Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

28
Out17

Dia Mundial do AVC

Ana Ni Ribeiro

2eec4f5ab1098fbf71a1116471db995e.jpg

 

29 de Outubro é o dia mundial do acidente vascular cerebral (AVC). Em Portugal, o AVC é a principal causa de morte, mas cerca de 90% dos casos são evitáveis.

9 em cada 10 AVCs devem-se a um ou mais factores de risco sobre os quais se poderia ter intervido para anular o risco. Estes factores de risco incluem: hipertensão arterial, sedentarismo, obesidade, excesso de colesterol, fumo de tabaco, erros alimentares, diabetes, stress psicossocial, consumo de álcool e algumas doenças do coração.

O AVC está a tornar-se cada vez mais comum entre pessoas mais jovens. Calcula-se que uma em cada cinco vítimas tenha menos de 55 anos, tratando-se de doentes mais jovens, aumentam também os custos pessoais e sociais com medicamentos, consultas, internamentos e outros cuidados de saúde, mas também com baixas e reformas antecipadas durante cada vez mais tempo.
O estilo de vida, a alimentação e a falta de exercício físico regular faz com que envelheçamos precocemente. A população deve ter uma atitude proativa, porque prevenir é melhor do que tratar e uma alteração do estilo de vida tem importância até na prevenção da demência! 

Mantenha um peso saudável, opte por uma alimentação rica em frutos e vegetais e pobre em gorduras saturadas e alimentos processados, reduza a ingestão de sal, não fume, e pratique exercício físico diariamente. Não entre nas estatísticas do AVC.

26
Out17

Bolachas de laranja e cacau sem açúcar

Ana Ni Ribeiro

fotografia (3).JPG

 

Vou contar-vos um segredo: eu não gosto de chocolate nem de cacau. Por esse motivo não provei estas bolachas mas quem provou diz que são deliciosas.

 

Ingredientes (15 bolachas)

2 chavenas de farinha de centeio integral

1 ovo grande

Raspas e sumo de uma laranja

20g de pepitas de cacau

1 colher de sopa de óleo de coco

1 colher de sopa de Stevia

1 colher de chá de fermento

1 pitada de sal

 

Pré-aqueça o forno a 160ºC. Forre um tabuleiro com papel vegetal.

Misture a farinha, o fermento, a pitada de sal e a stevia. Junte o ovo e o óleo de coco. Bata bem.

Adicione o sumo e a raspa da laranja. Misture.

Junte as pepitas de cacau à massa.

Com uma colher de chá molde as bolachas e coloque no tabuleiro.

Leve ao forno ate ficarem douradas.

22
Out17

Panqueca de aveia e maça

Ana Ni Ribeiro

FullSizeRender (62).jpg

Adoro o cheiro de panquecas pela manhã. Basicamente, gosto de panquecas!

Hoje fiz uma super rápida e saudável, deixo-vos a receita

 

Para 1 panqueca

1 ovo

3 colheres de sopa de flocos de aveia integrais

1 maça reineta (100g)

3 colheres de sopa de leite magro (podem usar bebida vegetal)

1 colher de sopa de linhaça moída

1 colher de sobremesa de sementes de chia

Canela

1 colher de sopa de queijo quark 0%

1 colher de sopa de mirtilos

 

Descasque e corte a maça em cubos. Leve ao microondas por 2 minutos. Esmague grosseiramente com um garfo.

Bata o ovo, junte os flocos de aveia, a maça, o leite, a canela, a linhaça e a chia, misture bem.

Aqueça uma frigideira anti-aderente, e leve a mistura ao lume. Quando ficar dourada, cerca de 2 minutos, vire.

Para servir, juntei o queijo quark e os mirtilos.

FullSizeRender (63).jpg

 

Acompanhe com um chá eu optei por um chá verde com gengibre

20
Out17

Dia Mundial da Osteoporose: cuide dos seus ossos todos os dias

Ana Ni Ribeiro

732013185933.jpg

 

17% das mulheres portuguesas e cerca de 3% dos nossos homens sofrem de Osteoporose.

Altamente incapacitante e debilitante, a Osteoporose deve ser investigada a partir dos 65 anos, por forma a prevenir igualmente uma das principais complicações da doença: as fraturas osteoporóticas. É que, na mulher, o risco de morrer na sequência de uma fratura do colo do fémur é igual ao risco de morrer por cancro da mama. Há, por isso, que centrar todas as atenções na prevenção e nos sintomas que podem ser indicadores da necessidade de procurar o médico.

E não são apenas as mulheres as vítimas desta doença incapacitante, causa de absentismo laboral, dor crónica e elevados custos económicos. Os homens, embora com uma prevalência mais baixa do que as mulheres, também são afetados e, muitas vezes, de forma mais grave. No caso de fratura da anca, é maior a percentagem de homens que morrem no primeiro ano após fratura. Nos homens o processo é mais lento e tardio, mas a Osteoporose acaba por se manifestar devido a quebras na produção de hormona masculina.

O início da Osteoporose pode ser silencioso e não demonstrar quaisquer sintomas. Ainda assim, atenção para alguns sinais: diminuição da altura, dor lombar e incapacidade funcional para as atividades básicas do quotidiano (chegar a um armário mais alto ou carregar objetos leves na mão, por exemplo.

Diagnosticar atempadamente para evitar a primeira fratura é uma prioridade. Para tal, há que apostar na prevenção da Osteoporose. Várias são as medidas e comportamentos preventivos: manter níveis adequados de vitamina D (promove a absorção do cálcio no intestino, fazendo-o chegar aos ossos), praticar exercício físico moderado, banir álcool e tabaco, fazer uma alimentação rica em cálcio (com diversificados produtos lácteos e outros alimentos ricos em cálcio como espinafres, bróculos e couve galega).

 
16
Out17

Pão de coco e queijo quark

Ana Ni Ribeiro

FullSizeRender (25).jpg

 Deixo-vos uma receita extremamente simples de um pão diferente.

 

Ingredientes

20 g farinha maizena

70 g de flocos de aveia integral

2 claras de ovo

1 ovo

60 ml de leite magro (pode ser substituído por bebida vegetal sem açúcar)

40 g de coco ralado

Sumo e raspas de meio limão

150 g de queijo quark 0%

Extrato de baunilha

2 colheres de sopa de stevia em pó 


Preparação 

Numa taça junte a maizena, a aveia, as claras de ovo, o ovo, o sumo de limão e o leite. Bata bem.

Adicione o queijo quark, a stevia e o essência de baunilha. 

De seguida, leve a massa ao forno numa forma retangular durante 15 minutos, até estar cozido.

Pode cobrir o bolo com queijo quark e coco ralado antes de servir, ou se preferir sirva sem cobertura. 

IMG_9619.JPG

 

 

 

16
Out17

Dia Mundial da Alimentação: Mudar o futuro da migração. Investir na segurança alimentar e no desenvolvimento rural

Ana Ni Ribeiro

FullSizeRender (60).jpg

 

Hoje celebra-se o Dia Mundial da Alimentação. Este ano, o tema proposto pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) é “Mudar o futuro da migração. Investir na segurança alimentar e no desenvolvimento rural.”

“O mundo está em constante movimento. Hoje e devido ao aumento de conflitos e instabilidade política, foram forçadas a fugir de suas casas mais pessoas do que em qualquer momento desde a Segunda Guerra Mundial. No entanto, a fome, a pobreza e um aumento de eventos climáticos extremos relacionados às mudanças climáticas são outros fatores importantes que contribuem para o desafio de migração.

Grandes movimentos de população hoje apresentam desafios complexos que requerem uma ação global. Muitos migrantes chegam em países em desenvolvimento, criando tensões onde os recursos já são escassos, mas a maioria, cerca de 763 milhões movimento dentro de seu próprio país, em vez de no exterior.

Três quartos das pessoas em situação de extrema pobreza baseiam sua subsistência na agricultura e outras atividades rurais. Criando condições que permitam, especialmente os jovens, ficar em casa quando eles sentem que é seguro e que tem meios de vida mais resistentes, as populações rurais é um componente crucial de qualquer plano para realizar o desafio da imigração.

O desenvolvimento rural pode abordar fatores que forçam as pessoas a mover a criação de oportunidades de negócios e empregos para os jovens que não são apenas baseadas em culturas (como a pequena leiteira ou produção de aves, processamento de alimentos ou empresas hortícolas ). Ele também pode levar a uma maior segurança alimentar, a vida significa melhor acesso mais resistente, à proteção social, reduzindo os conflitos sobre recursos naturais e soluções para a degradação ambiental e as mudanças climáticas.

Ao investir no desenvolvimento rural, a comunidade internacional também pode aproveitar o potencial de migração para apoiar o desenvolvimento e aumentar a resiliência das comunidades de acolhimento e deslocados, lançando assim as bases para a recuperação a longo prazo e crescimento inclusivo e sustentável .

FAO está trabalhando com governos, agências da ONU, o setor privado, sociedade civil e comunidades locais para gerar evidências sobre padrões de migração e está a reforçar a capacidade dos países para abordar a migração por políticas de desenvolvimento rural . Nós ajudar os governos e parceiros como eles exploram o potencial de desenvolvimento da migração, especialmente em termos de segurança alimentar e redução da pobreza.

Migração e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

A migração é parte do processo de desenvolvimento, como economias sofrem transformação estrutural e pessoas em busca de melhores oportunidades de emprego no seu país e além das suas fronteiras. O desafio é abordar os factores estruturais de grandes movimentos populacionais para fazer seguro migração, ordenada e regular. Assim, a migração pode contribuir para o crescimento económico e melhorar a segurança alimentar e meios de subsistência rurais, promovendo assim o progresso dos países em alcançar o desenvolvimento sustentável do Milênio.”

 

Para mais informações sobre O Dia da Alimentação e Ações da FAO, acesse: http://www.fao.org/world-food-day/2017/theme/es/

 

Fonte: FAO

10
Out17

Gaspcho by extractor de sumo da Hotpoint Ariston- Whirlpool

Ana Ni Ribeiro

FullSizeRender (57).jpg

 

Há dias falei-vos do meu novo extractor de sumo da Hotpoint Ariston - Whirlpool, e o fascinio mantém-se. Além dos sumos também já fiz sopa de uma forma rápida e mantendo os nutrientes.

Hoje fiz gaspacho e ficou delicioso.

FullSizeRender (59).jpg

 

Façam isto em casa, serve dois pratos:

4 tomates pequenos

1 pimento verde pequeno

1 pepino pequeno

1 dente de alho

1/4 cebola

1 colher de sopa de vinagre

Sal q.b.

Azeite q.b.

 

Após obter o sumo dos tomates, pimento, pepino, alho e cebola, junte o sal, o vinagre e o azeite. 

Misture bem, e coloque no frigorífico até servir

 

FullSizeRender (58).jpg

 

10
Out17

5 motivos para comer batata doce

Ana Ni Ribeiro

batata.jpg

 

A batata doce possui cinco vezes mais cálcio, o dobro de fibras e mais potássio que a batata "normal". Mas há mais! Conheça os outros benefícios que ela oferece:

1. Garante resistência

É rica em vitamina C. Por isso, protege o seu sistema imunológico. E mais: o tubérculo também ajuda a acelerar a cicatrização de feridas e melhora a aparência da sua pele.

2. Deixa os ossos mais fortes

Em 100g de batata-doce, há 33 mg de cálcio. Além disso, contém boas doses de vitamina D, um nutriente que participa da manutenção dos músculos e da saúde dos ossos e do coração.

3. Dá energia
O seu consumo é recomendado principalmente no pré-treino. A batata doce fornece energia aos poucos ao organismo, garantindo combustível do início ao fim do exercício. A libertação lenta de açúcar no sangue também ajuda a manter os níveis de glicogénio, o combustível dos músculos.

4. Diminui o stresse
Por ser uma boa fonte de magnésio, a batata doce pode ajudá-lo a relaxar e, consequentemente, diminuir o stress. Oba!

5. Aumenta as defesas

Estudos realizados com o tubérculo revelam que ele possui propriedades antibacterianas e antifúngicas, substâncias ótimas para proteger o organismo.


09
Out17

Antioxidantes: seguro para a velhice

Ana Ni Ribeiro

 

Os antioxidantes são substâncias capazes de neutralizar os radicais livres e proteger o organismo dos processos de oxidação que estão sempre a acontecer no nosso corpo. Podem ser encontrados em muitos alimentos e contribuir assim para uma maior qualidade de vida e a prevenção de várias doenças.
Deixo-lhe alguns exemplos.

Abóbora: Vitamina C, caretenóides, fibra
É uma boa ajudante no combate ao envelhecimento. Os caretenóides que contém têm propriedades anticancerígenas e protegem o coração, os olhos e a pele.

Alho: Vitamina B6, vitamina C, cálcio, enxofre, s-alisteína
Quando é esmagado, o alho liberta um composto de enxofre- a alicina- que ajuda à regulação do colesterol, dos níveis de triglicéridos e à formação de novas células. Também é um poderoso auxiliar no reforço do sistema imunitário.

Beterraba: Ferro, magnésio, potássio, sílica, betacianina, fibra
A betacianina, que lhe dá a cor vermelha, é um poderoso antioxidante. Aumenta as defesas do organismo, ajuda a baixar os níveis de colesterol e a sílica que contém mantém saudáveis a pele, o cabelo, as unhas, os ligamentos, os tendões e os ossos.
03
Out17

Passatempo Rock´n´Roll Meia Maratona Santander Totta

Ana Ni Ribeiro

FullSizeRender (14).jpg

Eu e a Mimosa temos 2 dorsais para oferecer para a Rock´n´Roll Meia Maratona Santander Totta que vai acontecer dia 15 de Outubro.

O que precisa fazer para se habilitar a ganhar um dos dorsais para a corrida? Muito simples, envie-me até dia 5 uma receita de um batido e respectiva fotografia. 

 

Os batidos de fruta são uma excelente bebida-pós treino.

Têm elevada quantidade de nutrientes, como proteína e vitaminas nomeadamente Vitamina C, que é um forte regenerador celular e antioxidante, sendo por isso os batidos de fruta muito importantes para aumentar a % de massa muscular e para promover uma boa recuperação pós treino.

 

Deixo-vos duas receitas de batidos de fruta para se inspirarem

IMG_2840.JPG

 

Batido de banana e frutos vermelhos

200 ml de leite magro mimosa

1 banana pequena 

1 taça pequena de frutos vermelhos congelados

1 colher de sopa de sementes de linhaça em pó

Raspas de gengibre

IMG_2839.JPG

 

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata. Sirva com uma folha de hortelã.

Beba de seguida

 

IMG_2835.JPG

 

Batido de kale e framboesa

200 ml de leite magro mimosa

1 folha de kale

1 taça pequena de framboesas

6 bagas goji

1 colher de café de pó de maca

1 colher de sopa de sementes de chia

1 colher de chá de Stevia (opcional)

 

Coloque no liquidificador todos os ingredientes, menos as bagas goji. Bata bem.

Vire para um copo e junte as bagas goji, algumas sementes de chia e folhinhas de manjericão (opcional)

 

(Este batido foi idealizado da última vez que a Joana do blog Team Gunn esteva cá em casa.) 

Pág. 1/2

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros