Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Nitricionista

31
Mar14

Frutose pode estar associada ao aumento de peso

Ana Ni Ribeiro

 

 

Muitas pessoas substituem o açúcar e os adoçante por frutose, mas isso pode ser um erro.

Um estudo da Universidade de Yale alerta para as consequências nefastas para a saúde do consumo regular de alimentos com frutose que pode levar a um aumento do risco de doenças cardiovasculares e deposição de lípidos da obesidade. O estudo dirigido por Carroll Kathleen da Universidade de Yale (Estado Unidos da América), e publicado no The Journal of The American Association (JAMA), alerta agora para a possibilidade da frutose aumentar o apetite porque o seu consumo reduz os níveis de sangue na região do cérebro (hipotálamo) que regula a sensação de saciedade.
A frutose é um açúcar obtido de frutas, mel, de alguns cereais e vegetais e do xarope de milho adicionado a alimentos processados. A sua utilização começou a ser feita nos anos 70 no século passado sobretudo em alimentos para diabéticos porque a frutose é muito bem absorvida pelo fígado e aparentemente estimula muito menos a produção de insulina em relação a outros açúcares.

O efeito da frutose no apetite é controverso. Há alguns estudos que têm dito que a ingestão da frutose por si só reduz a ingestão dos alimentos. Contudo, a frutose misturada com uma refeição mais complexa provém menos saciedade e a pessoa continua a comer mais do que seria necessário.
A comunidade científica começa assim a considerar que a frutose pode induzir ao aparecimento de problemas cardíacos, dislipidemias e problemas de obesidade. Contudo não há evidências concretas e que o consumo isolado da frutose poderá não causar problemas.
Fonte: Associação Portuguesa dos Nutricionistas

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros