Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

21
Jul17

10 dicas para treinar o cérebro e a vontade de comer

Ana Ni Ribeiro




  1. Nos restaurantes escolha meias doses.

  2. Quando se sentir cheio não force: guarde o resto da refeição ou snack para comer mais tarde.

  3. Não leve travessas para a mesa.

  4. Utilize pratos pequenos.

  5. Coma devagar.

  6. Restrinja as refeições à cozinha e à sala de jantar. O cérebro tem tendência para associar estímulos, por isso, se se habituar a comer no sofá quando lá se senta este "pedirá" comida.

  7. Concentre-se no que está a comer, não veja televisão ou leia, pois comerá mais e não apreciará a comida.

  8. Coma primeiro as coisas de que gosta mais. Assim, é menos provável que repita.

  9. Não coma até se sentir completamente cheio.

  10. Levante-se logo após a refeição, para não cair em tentação.

07
Mai16

Controle o apetite

Ana Ni Ribeiro


Chegou a hora de acabar com a mania de petiscar entre refeições ou perder a cabeça por uma fatia de tarte ou de bolo.

 

Veja o que deve fazer para controlar os seus ataques de fome.

 

Identifique o que a leva a comer

Reconhecer que comendo satisfaz uma necessidade emocio­nal (por exemplo, um mau dia de trabalho) é o primeiro passo. Tente satisfazer essa necessidade com algo que não seja comida, ou então, escolha alimentos pouco calóricos.

 

Faça uma alimentação equilibrada

A relação entre hidratos de carbono, proteínas e gorduras no seu dia alimentar deve ser equilibrada. Os hidratos de car­bono devem representar cerca de 55-60% das calorias ingeridas, as proteínas entre 12 e 15%, e as gor­duras, 30-35%. Se respeitar estas percentagens, estará a optimizar o processo de combustão de gorduras e a melhorar os níveis de energia física e mental. E assim não sentirá necessidade de comer entre refei­ções, não terá vontade de comer doces nem oscilações de humor.

 

Beba água, muita água

Beber um copo de água antes das refeições sacia, logo, ajuda a controlar o tamanho das porções. Para além disso, se beber água durante e depois das refeições, os sucos gástricos diluem-se e o grau de acidez do estômago diminui. Isto provoca um abrandamento do processo de di­gestão, através do qual se prolonga a sensação de estômago cheio.

 

Diga adeus à fast-food

O seu excesso de farinhas refinadas e de gorduras saturadas é uma bomba para o coração. Para além de conter calorias e muito poucos nutrientes, aumenta a quantidade de açúcar no sangue, dei­xando os níveis de energia de rastos e provocando-lhe vontade de comer alimentos calóricos logo de seguida.
29
Fev16

2 motivos para comer abacate

Ana Ni Ribeiro

Exterminador de gordura

O abacate é rico em gordura e, consequentemente, tem muitas calorias (160 em 100 gramas). Por isso deve ser consumido com moderação. Deve estar presente no seu plano alimentar frequentemente e em doses moderadas, sozinho ou em receitas leves. Esse é o segredo para ajudar a combater a barriga - capacidade que vem da gordura, segundo estudo da faculdade de medicina da Universidade Harvard. Formada basicamente de ácido oleico (a mesma substância anti-inflamatória do azeite), a gordura do abacate reduz o risco de síndrome metabólica - desordem no metabolismo capaz de desencadear diabetes e ganho de peso. 

 

Inibidor de apetite

A gordura da fruta ainda aumenta a sensação de saciedade e adia a fome. Para obter esse efeito, basta uma porção moderada - uma fatia fina na salada, por exemplo. Quando você acrescenta o abacate na refeição tem mais uma vantagem: aumenta a absorção do licopeno, famoso antioxidante presente principalmente no tomate. 

16
Jan15

Anti-Idade II: músculos

Ana Ni Ribeiro


Mantenha os músculos

Se não utiliza os músculos, perde-os. E com o tempo, o mais provável, é que o músculo perdido seja substituído por gordura, segundo um estudo do Journal of the American College of Nutrition. Isto é sobretudo dramático porque meio quilo de gordura ocupa cerca de mais de 18% de espaço no corpo do que meio quilo de músculo. Mesmo que mantenham o mesmo peso ao envelhecer, as sua cintura pode-se insuflar. Os espinafres ajudam a manter o manter o músculo. Em recentes estudos elaborados na Universidade de Rutgers (EUA), descobriu-se que uma hormona dos espinafres aumenta a síntese proteica. Convém é que faça também exercício físico.
05
Fev14

Tempo para comer

Ana Ni Ribeiro

"Para comer e dormir não se quer pressas". Se não ouvia há muito este ditado popular, convém recordá-lo. Um artigo publicado no Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, defende que ingerir os alimentos muito depressa induz a comer em excesso. A explicação que avançam para que tal aconteça é porque se diminui a libertação de determinado tipo de hormonas intestinais responsáveis pela saciedade, logo a sensação de apetite continua. Já se conhecia o papel das hormonas mas não estava ainda relacionado com o tempo que se demorava a comer.

Sempre que se sentar a comer, mesmo que seja uma refeição ligeira, leve o seu tempo, o seu corpo agradece.

23
Jan14

Café diminui o apetite?

Ana Ni Ribeiro

O consumo de café poderá diminuir o apetite, dá conta um estudo levado a cabo pelos investigadores da Universidade de Griffith, na Austrália.
 

Milhões de pessoas não conseguem começar o dia sem um café. De acordo com vários estudos realizados até à data, o consumo regular de café reduz o risco de desenvolver diabetes, doenças mentais, alguns tipos de cancro e a mortalidade em geral.
 

Neste estudo, uma equipa de investigadores australianos decidiu investigar se o café poderia também afetar o apetite. “Algumas pessoas dizem sentir menos fome quando bebem café e outras preferem consumir esta bebida em vez do pequeno-almoço”, revelou, em comunicado de imprensa, um dos autores do estudo, Matt Schubert.
 

Contudo, o investigador observou que habitualmente as pessoas que tomam café tendem a acompanhá-lo com alimentos com elevado teor de gordura e de açúcar. Deste modo, os investigadores querem analisar se existe um efeito associado ao café no que diz respeito à preferência alimentar e quais são as implicações que este pode ter na perda de peso.
 

Os investigadores estão atualmente a realizar quatro ensaios, nos quais alguns dos participantes estão a beber dois cafés, um durante o pequeno-almoço e o outro duas horas mais tarde, um outro grupo está a beber café livremente durante a manhã e o quarto grupo só toma apenas um café.
 

Os participantes estão a ser acompanhados durante o período que decorre desde o pequeno-almoço até ao almoço e estão também a ser regularmente avaliados no que diz respeito à sua perceção de saciedade, fome e desejo por determinados alimentos.
 

Apesar de os ensaios ainda estarem em curso, os autores do estudo têm observado que os participantes que tomam dois cafés têm menos fome e uma maior sensação de saciedade.
 

Os investigadores acreditam que o consumo de bebidas com café poderá ser uma estratégia para um menor consumo de energia que, aliada ao gasto energético, através da prática de atividade física, poderá ajudar as pessoas a manterem o peso corporal desejado.
 

Fonte: ALERT Life Sciences Computing, S.A.

21
Ago13

Mais olhos que barriga

Ana Ni Ribeiro


Investigadores da Universidade de British Columbia (EUA) descobriram que observar uma pessoa magra a comer um prato cheio provoca vontade de comer mais. Segundo o responsável do estudo, é como uma permissão para comermos mais: se bem que provavelmente iremos engordar mais do que essa pessoa. Mas há o inverso: ao vermos uma pessoa muito gorda a comer muito, ficamos com vontade de comer menos.

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros