Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

31
Mar14

Frutose pode estar associada ao aumento de peso

Ana Ni Ribeiro

 

 

Muitas pessoas substituem o açúcar e os adoçante por frutose, mas isso pode ser um erro.

Um estudo da Universidade de Yale alerta para as consequências nefastas para a saúde do consumo regular de alimentos com frutose que pode levar a um aumento do risco de doenças cardiovasculares e deposição de lípidos da obesidade. O estudo dirigido por Carroll Kathleen da Universidade de Yale (Estado Unidos da América), e publicado no The Journal of The American Association (JAMA), alerta agora para a possibilidade da frutose aumentar o apetite porque o seu consumo reduz os níveis de sangue na região do cérebro (hipotálamo) que regula a sensação de saciedade.
A frutose é um açúcar obtido de frutas, mel, de alguns cereais e vegetais e do xarope de milho adicionado a alimentos processados. A sua utilização começou a ser feita nos anos 70 no século passado sobretudo em alimentos para diabéticos porque a frutose é muito bem absorvida pelo fígado e aparentemente estimula muito menos a produção de insulina em relação a outros açúcares.

O efeito da frutose no apetite é controverso. Há alguns estudos que têm dito que a ingestão da frutose por si só reduz a ingestão dos alimentos. Contudo, a frutose misturada com uma refeição mais complexa provém menos saciedade e a pessoa continua a comer mais do que seria necessário.
A comunidade científica começa assim a considerar que a frutose pode induzir ao aparecimento de problemas cardíacos, dislipidemias e problemas de obesidade. Contudo não há evidências concretas e que o consumo isolado da frutose poderá não causar problemas.
Fonte: Associação Portuguesa dos Nutricionistas
31
Mar14

Exercício suave- grandes resultados

Ana Ni Ribeiro
Quer derreter a gordura das coxas, do rabo e destruir a celulite? As actividades aeróbicas moderadas e prolongadas, combinadas com exercícios que fortalecem os músculos, são as mais recomendadas. Está à espera de quê? Mexa-se!
Caminhe, corra, nade ou pedale para queimar calorias.
A actividade escolhida deve ser feita quatro vezes por semana, em dias alternados.
A intensidade ideal é aquela em que há o equilíbrio entre respiração e movimento. Ou seja, você não fica ofegante, consegue falar e fazer o exercício ao mesmo tempo.
É preciso que o exercício seja prolongado: acima de 45 minutos, para garantir a queima de gordura.
29
Mar14

Panquecas light

Ana Ni Ribeiro

 

Para o pequeno almoço ou lanche estas panquecas são uma boa opção.

 

Rende: 13 panquecas 
Calorias por panqueca: 64 (com a compota e o iogurte: 82 calorias) 


Ingredientes 

• 1/2 chávena (chá) de farinha de trigo integral 
• 1/2 chávena (chá) de farinha de aveia 
• 1 col. (sopa) de farinha de linhaça 
• 1 e 3/4 de chávena (chá) de leite magro 
• 1 col. (café) de fermento em pó 
• 1 ovo 
• 1/2 col. (chá) de azeite (para untar) 
• Compota sem açúcar e iogurte magro (para acompanhar) 


Modo de fazer 
Coloque todos os ingredientes em uma tigela funda e misture com um mixer (ou bata no liquidificador). Espalhe 3 colheres de sopa da massa no fundo de uma frigideira antiaderente pequena preaquecida e untada com o óleo (retire o excesso com papel-absorvente. Doure dos dois lados. Sirva cada panqueca com 1 colher (sobremesa) da compota e outra do iogurte.

28
Mar14

Em forma para o Verão

Ana Ni Ribeiro

 

A distribuição da gordura corporal está relacionada com a hereditariedade e carga genética familiar. Contudo, os comportamentos alimentares estão associados à quantidade de gordura depositada no corpo. Quando se ingere uma quantidade energética superior às necessidades, promove-se o aumento de peso, consequência do aumento da deposição de gordura no tecido adiposo.
Os alimentos hipercalóricos, como os alimentos muito ricos em gordura e açúcar simples, poderão contribuir para o aumento de energia diária e, por conseguinte, induzir à acumulação de energia em forma de gordura no tecido adiposo. Para além destes, os alimentos com elevado teor em sal promovem a retenção da água no espaço exterior das células e levam ao aumento da celulite, especialmente nas coxas/pernas e barriga.
O baixo consumo de alimentos ricos em fibra, como a fruta, cereais integrais e hortícolas e o baixo consumo de água conduzem a problemas do foro intestinal nomeadamente obstipação, o que promove a chamada "barriga inchada", a qual se caracteriza pelo aumento de flatulência e não pelo aumento da deposição de gordura na zona abdominal.
A actividade física assume um papel preponderante na regulação do metabolismo e na quantidade de gordura acumulada.
27
Mar14

Peixe: amigo do humor

Ana Ni Ribeiro


De acordo com um estudo da faculdade de medicina da universidade de Pittsburgh, as pessoas que consomem fruto do mar (ricos em ómega-3, essencial para a as células cerebrais), não são apenas mais felizes como tendem a ser mais agradáveis. Por outro lado, as pessoas que não comem peixe regularmente são mais propensas a relatar sintomas leves de depressão, sentimentos de impulsividade e uma visão negativa sobre a vida.
A síntese de serotonina, hormona responsável pela sensação de bem estar, depende da existência de triptofano e da vitamina B6, pelo que a ingestão de alimentos como peixe, perú, lacticínios, ovo, frutas e vegetais poderá influenciar a sua síntese.

26
Mar14

Quando os magros querem ganhar peso!

Ana Ni Ribeiro

Conheço muitos casos de pessoas que não se sentem satisfeitas com o seu peso: são muito magras e querem engordar.

De um modo geral, é mais difícil engordar do que emagrecer! Os seguintes alimentos podem ajudar, pois à partida são ricos em calorias, mas saudáveis! Gostando, tente comê-los com mais frequência e vá variando para não se tornar monótono:

 

Oleaginosas: Avelãs, amêndoas, nozes, pinhões, etc.

Colocar manteiga de amendoim no pão, batidos, tostas...

Frutos secos: figos, tâmaras, alperces, ameixas... (pode adicionar aos cereais de pequeno-almoço)

Use Azeite: tempero e confecção

Chocolate negro

Sobremesas tipo arroz doce

Batidos de fruta - para acompanhar as refeições

 

Para que consiga comer mais quantidade em geral, evite comidas muito quentes, evite sopas - que enchem muito com poucas calorias -, por isso coma as verduras cruas ou ao vapor, evite beber água às refeições, para que caiba mais volume de comida. É importante ganhar peso devagar, para não originar problemas de saúde.

Para ajudar a ganhar mais consistência muscular faça musculação. O exercício físico é muito importante para que consiga ganhar peso sem ganhar massa gorda.

25
Mar14

Delicioso & Saudável

Ana Ni Ribeiro

Muito bom, simples de fazer e saudável.
Para uns pequenos-almoços diferentes, frescos e cheios de energia ou como uma óptima sobremesa.

{2 maçãs | 2 pêssegos maduros | 10 morangos maduros | 3 colheres de açúcar mascavo ou adoçante | 150g de muesli biológico | 1 chávena de leite magro | uma colher de sopa de farinha integral | 1 colher de chá de manteiga sem sal magra. 
  Dispor as maçãs aos cubinhos com os pêssegos em lascas e os morangos esmagados numa tarteira, juntar o açúcar e envolver. Levar ao forno para amolecer a maçã. À parte misturar a farinha, o leite e a manteiga amolecida. Verter sobre as maçãs e por fim misturar o muesli (amassar tudo um pouco). Vai de novo ao forno apenas para dourar. Acompanha com iogurte natural magro.}
Bom apetite.
24
Mar14

Devoradores de queijo

Ana Ni Ribeiro



Fonte de cálcio, vitamina A e do complexo B, o queijo é uma excelente opção para acompanhar o pão, e é uma óptima alternativa ao leite, à carne e ao peixe, como fonte de proteínas. Contudo, deve ser consumido com moderação pois promove facilmente a gula e tem um elevado teor de gordura e sal.
O queijo fresco e o requeijão, com um baixo teor de gordura e sal, são boas escolhas para pessoas diabéticas e em dietas de perda de peso. Entre os queijos maturados e curados, o flamengo, de preferência com teor de gordura inferior a 20%.
Uma fatia de pão com queijo e um copo de leite são um excelente lanche. Para variar da carne/peixe à refeição, uma salada com um queijo fresco ou um prato de massa ou arroz com uma porção de queijo (30-40g) fazem uma refeição nutricionalmente interessante.

18
Mar14

Masterchef Portugal: um programa a seguir

Ana Ni Ribeiro

Sou fã de programas de cozinha!
Masterchef Portugal, é um programa a seguir. O segundo programa confirmou a boa impressão com que tinha ficado a semana passada. Foi agradável verificar que o programa português foi beber inspiração ao australiano.
Gostei do papel e postura do júri e apresentador. O ritmo e a emoção estão presentes em doses muito agradáveis.
A caixa mistério é um desafio repleto de imaginação, sabor e o talento (ou a falta dele) de cada um faz a diferença. A pressão da prova de equipas no exterior torna ainda o programa mais delicioso. Diverti-me, os próximos programas prometem.
Achei que ia sair o Pedro, e acertei. Sobram 14 finalistas. Já tenho favoritos, ainda não os vou revelar, mas digo: mulheres ao poder!
No final só um será o Masterchef de Portugal, que ganhe o melhor.

Imitem isto em casa, coloquem o vosso avental e aventurem-se na cozinha. E ao sábado, porque os olhos também comem, jantem no restaurante do Masterchef Portugal.

18
Mar14

Magnésio: vai uma dose?

Ana Ni Ribeiro

 

 

 

Principais funções

  1. Ajuda a fortalecer os ossos e os dentes
  2. Actua com o cálcio na contracção muscular, na coagulação e na regulação da tensão arterial
  3. Regulariza o ritmo cardíaco
  4. Actua como cofactor enzimático, necessário em muitas reacções do corpo.


Sintomas de carência

  1. Fraqueza
  2. Dores e espasmos musculares
  3. Cãibras e tremor
  4. Náuseas e vómitos
  5. Função cardíaca debilitada

Onde se encontra

  1. Cereais integrais
  2. Leguminosas (feijões, lentilhas,...)
  3. Legumes de folha verde (espinafres, brócolos,...)
  4. Caju e outros frutos oleaginosos
  5. Sementes de girassol e outros.

Pág. 1/3

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros