Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Nitricionista

09
Abr14

Pense magro

Ana Ni Ribeiro


Quando se adopta uma nova forma de pensar, modifica-se também a atitude diante de determinada situação. Para perder ou manter o peso, não é só o prato que precisa ser transformado. Os pensamentos também devem estar a seu favor.

Ficar magro só depende de mim. Ser magro ou gordo é uma questão de escolha e não um presente ou um castigo divino. Quando você assume a responsabilidade no processo de emagrecimento, ganha o controle da situação e se sente-se mais capaz de modificar seus hábitos.

Preciso comer para continuar magro. Ao saltar refeições para emagrecer, o corpo vai reclamar e protestar, acumulando ainda mais gordura. Ao comer menos do que deveria, o seu metabolismo desacelera e fica mais difícil perder o excesso. Portanto, coma a cada três horas.

O melhor horário para ir ao ginásio é o que consigo ir. Você acha que não tem energia para ir ao ginásio pela manhã, mas essa é a única altura que a sua agenda permite? Então, insista!

Irresistíveis são as minhas curvas, não os fritos! Se você "pensa magro", em vez de sofrer pelas coisas que não pode comer, se sente vitorioso por se manter firme no seu plano.

Venço metas, não bato recordes mundiais. Ao traçar os objectivos para o seu emagrecimento, pense em prazos possíveis. Assim, pode comemorar os resultados. Se estabelecer metas inatingíveis, vai jogar contra si e desiste.

Vou conseguir parar de pensar em comida. A melhor alternativa é mudar o centro da atenção. Para isso dar certo, tenha algumas alternativas na manga. Pode ser uma caminhada, um jogo de computador ou um telefonema para uma amiga. O importante é investir em outra actividade para esquecer a comida..

Só desisto depois de tentar. Isso vale para tudo na vida e também para o controle de peso. Portanto, em vez de se lamentar, parta para a acção!


Questiono todos os pensamentos desanimadores. Essa atitude protege você da auto-sabotagem.

Sei quando estou com fome ou apenas com vontade de comer. Conseguir diferenciar a fome do desejo de mastigar uma coisinha evita que caia na armadilha de comer fora de horas.


Não me coloco em tentação. Para não jogar contra si mesma, elimine todas as guloseimas do seu campo de visão.


Procuro o prazer na vida e não na comida. Claro que é uma delícia comer, mas isso não deve ser a única fonte de felicidade na vida. Diversifique os seus interesses e descubra o que gosta de fazer. Encontre o prazer fora da mesa.

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros