Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Nitricionista

20
Mar17

Mais de metade dos portugueses sofrem de obesidade

Ana Ni Ribeiro

obesidade.jpg

 No final da semana passada foram apresentados os resultados do Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física, realizado entre 2015 e 2016 sob a coordenação da Universidade do Porto e não são nada animadores. Mais de metade da população portuguesa (5,9 milhões de pessoas) é obesa ou está em risco de o ser. A prevalência é exponencialmente maior entre os idosos, já que oito em cada dez sofrem de obesidade ou são pré-obesos. Além de seis em cada dez portugueses serem obesos ou pré-obesos, 80% dos idosos e 50% da população adulta estão em risco de obesidade abdominal que, por si só, é um fator de risco para doença cardiovascular.

A alimentação diária é desequilibrada. Os portugueses consomem mais carne, leite e açúcar e menos produtos hortícolas, leguminosas e frutas do que deveriam. "Um em cada dois portugueses não consome a quantidade de fruta e produtos hortícolas recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A inadequação é mais elevada nas crianças e nos adolescentes", pode ler-se no estudo. Em particular, os adolescentes deixam-se seduzir por refrigerantes, bolos e snacks doces e salgados.

Cerca de 1,5 milhões de portugueses bebem, pelo menos, um refrigerante ou néctar por dia e 41% têm entre dez e 17 anos. Os pais permitem esse consumo em filhos ainda mais novos. O inquérito revela que 7% das crianças com menos de nove anos bebem mais de 220 gramas de refrigerantes e de néctares por dia. Entre os adolescentes, a percentagem de açúcar de adição é de 31%, muito acima da recomendação da OMS (de 10%). De uma forma em geral toda a população consome excesso de açúcar de adição: 15%

A prática de atividade física programada, ainda que por lazer, decresce com o passar do anos. Os portugueses são pouco ativos: apenas 27% fazem uma hora de exercício moderado ou meia hora com intensidade, todos os dias.

O último e único inquérito desta natureza tinha sido desenvolvido em 1980. Há muitos anos que não se olhava para os nossos hábitos de alimentação e de atividade física, mas como diz o outro: vale a pena pensar nisto

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros