Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Nitricionista

02
Fev10

Anorexia alcoólica

Ana Ni Ribeiro

Segundo certos estudos, um terço das mulheres que apresentam distúrbios alimentares também abusam do álcool. Dentre estas, a maioria apresenta anorexia do tipo purgativo.

O álcool, consumido em excesso, pode reduzir um pouco o apetite, e como é altamente calórico permite que a pessoa se mantenha em pé. Mesmo sendo uma fonte calórica, o álcool substitui o alimento sob a forma de “calorias vazias”, ou seja não nutre. Pois o álcool não é utilizado eficientemente pelo organismo como uma forma de combustível.

Tanto a digestão como a absorção de nutrientes são prejudicadas, já que a nutrição nestas condições ocorre sob a influência de uma deficiência de tiamina, vitamina B12, ácido fólico, zinco e aminoácidos.

Com o metabolismo alterado, os micronutrientes (folato, tiamina, piridoxina, vitamina A, vitamina D, zinco, selénio, magnésio e fósforo) sofrem alterações. As consequências desta doença passam por distúrbios nutricionais importantes com alterações orgânicas como arritmias, convulsões, doenças neurológicas, anemia, distúrbios menstruais, alterações da tiróide e endócrinas. Portanto, além da perda de apetite, podem ocorrer complicações como a esofagite, gastrite hemorrágica, hepatite alcoólica e diabetes.

O tratamento deve passar por acompanhamento comportamental e nutricional para controlo das duas doenças associadas: o transtorno alimentar. São necessárias estratégias como trabalhos de grupo, reuniões do AA (Alcoólicos Anónimos) e avaliações clínicas para medir e tratar os problemas orgânicos.

 

Os sintomas da anorexia alcoólica
- Comportamento de excitação em relação à alimentação
- Evitar situações sociais onde haverá alimentos (almoços, jantares)
- Dar desculpas ou justificativas para não comer
- Preocupação excessiva com o peso
- Grande perda de peso
- Estar desnutrido
- Sinais de depressão, tristeza ou isolamento
- Mostrar sinais frequentes de embriaguez
- Mostrar-se mais agitado, irritado e confuso
- Mostrar-se abalado emocionalmente
- Dificuldade de raciocínio

 

 

2 comentários

Comentar post

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros