Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

30
Mai14

Alimentos que não deve colocar no frigorífico

Ana Ni Ribeiro

Alguns alimentos não devem ser colocados no frigorífico, já que o frio pode alterar o seu sabor e as suas propriedades.

O site espanhol ABC reuniu uma lista de alimentos que deve deixar fora do frigorífico.

1. Tomate: Os tomates perdem o seu sabor no frigorífico. Além disso, também altera a sua textura, já que o frio penetra no interior da fruta e torna-a farinhenta, por isso, o melhor é colocar os tomates numa tigela em cima da mesa ou do balcão da cozinha.

2. Batatas: Armazenar batatas a baixa temperatura faz com que o amido se converta em açúcar, tornando-a doce e farinhenta. Deve armazenar as batatas num saco de papel, já que graças à sua porosidade as batatas demoram mais tempo a apodrecer.

3. Pão: O pão no frigorífico seca rapidamente e fica rijo. É preferível guardá-lo num saco de pano. Se não o consumir nos dias seguintes à compra, a melhor opção é cortá-lo em fatias, envolvê-lo em papel plástico para conservar a sua humidade e congelá-lo.

4. Abacates: Opte por conservá-los num lugar fresco, com pouca luz. Se colocar os abacates no frigorífico, estes vão ficar negros e duros como uma pedra.

5. Café: O café perde o seu sabor quando é colocado no frigorífico, além de absorver todos os odores de outros alimentos que se encontrem a refrigerar.

6. Mel: Um elevado teor em água, uma elevada concentração de açúcares (osmolaridade), um valor de pH entre 3,5 e 4,5 e apresença de peróxido de hidrogénio (geralmente conhecida como água oxigenada) com efeitos anti-microbianos e outras substâncias com propriedades anti-microbianas fazem com que o mel não se estrague facilmente, desde que esteja conservado num recipiente bem fechado. Assim, não há nenhuma razão para o colocar no frigorífico.

7. Azeite: O azeite deve ser mantido num recipiente num local fresco e longe da luz , mas nunca deve ser colocado no frigorífico, pois o frio faz com que condense e fique mais rijo, formando uma pasta semelhante à manteiga.

8. Cebolas: A humidade do frigorífico faz com que as cebolas amoleçam e apodreçam rapidamente, além de começarem a brotar rebentos. Para evitar que apodreçam, deve armazenar as cebolas num lugar fresco e seco, e separadas das batatas. Já o cebolinho e o alho-porro, graças ao seu elevado teor de água, podem ser colocados no frigorífico.

9. Manjericão: O manjericão irá murchar rapidamente no frigorífico e irá absorver todos os odores dos alimentos que estão ao seu lado. Coloque o manjericão num copo com água fresca, como se fosse uma flor.

10. Alhos: Quando coloca os alhos no frigorífico, eles vão começar a secar. Para evitar que isso aconteça, armazene-os num saco num lugar fresco e seco.

11. Frutas tropicais: abacaxi, ananás, banana, papaia As baixas temperaturas anulam as enzimas que permitem que as frutas tropicais amadureçam. O frio faz com que sua polpa fique mole e que a sua pele fique negra.

12. Chocolate: O chocolate não deve ser colocado no frigorífico, a não ser que tenha recheio de leite ou esteja muito calor. O frio faz com que o chocolate ganhe uma espécie de revestimento branco, o que significa que há alteração do seu sabor e textura. O ideal é comprar um chocolate e consumi-lo nos dois ou três dias seguintes à compra. As tabletes de chocolate que não foram abertas podem ser armazenados a uma temperatura ambiente, longe do calor, de mudanças de temperatura bruscas e da humidade. Depois de aberta, a tablete de chocolate deve ser condicionada em papel de alumínio.

29
Mai14

Despeça-se dos pneus

Ana Ni Ribeiro

A gordura visceral é mais prejudicial para a sua saúde que os inestéticos pneus. Mas assim que se despedir dela, é mais fácil mantê-la à distância. Um estudo da revista Obesity indica que as pessoas que perderam peso e fizeram exercício durante pelo menos 80 minutos semanais não voltaram a recuperar a gordura visceral após um ano. Os que não fizeram exercício (mas que mantiveram o peso) apresentam mais 25% de gordura visceral.
O exercício altera o nível hormonal de forma a que a gordura visceral seja eliminada, afirma o autor do estudo.
28
Mai14

Fome? Não, obrigada!

Ana Ni Ribeiro

 

" ... tenho 32 anos e desde os 17 que tenho peso a mais. Já experimentei todo o tipo de dietas, e produtos, mas consigo sempre recuperar o peso que perdi. Mas nunca fui a um nutricionista, por achar que as revistas diziam tudo o que precisava saber. Durante anos pensei que passar fome garantia que conseguia emagrecer, não é assim?..."


Não, passar fome não é garantia de sucesso quando se quer emagrecer. Comer proporciona energia para as actividades do dia-a-dia e também para pensar. A fome enfraquece o organismo, que se adapta à restrição reduzindo o consumo calórico.
No tempo das cavernas havia períodos de grande carência de alimentos, e desde então, não houve evolução do nosso organismo, que continua a permanecer alerta para garantir a sobrevivência e a ser óptimo a poupar energia. Ao reduzir-se muito a ingestão calórica, o metabolismo baixa, a circulação sanguínea periférica torna-se mais lenta para minimizar as perdas de calor e o ritmo respiratório diminui.
Emagrecer com energia e saudavelmente não é passar fome, nem passar por grandes restrições.
Apesar de ser um paradoxo, é preciso comer para controlar o apetite e o peso, mas é preciso comer bem e equilibradamente.

Escolham o caminho certo e peça a ajuda certa a um nutricionista; não é milagroso, mas chegam ao destino. Os atalhos são um perigo.
26
Mai14

Alimentos saudáveis podem causar aumento de peso

Ana Ni Ribeiro

 

Calorias são calorias, independentemente da sua fonte.
Todos que querem perder e manter o peso precisam comer menos quer sejam alimentos saudáveis ou não. Comer em excesso alimentos saudáveis pode parar qualquer tentativa de perda de peso e até mesmo fazer ganhar peso, mesmo sem perceber. Os alimentos com baixo teor de gordura, hidratos de carbono, ricos em proteína ou alimentos com benefícios para a saúde têm calorias. Se ingerir excesso de calorias provenientes destes alimentos vai ganhar peso, e qualquer benefício associado ao seu consumo é eliminado pelos perigos claros do ganho de peso.

Lembre-se que há alimentos saudáveis ricos em calorias. Olhe para o azeite: 125-170 calorias/porção. O azeite é a gordura de adição que deve usar mas use com moderação. 

Não tem desculpa para comer mais se o alimento for magro, light, com baixo teor em... Se está a lutar com o seu peso tem mesmo que comer menos.
Todas as evidências apontam para o fato de que se reduzir dois centímetros da sua linha de cintura há baixa da pressão arterial, diminuição do risco de doenças cardíacas e redução do colesterol em mais de 25 %. 

Tirando a água não há alimentos sem calorias. Aposte em refeições saudáveis nas quantidades certas.
 

25
Mai14

Doce domingo sem açúcar

Ana Ni Ribeiro

 

 

 

Uma receita fácil, saborosa e baixa em calorias. Eu fiz de morango mas pode escolher outro fruto.

 

Ingredientes

1 pacote de gelatina sem açúcar de morango

1 iogurte magro de morango

Morangos para decorar

 

Preparar a gelatina de acordo com as instruções da embalagem. Colocar por cima o iogurte e bater.

Laminar os morangos e adicionar à mistura.

Deixar no frigorífico até à hora de comer.

 

Bom apetite.

 

21
Mai14

Alcachofra, a adelgaçante

Ana Ni Ribeiro

A alcachofra é um alimento, que incluído numa alimentação saudável e equilibrada pode ajudar a combater a gordura e a emagrecer.
Desde os anos 60, do séc. passado, a alcachofra é umas das plantas mais estudadas devido aos seus ingredientes adelgaçantes: a cinaropicrina, a cinarina e outras substâncias que demonstraram ter acções depurativas e desintoxicantes do organismo.

Os activos contidos nas folhas de alcachofra encerram múltiplos benefícios. Por exemplo, alguns autores defendem que têm um efeito positivo sobre o fígado, sobre o processo digestivo ou contra o excesso de colesterol.

As suas propriedades também contribuem para o controlo do peso. Estas resumem-se em três pontos:

  • É diurética: aumenta o volume da urina e elimina líquidos.
  • É desintoxicante: ajuda a eliminar as toxinas e outros resíduos acumulados no nosso organismo.
  • Promove a digestão das gorduras: regula o fluxo da bílis, contribuindo para metabolizar as gorduras da alimentação. Assim, estas não se acumulam no corpo, ajudando-nos a emagrecer.
18
Mai14

Salada de queijo, endívias, romã e avelãs

Ana Ni Ribeiro

Ingredientes (4 pessoas)

40g de avelãs descacadas

2 endívias

150g de rúcula

1 romã

2 peras

150g de queijo magro

3 col. de sopa de vinagre de cidra

Sal

Pimenta

1 col. de chá de mostarda

3 col. de sopa de azeite

 

Preparação

Passe as avelãs por uma frigideira quente. Retire e deixe arrefecer.

Abra a romã e retire as sementes e a pele branca. Descasque as peras e corte-as em tiras finas.

Coloque todos os ingredientes no prato de servir e esfarele o queijo por cima.

Junte o vinagre, a mostarda e o azeite. Tempere com sal e pimenta. Tempere a salada a gosto e sirva.

 

Bom apetite!

17
Mai14

Refrescar a Primavera

Ana Ni Ribeiro


Posso comer gelados? É das perguntas que mais ouço quando chega o calor.
O gelado é fonte de vitaminas e antioxidantes, cálcio, é facilmente digerível, e fornece nutrientes em proporções relativamente equilibradas.
O segredo de uma alimentação saudável é provar de tudo e não comer abundantemente de nada. Pelo que a resposta é: sim.
É possível ter prazer sem engordar! Educar e cultivar os prazeres do paladar é preciso, de modo a que façam parte de uma alimentação saudável.

13
Mai14

Stop inchaço III

Ana Ni Ribeiro

 

 

Abuse das ervas mais verdes

 

A actriz Cameron Diaz cobre todos os pratos com uma mistura de coentros e salsa, para drenar. Bom truque! Para além do delicioso e fresco sabor, estas ervas contêm fibras solúveis anti-inchaço.
O cebolinho limita a fermentação intestinal, o manjericão ajuda a digestão, o coentro e a salsa estimulam o sistema renal e facilitam a eliminação de líquidos... Pique e polvilhe à vontade no prato.
12
Mai14

Stop inchaço II

Ana Ni Ribeiro


2. Use especiarias

Para além de sublinharem o gosto dos alimentos, as especiarias facilitam a digestão. Use todas as variedades de caril (verde, vermelho, amarelo), porque esta mistura de funcho, gengibre, alho e curcuma absorve os gases e evita o inchaço da barriga. As pimentas (preta, rosa, branca...) ricas em piperidina (antimicrobiótica e anti-inflamatória) facilitam o trabalho de desintoxicador do fígado.

Pág. 1/2

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros