Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

28
Jan15

Receita para se proteger da gripe

Ana Ni Ribeiro

A melhor forma de evitar a gripe? É apostar em força na prevenção.

O mais importante é reforçar o sistema imunológico ao seguir as seguintes dicas: beba cerca de 1,5 litros de água por dia, pois é fundamental para manter as vias respiratórias húmidas; não beba leite, principalmente se estiver constiapado ou com sinusite, produz muito muco e dificulta a cura. Coma iogurtes naturais, cebola e alho;legumes e fruta, especialmente os que são ricos em caroteno (cenouras, beterraba, espinafres e couves) e em zinco (sementes de abóbora). Evite ao máximo alimentos ricos em gordura porque deprimem o sistema imunológico, tais como carnes vermelhas e derivados; fuja também de óleos vegetais polinsaturados (de milho, girassol ou soja). Coma também cogumelos shiake e beba chá de gengibre, ambos excelentes antivirais.

Somos aquilo que comemos, coma o que promove a nossa saúde!

27
Jan15

Panquecas proteicas

Ana Ni Ribeiro

fotografia (7).JPG

 

⅓ chávena de aveia em pó Myprotein

1 scoop de whey protein em pó Myprotein, sabor laranja e maracujá (pode usar outro)

1 ovo

2 colheres de sopa de iogurte líquido magro

1 colher de chá de extrato de baunilha

½ colher de chá de canela

1 colher de sobremesa de stevia (opcional)

 

Junte todos os ingredientes num liquidificador. Misture até ficar bem homogéneo.

Com um pincel espalhe umas gotas de azeite numa frigideira antiaderente. Deixe cozinhar as panquecas em lume médio-alto, durante cerca de 4-5 minutos de cada lado. 

23
Jan15

Sanduíche de omelete

Ana Ni Ribeiro

Experimente esse sanduíche de omelete: uma opção leve, prática e gostosa!


Ingredientes 
• 2 ovos 
• 1 colher (sobremesa) de leite magro
• 1 colher (café) de manjericão picado 
• Sal a gosto

Recheio 
• 1 colher (sopa) de requeijão 0% gordura 
• 4 fatias de fiambre de peru


Modo de fazer 
Bata os ovos com o leite e misture o manjericão e sal. Coloque em uma frigideira antiaderente aquecida e doure dos dois lados.

Corte a omelete ao meio, espalhe o requeijão, acrescente o fiambre de peru e feche o sanduíche.

 

Acompanhe com uma salada.

 

 
22
Jan15

Compota cor de laranja

Ana Ni Ribeiro

17944245_FM5PT.jpeg

 

Este domingo apeteceu-me uma compota diferente das que tinha em casa. E se assim pensei melhor o fiz.

Juntei uma abóbora hokaido laranja, uma manga, 1 cenoura, sumo e raspas de 1 laranja.

Lavei, descasquei mal - gosto de sentir os pedacinhos de casca, e cortei em pedaços. E pesei. A abobóra e a cenoura podem ser ralados. Depois pesei 1/4 do peso determinado em adoçante (uso stevia). Juntei aos pedaços de abóbora, manga e cenoura, o sumo da laranja e as suas raspas, o adoçante, lascas de gengibre, e pau de canela e deixei repousar. Levei ao lume e deixei cozer em lume brando, cerca de 20 minutos.

Pode usar a varinha mágica para obter a consitência pretendida. Juntei canela em pó e coloquei em frascos estéreis. Cubra a parte superior da compota com uma fina camada de canela. A canela além de dar sabor permite retardar o aparecimento de fungos (bolor).

Bom proveito.

21
Jan15

Chá anticelulite

Ana Ni Ribeiro
 
Este chá pelas suas propriedades que ajudam a circulação sanguínea é um aliado contra a celulite.
 
Ingredientes
• 1 litro de água
• 1 col. (sopa) de centelha asiática
• 1 col. (sopa) de cavalinha
• 1 col. (sopa) de dente-de-leão

Modo de fazer
Leve a água para ferver. Antes de começar a borbulhar, desligue o fogo e acrescente as ervas. Deixe
tampado de 5 a 10 minutos. Coe em seguida e tome ao longo do dia.
20
Jan15

O testemunho da C.

Ana Ni Ribeiro

15887508_wEQdA.jpeg

 

A C. teve "alta" da consulta há uns dias, e foi com emoção - confesso, que li esta carta que me enviou e permitiu que fosse partilhada.

 

2015, janeiro

 

As razões para se procurar um acompanhamento de um nutricionista são várias, mas o objetivo bate sempre no mesmo: conseguir manter uma dieta variada, rica, equilibrada, que nos faça bem e, mais importante do que isso, conseguir aprender a apreciar a maravilha que é comer.

Foi em janeiro de 2014 que entrei em contacto com a doutora Ana. Já há cerca de um ano a essa parte que acompanhava as suas publicações – desde receitas a dicas, identifiquei-me desde sempre com a sua forma de pensar – e a questão de serem consultas on-line foi um ponto crucial para mim: foi difícil assumir para mim própria que precisava de ajuda e, portanto, estar atrás de um ecrã levava a que eu conseguisse abrir-me a 100% com a Ana.

A primeira conversa surgiu numa janela do skype. Linhas orientadoras foram traçadas, sempre na ótica de que conseguiríamos, enquanto equipa, atingir o objetivo. Esta noção de que era um trabalho conjunto, de que não estava sozinha nesta luta, foi muito importante. Embora sempre tivesse tido uma forte apoio familiar (o qual muito valorizo e me sinto grata por tê-lo), aperceber-me que havia alguém “de fora” a acreditar em mim fez com que eu começasse a acreditar também.

Tudo começou no verão de 2013. Emagreci cerca de oito quilos num espaço de três meses. Sem dietas, nem consciência do que estava a acontecer, comecei a ir-me abaixo. Olhando agora para trás, pouco comia. Evitava comer, só comia quando ganhava fome. Esse apetite foi-se perdendo, as vezes que comia foram escasseando e cheguei um pouco abaixo dos 44 quilos. Na minha cabeça não era pouco. E, na verdade, o número não é alarmante. Mas a situação era. E a ajuda veio na altura certa.

Não dei pelo tempo passar, na verdade. Inicialmente, todos os meses conversámos (depois os períodos entre as consultas foram-se tornando maiores – e o desafio também), os ajustes foram-se fazendo, fui ganhando apetite e curiosidade em procurar novas receitas e voilà: uma nova C., saudável e vejam só(!): começo a gostar de cozinhar – o que detestava. Voltei a fazer exercício, que sempre me deu muito prazer (mas que nem para isso sentia forças), e sinto-me cada vez mais segura do caminho que piso.

Um ano depois, apercebo-me da real e decisiva importância do acompanhamento extraordinário e fiel da Ana: fez-me levantar e ajudou-me a começar a andar, de novo. Como a própria diz, foi a minha bengala. Uma querida, na verdade. Sem nunca apontar o dedo, julgar, conseguiu com que eu percebesse o quão errada andava e, melhor do que isso, conseguiu com que eu ficasse certa. Por isso, e por tanto mais, um sincero e merecido Obrigada, Ana, bem-haja. E a todos vós, que atravessam semelhante situaçã: Não sou mais do que vocês, portanto: se eu consegui, vocês também conseguem. Parafraseando Ana Ribeiro, “vamos equipa”!

 

C. M. C.

18
Jan15

Panquecas de amêndoa

Ana Ni Ribeiro

fotografia (6).JPG

 

Adoro panquecas, penso que já todos repararam nisso. Hoje foi dia de experiências e as novas panquecas de amêndoa ficaram deliciosas.

 

4 panquecas

3 colheres de sopa de farinha de amêndoa

1 colher de sopa de farinha de centeio 

1 ovo

1 colher de sopa de philadelphia light

1 colher de sopa de amêndoas picadas grosseiramente

1 colher de chá de adoçante

canela q.b.

 

Coloque todos os ingredientes excepto as amendôas no liquidificador e bata até ficar homogêneo.

Acrescente as amêndoas picadas.

Aqueça bem uma frigideira antiaderente e coloque 1/4 da massa, deixe cozinhar cerca de 2 minutos e vire. Deixe dourar e retire.

Sirva com uma colher de compota sem açúcar e lascas de amêndoa.

16
Jan15

Anti-Idade II: músculos

Ana Ni Ribeiro
Mantenha os músculos
Se não utiliza os músculos, perde-os. E com o tempo, o mais provável, é que o músculo perdido seja substituído por gordura, segundo um estudo do Journal of the American College of Nutrition. Isto é sobretudo dramático porque meio quilo de gordura ocupa cerca de mais de 18% de espaço no corpo do que meio quilo de músculo. Mesmo que mantenham o mesmo peso ao envelhecer, as sua cintura pode-se insuflar. Os espinafres ajudam a manter o manter o músculo. Em recentes estudos elaborados na Universidade de Rutgers (EUA), descobriu-se que uma hormona dos espinafres aumenta a síntese proteica. Convém é que faça também exercício físico.
15
Jan15

Era uma vez

Ana Ni Ribeiro

fotografia 1 (2).JPG

 

A apresentação dos alimentos faz toda a diferença no apetite e vontade de os experimentar tanto para as crianças quanto para os adultos, principalmente na hora de ingerir vegetais e alimentos "novos".
Conte histórias com os alimentos para estimular a criança a comê-los. Um arroz de brócolos e lulas pode ser transformado numa história no fundo do mar, ou uma simples salada com arroz e bifinho de peru num jardim onde vivem duendes. Coloque a sua imaginação a trabalhar!

Era uma vez um momento feliz à mesa!

fotografia 2 (3).JPG

 

14
Jan15

Prazer de comer

Ana Ni Ribeiro
Desfrute das refeições com consciência e prazer. O prazer de comer não é sinónimo de comer muito. Pelo contrário. Ter prazer em comer é, antes de tudo, apreciar aquilo que se come, saborear devagar, desfrutar dos sabores, das texturas, dos aromas dos alimentos.
 
Esta é uma das razões por que muitos especialistas defendem que, durante as refeições, não deve haver nada que nos distraia do prato que temos à frente. Ver televisão enquanto se come é frequentemente indicado como uma das razões do excesso de peso que existe nas sociedades actuais. Olhar para o ecrã impede-nos de ter consciência não só do que estamos a comer como da quantidade daquilo que colocamos na boca.

Pág. 1/2

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros