Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

18
Nov15

4 razões porque não emagrece

Ana Ni Ribeiro

Apesar do facto de muitos portugueses dizerem que estão a fazer dieta para emagrecer e ganhar saúde, poucos estão realmente a conseguir. Fazer dieta para perder massa gorda é uma habilidade, assim como andar de bicicleta, e requer prática e boa instrução. Há quem caia e se sinta frustrado mas à medida que vai tendo sucesso fica mais fácil.

Aqui estão as quatro principais razões porque não se consegue perder peso.

1. Calorias consumidas subestimadas
A maioria das pessoas subestima o número de calorias que ingere por dia. Esse problema pode ser ultrapassado se escrever tudo que come, incluindo bebidas. Um diário alimentar pode ajudar a aumentar a autoconsciência. Preste atenção ao servir, mantenha as porções com um tamanho razoável. Alimentos consumidos fora de casa tendem a ter porções muito maiores e a ser mais calóricos.

2. Atividade física e calorias queimadas sobrestimadas
Normalmente, é preciso cortar cerca de 500 calorias por dia para perder 1 kg por semana. Isto é difícil de conseguir apenas através de exercícios, pois exige 60 minutos ou mais de atividade muito vigorosa todos os dias. Uma meta mais viável será a de tentar aumentar a atividade durante todo o dia e um total de 30 minutos de exercício moderado/vigoroso na maioria dos dias da semana. Compre um pedômetro e acompanhe os seus passos: tente atingir uma meta de 10000 passos por dia, mas tenha cuidado - o exercício não é uma desculpa para comer mais!

3. As horas das refeições
 Nós precisamos de um fluxo constante de glicose ao longo do dia para manter a energia ideal e para evitar que o metabolismo abrande. Comer o pequeno-almoço todos os dias até uma hora depois de acordar, depois comer um lanche saudável ou uma refeição a cada três é importante. Tente não ir mais de 4 horas sem comer um lanche saudável ou uma refeição para manter seu metabolismo estável.

4. O sono inadequado
Vários estudos têm mostrado que as pessoas que dormem menos de seis horas têm níveis mais altos de grelina, o que é uma hormona que estimula o apetite. Além disso, menos sono aumenta os níveis de cortisol, uma hormona do stresse, o que pode levar ao ganho de peso.

14
Nov15

Feche a porta à diabetes

Ana Ni Ribeiro

Cada vez mais chegam à minha consulta diabéticos tipo 2, e com idades cada vez mais baixas. A Diabetes tipo 2, ocorre em indivíduos que herdaram uma predisposição para a doença e que, devido a factores ambientais, entre os quais os hábitos de vida, como a alimentação hipercalórica e o sedentarismo, vêm a sofrer de diabetes.
Existem no nosso país aproximadamente novecentos mil diabéticos, o que equivale a 11,7% da população entre os 20 e os 79 anos, e que desses, avaliados por defeito, circularão por aí sem diagnóstico cerca de quatrocentos mil.
Significa isto que os números revelados ultrapassam largamente a previsão que se fazia para 2025, onde se calculava que poderia atingir a percentagem de oito por cento. Significa ainda que estes mesmos números se desmultiplicarão em custos directos que se avaliam em cerca de mil milhões de euros. Como se calculava que a estes venham juntar-se novos diagnósticos anuais da doença na ordem dos sessenta mil, ficamos com uma ideia aproximada da dimensão do problema de saúde pública gerado pelo número de casos existentes e pelo seu imparável crescimento regular.

Todos os diabéticos que reflectem sobre as manifestações da doença e acatam as recomendações e conselhos do médico e nutricionista, sabem bem que se comerem nas quantidades saudáveis e mantiverem uma actividade física regular, é muito mais fácil manter os níveis do açúcar dentro dos parâmetros considerados normais e que, muitas vezes, estas medidas simples chegam para que o metabolismo normalize sem necessidade de utilizar medicamentos.
Muitas vezes este primeiro passo é o suficiente para manter a Diabetes controlada (pelo menos durante algum tempo... que pode ser de muitos anos). Quando não dão este primeiro passo, caminharão no sentido das complicações tardias e indesejáveis da doença. O observatório diz-nos que durante 2008 houve 1600 amputações, que cerca de um quarto de todos os doentes em diálise padecem de diabetes e que a doença é, entre nós, a principal causa de cegueira. E se a morbilidade é grande a mortalidade não é menos importante: basta lembrar que segundo a Organização Mundial de Saúde, a cada dez segundos morre uma pessoa vítima da doença. Daí que se multipliquem os avisos para que nos empenhemos seriamente em modificar estilos de vida propiciadores da sua manifestação, isto é, para lhe fecharmos a porta e impeçam de entrar.

As pessoas susceptíveis podem evitar a diabetes:

• Fazendo uma alimentação adequada, com a ajuda de um nutricionista e emagrecendo sempre que necessário
• Aumentando o exercício físico
• Fazendo análises regulares dos níveis de glicose no sangue

O conhecimento de familiares próximos com diabetes e a obesidade são, entre outros, avisos preciosos para dar a volta à chave e mudar de vida. E vale a pena a mudança porque, mesmo que os alarmes sejam falsos, ela leva a mais tempo de vida, mais genica e mais saúde.
Temos de mudar estilos de vida proporcionadores da doença!

13
Nov15

Vai correr? Leia isto antes

Ana Ni Ribeiro

correr.jpg

Correr faz bem, todos sabemos disso. Faz bem ao corpo e à alma, ajuda a ter uma silhueta definida, evita a perda óssea, fortalece o coração e ainda ajuda a combater a TPM.

Antes de começar a correr é necessário que tenha alguns cuidados, como escolher a roupa adequada, as sapatilhas ideias e prestar atenção na postura corporal para diminuir o risco de lesões. Conheça algumas dicas.

 

Posição da cabeça e pescoço
A postura ideal durante a corrida é manter o pescoço e a coluna como um todo em posição neutra, com um alinhamento equilibrado. Não deve correr olhando para o chão, nem deve manter o pescoço muito reto. O olhar deve manter-se na linha do horizonte, com os ombros retos e abertos.

Flexão dos braços
A posição dos braços não pode ser aleatória, eles devem manter-se com uma flexão de 90 graus na linha que vai do peito à anca. 

Posição da anca
Visualizando o esqueleto de frente, a anca deve subir e descer equilibradamente, mantendo o centro corporal no mesmo ponto. Para isso, é necessário que o comprimento do passo seja constante.

 

Fortalecimento dos músculos
É muito importante treinar para fortalecer os músculos utilizados na corrida. Alternar a corrida com treino de força e resistência ajuda a melhorar o desempenho. O fortalecimento de quadríceps e tríceps é essencial para que o impacto da corrida não sobrecarregue as articulações dos joelhos e tornozelos. Não há necessidade de os exercícios de fortalecimento precederem a corrida, mas é necessário fazer algum aquecimento corporal e alongamentos.

 

As sapatilhas ideais
O modelo usado precisa ter um bom amortecedor. O impacto do peso corporal nas articulações é triplicado na corrida e quadruplicado na descida. Confira também se é adequado ao seu tipo de passos, para não prejudicar o alinhamento dos joelhos e da coluna, e se tem uma folga entre o bico e o seu dedo grande. Caso contrário, pode ganhar bolhas e calos ou até perder unhas.

A alimentação adequada
Uma dieta com pouca gordura, quantidade moderada de proteína e rica em hidratos de carbono complexos é recomendada antes da corrida.

 

 

10
Nov15

Empadão de grão de bico

Ana Ni Ribeiro

O grão-de-bico, além de ser uma excelente proteína vegetal e fonte de ferro, contém triptofano, um aminoáciodo que reduz a produção de cortisol, que ajuda ao ganho de peso. Além disso, aumenta os níveis de serotonina (hormona do bem-estar), que ajuda a diminuir a compulsão alimentar.

Rende: 8 porções 
Calorias por porção: 172 

Ingredientes 
• 3 chávenas (chá) de grão-de-bico cozido
• 1 col. (sopa) de azeite extravirgem 
• 3 dentes de alho 
• 1 col. (café) de sal (de preferência, marinho) 

Recheio 
• 2 e ½ chávenas (chá) de frango desfiado 
• 1 col. (sopa) de azeite extravirgem 
• 3 dentes de alho 
• 1 cebola inteira picada 
• 1 copo (200 ml) de molho de tomate 
• 3 chávenas (chá) de cogumelos picados 
• ½ chávena (chá) de ervas aromáticas picadas 
• ¼ chávena (chá) de manjericão picado 
• Sal a gosto 

Modo de fazer 

Coloca o grão-de-bico num liquidificador com o azeite, os dentes de alho e o sal, até obter uma massa homogénea. Forre uma forma refratária média (cerca de 33 x 22 cm) com metade da massa e reserve a outra metade.

Prepare o recheio, salteando o o frango desfiado com o azeite, o alho e a cebola. Adicione o molho de tomate, os cogumelos,e as ervas. Acerte o sal e cozinhe até ficar macio.

Recheie a massa e cubra com o restante dela, pincele com azeite e leve ao forno preaquecido por 30 minutos ou até dourar.

05
Nov15

O que comer antes e depois de correr

Ana Ni Ribeiro

corrida.jpg

 

Antes de correr é importante que ingira hidratos de carbono complexos. Essa ingestão deve ser feita no mínimo uma hora antes de começar o exercício. Os hidratos de carbono complexos serão a principal fonte de energia que o seu corpo irá usar. Coma, por exemplo: pão ou cereais integrais, arroz integral, aveia, massas, frutas e legumes.

Não deve correr após realizar uma refeição pesada, com o estômago muito cheio, pois isso pode causar indigestão. Porém, evite fazer o exercício de estômago vazio, pois irá faltar energia para correr. Não se esqueça de que a hidratação é fundamental durante e depois do treino. Tenha sempre uma garrafinha de água consigo.

Após a corrida, deve comer o quanto antes, pois isso evita a perda de massa magra e repõe os nutrientes perdidos pelo corpo durante a atividade. É indicado ingerir hidratos de carbono com alto índice glicêmico, como batata, arroz integral e pães, associados a proteínas como carnes magras e queijos magros. Essa combinação ajuda na recuperação muscular.

Alimentos como banana, barras proteicas, iogurtes magros e peito de peru também são boas opções para consumir no pós-treino.


05
Nov15

Panquecas de côco

Ana Ni Ribeiro

fotografia 1 (7).JPG

 

fotografia 2 (3).JPG

 

 

 

Ingredientes (6-8 panquecas)

1 iogurte magro natural adoçado

2 ovos

1 chávena de côco

1 chávena de farinha integral

1 colher de chá de fermento em pó

1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 colher de sopa de adoçante

1 pitada de sal

1 colher de sopa de côco assado no forno (comprei num supermercado indiano)

1 colher de sopa de frutos vermelhos

 

Modo de preparação

Misture numa tigela o iogurte e os ovos.

Adicione numa outra tigela a farinha, o adoçante, o fermento o bicarbonato e o côco. Misture bem, junte ao iogurte.

Aqueça uma frigideira anti-aderente, e coloque 1 ou 2 porções de massa. Cozinhe durante 1 ou 2 minutos, vire e deixe alourar.

Sirva simples ou com côco assado e frutos vermelhos.

Bom apetite.

 

03
Nov15

Vida saudável Jumbo

Ana Ni Ribeiro

IMG_7348.JPG

 

 

Tenho uma novidade para vos contar. Há segredos que não se devem guardar, e este é um deles: alimentacaosaudavel.jumbo.pt

Parabéns Jumbo por esta excelente iniciativa. Obrigada por apostarem na alimentação saudável, pois todos nunca seremos muitos.
Neste novo portal vão encontrar receitas saudáveis, dicas para melhorarem a vossa saúde e motivadoras.
Este projecto será mais um elemento para a nossa equipa. Não podia deixar de fazer parte dele por isso há dias dei-lhes uma entrevista. Sim, vocês viram fotos da visita.
Passem por lá, e digam-me o que acham.
Vamos equipa!

IMG_7337.JPG

 

 
03
Nov15

Consulta online: o testemunho da N.

Ana Ni Ribeiro

18167056_lyD48.jpeg

 

A N. enviou-me este testemunho para partilhar com todos vocês. 

Tenho muito orgulho em todas as minhas equipa!

 

"Já lá vão dois meses desde uma manhã em que, por mero acaso, me deparei com a Ni no Você na TV. Confesso que inicialmente não prestei muita atenção mas que gostei dos seus frascos, achei-os coloridos e apelativos…

 Movida pela natural curiosidade voltei a rever esse pedacinho do programa e mais tarde comprei o seu livro numa livraria online.

Quando chegou, “devorei-o” num abrir e fechar de olhos e foi essa leitura que me levou a tomar uma decisão. Ia pedir ajuda! Também eu precisava aprender “a pensar magro”!!!

Há um oceano que nos separa, mas o longe fez-se perto e hoje, posso afirmar que tomei a decisão mais acertada. A Ni tem sido, para além da nutricionista, a companheira, a conselheira, aquela que está sempre lá… De uma generosidade sem tamanho, garanto!

Sinto-me como um daqueles jogadores que quer fazer bem para não desiludir o seu treinador. E gosto quando ela diz: -“Vamos equipa!” E eu vou!!! E com a sua ajuda passei a acreditar que chego lá!

Curiosamente e entre outras coisas, aprendi a gostar do pequeno almoço. Sim, é verdade! Aprendi a gerir quantidades de comida. Aprendi a comer!

Poderia dizer muito mais mas vou ficar-me por aqui com  a promessa de que continuarei a tentar fazer bem em prol da minha saúde e também da minha equipa.

Bem haja Ni!

Obrigado!

Beijinhos."

Pág. 1/2

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros