidas e receios. A conversa online decorre de forma muito natural e espontânea, sem grandes formalismos mas muito correcta e profissional, e com muita clareza. Adicionalmente, qualquer questão ou dúvida pode ser colocada por email, fora das consultas, o que é excelente para me sentir melhor acompanhada. A Drª Ana elaborou um plano alimentar adequado para o meu objectivo – aumento de peso saudável - tendo o cuidado de incluir na minha dieta alimentos que já estou habituada a consumir e que gosto, ajustando obviamente as quantidades certas, os horários e incluindo novos alimentos que descobri gostar, aliás, adorar! Muita gente pensa que o aumento de peso é “fácil” e recomenda-se, porém para as pessoas magras não é assim tão simples, antes pelo contrário. O aumento de peso quer-se saudável, ou seja, maioritariamente em músculo, pelo que sinto que, sem a orientação da Drª Ana sentir-me-ia perdida, dado ter ainda a preocupação de ter o nível de colesterol um pouco acima do aconselhado (o que também acontece em pessoas magras).

Já marquei a minha 2ª consulta online e até agora tudo está a correr muito bem. Já consegui aumentar 1kg e 600g, tendo este aumento sido saudável. Graças à minha nutricionista, encontrei motivação para abraçar novos hábitos e fazer exercício regularmente, o que também é muito importante para alcançar o meu objectivo.

Espero que este testemunho inspire e encoraje algumas pessoas com o mesmo problema.

Obrigada Drª Ana, por todo o apoio, e vamos equipa!"

 

Vamos equipa!

01
Set16

Voltar ao trabalho engorda?

Ana Ni Ribeiro

17361400_bbkqh.png

 Setembro é, para a grande maioria das pessoas, sinónimo de regresso ao trabalho. Certos estudos defendem que trabalhar engorda, por isso saiba onde se esconde o perigo e fuja das armadilhas que estão à espreita em quase todos os escritórios.


Quando começa o dia atrasado o que é que esquece imediatamente? O pequeno-almoço. Mas depois chega ao escritório e come um bolo ou uma barra de cereais a correr. Quando ingerimos muito açúcar, o nosso corpo transforma-se num íman para mais açúcar. Resultado, por volta das 11 da manhã já só pensa em comer bolachas ou um chocolate.
O segredo para reduzir o desejo de alimentos calóricos é comer ao pequeno-almoço alimentos ricos em hidratos de carbono complexos mas também proteínas. Comece o dia com uma papa de aveia, um pão de centeio com um copo de leite magro ou cereais não açucarados com uma bebida vegetal.

Um período de tempo demasiado prolongado entre o pequeno-almoço e o almoço e entre este e o jantar tem uma consequência nefasta: fome. A sensação de fome atinge níveis inacreditáveis, o que nos leva a comer tudo e mais alguma coisa enquanto não chega a refeição. A ideia das três refeições por dia está completamente ultrapassada: além destas deve comer algo a meio da manhã e da tarde. Comer pouco e muitas vezes é uma forma de acumular energia para longos dias de trabalho.

Fazer alguns intervalos durante o dia de trabalho faz com que sejamos mais produtivos. Mas para muitas pessoas, as pausas são sinónimo de comer e beber. Em vez de se dirigir à máquina dos chocolates, aproveite para conversar com os colegas ou faça um pequeno passeio pelo edifício. E, se estiver na hora do lanche, opte por opções saudáveis.

Pense nisto: duas bolachas de chocolate por dia equivalem a 45120 calorias por ano de trabalho, o que equivale a seis quilos de gordura.


Quando passa o dia à secretária, dificilmente gasta a energia necessária. Como conseguir fazer mais exercício? O ideal é praticar desporto logo no início do dia, se possível. Sair da cama ainda mais cedo não é fácil, mas compensa. Dou lhe três boas razões. Primeira: vai sentir se muito bem. Segunda: é mais provável que não falte de manhã do que à tarde. Depois de oito horas de trabalho é fácil arranjar uma desculpa para não ir ao ginásio. Terceira: o exercício ajuda a regular o apetite, o que significa que conseguirá dizer não às gulodices no trabalho.
Bom trabalho!

22
Mar16

Não volte a engordar

Ana Ni Ribeiro


Emagrecer não é uma tarefa fácil, mas ainda mais difícil é não voltar a engordar.
A fase da redução é uma, a da manutenção é outra. Os planos alimentares podem ter que ser diferentes. Uma coisa é certa: mesmo que tenha altos e baixos, a reeducação alimentar é para sempre.
Há regras essenciais para não deitar tudo a perder, e há alimentos que ajudam a controlar o peso.

  1. Durante a dieta não perca mais de 1 kg por semana
  2. Na fase de manutenção coma 90% de comida saudável e 10% de comida "proibida"
  3. Nunca deixe de tomar o pequeno-almoço (em casa)
  4. Faça exercício-físico
  5. Durma bem
  6. Não vá comer fora de estômago vazio
  7. Controle o peso
  8. Mantenha contacto com o seu nutricionista
30
Out15

Frutos secos: engordam assim tanto?

Ana Ni Ribeiro


Os frutos secos fornecem ao organismo ácidos gordos insaturados, o que significa que são boas fontes de energia. Mas incluí-los na alimentação não implica necessariamente um aumento exorbitante de calorias, como pode pensar.

Um estudo recente revelou que incluir nozes na alimentação diária tem efeitos antioxidantes, o que veio reforçar a ideia de que os frutos secos podem reduzir até 50% o risco cardiovascular.

Outras investigações concluíram que ingerir 25 amêndoas por dia, durante um mês, pode elevar os níveis de colesterol bom (HDL) em cerca de 4% e diminuir significativamente o mau (LDL).

Ricos em proteínas, fibras, minerais como o ferro, o cálcio, o zinco, o cobre, o fósforo, o potássio e o selénio, vitaminas como a E, a B1 (tiamina), a B2 (riboflavina) e a B6 (piridoxina), não engordam demais. Para isso, basta guiar-se por estas equivalências para manter as calorias sob controlo.

Equivalências alimentares*

    • 100 ml iogurte açucarado batido com fruta (95 calorias) equivale a...12 amendoins
    • 100 g pão de milho (185 calorias) equivale a... 27 amêndoas

 

  • 100 ml vinho da Madeira (154 calorias) equivale a... 6 nozes
  • 100 g arroz cozido simples (127 calorias) equivale a... 14 cajus


*Fonte: Tabela da Composição de Alimentos, Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.

25
Nov14

Sobreviver ao mês de Dezembro sem engordar

Ana Ni Ribeiro

 Mês de Dezembro: mês do Natal!

Mês de comemorações passadas em volta da mesa: almoços e jantares de empresa, jantares de amigos,... Muitas vezes chega-se à noite de Natal já com um quilos a mais.
Se se preparar para este período com uma atitude positiva e um objectivo realista, os rituais de Natal deixam de ser uma provação para quem pretenda manter o peso. Assumir que não se vai resistir à mesa farta e resignar-se é a atitude que lhe vai fazer chegar a Janeiro mais gordo (a).


Estabeleça algumas regras alimentares para os dias que se avizinham – é a forma mais eficaz de manter o foco na na manutenção do seu peso.

- Controle o número de refeições diárias. Deverá fazer pelo menos 5 pequenas refeições, fraccionadas ao longo do dia.
- Planeie as situações sociais. É fundamental ir bem alimentado(a) e saciado(a), para um almoço ou jantar. Para um almoço, por exemplo, coma antes de sair de casa meio pão ou uma barra de cereais integrais; para um jantar ou uma festa, coma uma sopa ou um iogurte magro com uma bolacha Maria.
- Antecipe as dificuldades. Se lhe é difícil resistir às entradas, peça uma sopa, uma salada de alface ou mista. Se tiver sem fome conseguirá resistir. Posteriormente, observe a comida presente (caso seja self service) ou analise demoradamente a ementa. Tente escolher o prato que mais lhe apetecer das opções saudáveis e menos calóricas.
- Faça substituições alimentares. Caso a sua maior dificuldade seja resistir às sobremesas, então opte por um prato somente acompanhado por vegetais ou uma salada, em detrimento dos hidratos de carbono (arroz, massa, batata), ou não consuma bebidas alcóolicas. Poupará calorias e poderá consumir uma sobremesa, sem haver tanta sobrecarga calórica.
- Regra das compensações. Equilibre o excesso de calorias ingerido ou a ingerir. No dia em que tiver uma festa ou uma refeição mais calórica, prefira refeições mais leves durante o dia- mas nunca salte refeições! Faça mais exercício nesse dia ou no seguinte (pelo menos 40/45 minutos): ande mais a pé ou suba mais escadas durante essa semana.
16
Set14

Mito: fruta à sobremesa engorda

Ana Ni Ribeiro

 

Acreditar que comer fruta depois de outros alimentos engorda é uma ideia falsa: as calorias que lhe fornece são as mesmas. Mas há muitas pessoas que, enganadas pelo mito de que este hábito engorda, só a comem entre refeições ou retiram-na da sua alimentação.

Porque está errado?
A fruta engorda sempre da mesma maneira, antes durante e depois das refeições. E, regra geral, é pouco, já que, apesar de conter açúcares simples, é rica em água e fibra.

O que deve fazer?
Inclua diariamente fruta nas ementas de toda a família, sobretudo das crianças, já que a sobremesa dos almoços e dos jantares é o momentos ideal para assegurar a dose recomendada.
Devemos comer diariamente até quatro peças de fruta.

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros