Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

26
Jun14

Desmitificar a barriga de cerveja

Ana Ni Ribeiro

Ao contrário do que muita gente pensa, a cerveja é a bebida alcoólica menos calórica, um fino tem cerca de 70kcal, e não deve ser conotada com a célebre “barriguinha”. A maioria das bebidas alcoólicas adquire o seu valor calórico através da quantidade de álcool, e de açúcar em alguns casos - espumantes, vinhos generosos e licores, por exemplo. Não tendo a cerveja açúcar e sendo a bebida alcoólica mais pobre neste calórico nutriente (um grama de álcool fornece 7 kcal, quase tantas calorias quanto um grama de gordura 9kcal) é fácil perceber que não será certamente pelo consumo moderado de cerveja que a barriguinha vai ficando proeminente.
Segundo, investigadores suíços a cerveja contém uma substância que combate a obesidade e melhora a força muscular. O potencial desta molécula, chamada nicotinamida ribósido, foi até agora testado em ratos. Espera-se agora que, estimulando a função mitocondrial com a molécula, os cientistas possam confirmar o aumento da longevidade e os outros efeitos para depois passar às experiências com humanos.

Relativamente às propriedades nutricionais da cerveja, esta é fundamentalmente uma bebida com mais de 90 por cento de água, quatro a cinco por cento de álcool (com excepção das cervejas gourmet) e quantidades vestigiais de fibra solúvel e hidratos de carbono. É uma fonte de vitaminas do grupo B e de alguns minerais destacando-se um ratio potássio - sódio muito favorável e co-responsável (juntamente com o álcool) pelo efeito diurético desta bebida.

É difícil dissociar se a origem dos efeitos positivos na saúde do consumo moderado de cerveja derivam do seu teor em álcool, se de outros componentes nutricionais. Em todo o caso, alguns estudos revelam um menor risco de desenvolvimento de diabetes associado ao consumo moderado de cerveja, tal como uma melhoria da densidade mineral óssea. Neste último caso, para além do efeito positivo do etanol, existe outro mineral específico da cerveja que promove a formação óssea: a sílica. Também na prevenção de problemas cardiovasculares e formação de trombos, a cerveja desempenha um papel significativo sendo o seu consumo regular muito importante para manter este efeito.

Em suma, todas as vantagens descritas poderão ser obtidas respeitando dois critérios no consumo: regularidade (quase todos os dias) e moderação (dois a três copos por dia). A partir de agora, em vez de culpar a cerveja pela “barriguinha”, poderá contar o número de copos em cima da mesa ou o tipo de aperitivos que a acompanhou!

18
Jun14

O peso da verdade

Ana Ni Ribeiro

A vida é feita de verdades, mas também de falsos conceitos, mal-entendidos e, claro, mentiras. Relativamente ao tema do emagrecimento os mitos crescem e propagam-se assustadoramente. Daí recorri a estudos recentes para desmistificar uma série de ideias que muitas pessoas pensam que estão correctas. Pois, sabe uma coisa? Não estão!

Caminhar não serve?
Caminhar não é o mesmo que correr, é certo, mas a verdade é que fazer uma caminhada todos os dias tem um efeito benéfico acumulativo altamente benéfico para se queimar calorias. Um estudo do American Journal of Clinical Nutrition com uma amostra de adultos saudáveis mostra que os indivíduos que faziam um determinado trajecto de carro ganharam mais nove quilos comparativamente com os que o fizeram a pé.
Solução: dê dez mil passos por dia. Compre um pedómetro: o recurso a este aparelho pode ajudar a uma diminuição significativa no índice de massa corporal e pressão arterial. Outro conselho: opte sempre por subir pelas escadas em vez dos elevadores e se for de carro para o trabalho, deixe-o o mais longe possível e vá a pé. 



18
Jun14

Esparguete Integral com Molho de Alcachofra

Ana Ni Ribeiro

Gosta de massa? Experimente esta receita: espaguete integral com molho de alcachofra. Além de saboroso ainda tem a vantagem de combinar ingredientes que deixam a massa ainda mais leve, ideal para quem se preocupa em economizar calorias.

 

Ingredientes (4 pessoas)
4 alcachofras grandes frescas
1/2 pacote de espaguete integral
2 col. (sopa) de azeite 
Sal, pimenta e salsa picada a gosto
8 tomates cereja 
4 col. (sobremesa) de queijo parmesão light ralado a gosto


Retire as pétalas da alcachofra, corte o coração em juliana e reserve. Coza o espaguete de acordo com as informações da embalagem, escorra e reserve. Numa frigideira, aqueça o azeite e refogue a alcachofra cortada. Tempere com o sal, a pimenta e a salsa. Acrescente o tomate cereja. Misture a massa e sirva quente com o parmesão ralado.

 

17
Jun14

Sumo detox de melancia

Ana Ni Ribeiro

A melancia tem o poder de eliminar toxinas. Esta fruta deliciosa ainda é rica em betacaroteno, que potencia a barreira de proteção da pele contra os raios UV. O reforço na beleza é dado pelo gengibre, que tem ação termogénica e acelera o metabolismo. 

Ingredientes (1 copo) 
80 calorias 
• 1/2 fatia fina de melancia 
• 1/2 colher (sopa) de lascas de gengibre 
• Gelo a gosto 
• 1 copo (200 ml) de água com gás 
• Folhas de hortelã 

Modo de fazer 
Num copo, macere a melancia com as lascas de gengibre. Acrescente gelo e a água e decore com hortelã

15
Jun14

Férias na Linha

Ana Ni Ribeiro

Para muitas pessoas as férias são sinónimo de ganho de peso. A melhor forma de evitar esse problema é não cometer muitos excessos alimentares e mexer-se sempre que possível. Não quero com isto que perca as jantaradas nem os churrascos, mas depois compense nas outras refeições com alimentos saudáveis, e se ficar menos tempo na esplanada ou na toalha para ir praticar exercício físico, ainda melhor.
11
Jun14

Santos Populares

Ana Ni Ribeiro

Em toda a festa dos santos populares, na hora de saciar a fome, a sardinha, o pão milho e o caldo verde são quem reinam.

Deixo alguns conselhos saudáveis, pois a saúde também conta em dias de festa!

Sardinha
A sardinha é um peixe gordo,pelo que a sua gordura, polinsaturada, rica em ácidos gordos ómega-3, é importante para o desenvolvimento e manutenção cerebral e equilíbrio cardiovascular. Consuma peixes gordos com regularidade, variando o tipo de peixe (sardinha,cavala,salmão,arenque,…);

Pimento
O pimento é fonte de vitaminas e minerais importantes para a pele e mucosas, visão e processo de cicatrização.
Procure ingerir pimentos de diferentes cores para aumentar os benefícios nutricionais. Complemente este consumo com outros tipos de produtos hortícolas.
Consuma hortaliças e legumes diariamente, na sopa, e inclua-os sempre no prato.

Caldo Verde
O caldo verde, pela presença de couve galega, é rico em cálcio, imprescindível ao crescimento e manutenção dos ossos e dentes.
Diariamente devemos recorrer ao consumo de sopa de legumes, para alcançar maior variedade de vitaminas e minerais pela diversidade de produtos hortícolas. Inicie o almoço e o jantar com sopa;

Pão milho
O pão de milho poderá funcionar como um substituto à batata, arroz ou massa, pela sua riqueza em hidratos de carbono. Se optar por incluir o pão na sua refeição deve reduzir a quantidade de batata, arroz ou massa que ingere.
09
Jun14

Combater a celulite

Ana Ni Ribeiro



Cerca de 95% das mulheres apresentam celulite. As hormonas e a genética têm papel principal nesta história, mas a alimentação não fica atrás.
Para combater a celulite é necessário fazer uma alimentação saudável.
  • Deve fazer 5 a 6 refeições por dia: pobres em sal, açúcar e gordura. O sal e o açúcar contribuem para a retenção de líquidos, e consequentemente, para o aparecimento da celulite.
  • Devem ser consumidas fontes magras de proteína, como clara de ovo , aves, coelho e peixes.
  • As refeições devem ser ricas em vegetais, cereais pouco refinados, leguminosas e fruta: alimentos ricos em magnésio, potássio e com efeito diurético .
  • Alimentos fritos, folhados, enchidos, carnes gordas, molhos, doces, refrigerantes e alimentos muito salgados devem ser evitados.
  • É importante beber bastante água (1,5-2l por dia), que também pode ser consumida sob a forma de chá, como o chá de cavalinha que tem acção diurética.
  • O café, o álcool e o cigarro também contribuem para a formação de celulite, pelo que devem ser evitados.
  • Não nos devemos esquecer do exercício físico, 45 minutos pelo menos 3 vezes por semana.
07
Jun14

Pelos músculos: surfar, surfar!

Ana Ni Ribeiro

No ginásio ou ao ar livre, em espaços abertos, há actividades exigentes (e por vezes esquecidas) que trabalham o corpo onde é mais necessário. Como complemento, há alguns exercícios para fazer regularmente em casa.
Surfar! E comer saudavelmente!

Com esta actividade treina-se o corpo todo, mas principalmente as costas. Quando nos equilibramos sobre a prancha, até os músculos mais profundos são trabalhados. O melhor exercício para completar o esforço exigido pelo surf: pilates. Não só fortalece, como as ondas, a musculatura mais profunda situada à volta da coluna vertebral como ajuda também a treinar o equilíbrio. A um nível mental, o pilates também tem grandes vantagens: ajuda à concentração e ao relaxamento.
Quando não puder ir à praia, há exercícios que pode fazer em casa: deite-se de barriga numa superfície plana. Depois eleve alternadamente o braço esquerdo e a perna direita, baixe o braço direito e a perna esquerda e deixe a anca no chão. Faça cada exercício dez vezes, em três sessões semanais.

05
Jun14

Tangerina mecânica

Ana Ni Ribeiro

Segundo um estudo publicado na ScienceDaily a tangerina tem um importante papel no combate à obesidade e às doenças cardiovasculares. Investigadores da Universidade de Western Ontário identificaram flavonóides presentes nas tangerinas que estimulam os genes envolvidos na perda de peso. Em estudos anteriores tinham descoberto outro elemento neste citrino que ajuda a prevenir doenças como diabetes tipo 2, arteriosclerose e doença do foro cardiovascular.

Além disso, os gomos desta fruta são reconhecidos pelo elevado valor nutricional, ricos em vitamina C, mas não em calorias, tornando-se amigos da balança: 100 gramas contêm cerca de 40 kcal.

Pág. 1/2

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros