Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Nitricionista

28
Fev13

Alimentação mediterrânica na prevenção da depressão

Ana Ni Ribeiro

 

A alimentação mediterrânica, rica em frutas, legumes, cereais integrais, peixe e oleaginosas, reconhecidas pelas suas vantagens na prevenção de doenças cardiovasculares e alguns tipos de cancro, testemunha agora o seu efeito sobre a função mental.

Num estudo recente, foram seguidos mais de 10000 adultos saudáveis. Após 4 anos de seguimento, a incidência global de depressão nos indivíduos que de forma mais rigorosa cumpriram a alimentação mediterrânica foi 30% menor que em indivíduos que mais frequentemente ignoram as regras alimentares. As taxas inferiores de depressão foram associadas com a entrada de elementos específicos desta dieta, tais como frutas, legumes e azeite.

As explicações possíveis para o efeito protector descrito incluem o facto de:

  • A alimentação mediterrânica melhora a função do revestimento interior dos vasos sanguíneos que está envolvido na produção de uma molécula, a BDNF, que é responsável pelo crescimento e função das células nervosas. Pensa-se que a “disfunção de BDNF” seja responsável por alguns casos de depressão.
  • O azeite melhora a quantidade de serotonina disponível no organismo. A serotonina desempenha um papel crucial no funcionamento do sistema nervoso humano. Controla a libertação de hormonas e regulação do ritmo biológico do corpo, além do sono e apetite. A maioria dos antidepressivos aumenta a disponibilidade desta molécula.
  • Os ómega-3, ácidos gordos encontrados em alguns peixes, contribuírem para o melhor funcionamento do sistema nervoso central.

Todos estes mecanismos podem levar a um melhor funcionamento do cérebro e a uma maior resistência para enfrentar as frustrações diárias e controlar o stresse.

É de salientar, no entanto, que a alimentação mediterrânica pode desempenhar um papel importante na prevenção da depressão, mas não no seu tratamento. Nestes casos deve procurar-se o tratamento médico adequado.

 

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros