Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

18
Jul13

Obesidade: prevenir é fundamental

Ana Ni Ribeiro

A obesidade não responde facilmente ao tratamento, pelo que a sua prevenção se torna fulcral. Perante o aumento alarmante da prevalência da obesidade, é imperioso encontrar soluções que alterem o ambiente em que vivemos.
Assim, como estratégias preventivas de intervenção: deve ser feita a inclusão duma relação positiva com a alimentação, um encorajamento aos hábitos alimentares saudáveis e uma manutenção da actividade física.
O objectivo de estratégias primárias de prevenção é estabelecer estilos de vida activos saudáveis entre os jovens, que lhes permitam atingir e manter o peso do corpo e níveis de adiposidade dentro dos valores compatíveis com a boa saúde.
Linhas de evidência suportam o conceito de que o excesso de peso e a obesidade podem ser prevenidas:
1) o ambiente e o estilo de vida têm um forte impacto no peso corporal;
2) para as mesmas características genéticas é possível manter o IMC normal ou tornar-se obeso.
17
Jul13

Doença celíaca

Ana Ni Ribeiro

A Doença Celíaca é uma intolerância alimentar crónica e permanente a uma proteína, de seu nome, glúten. Com uma componente genética e outra ambiental, sabe-se que os familiares mais próximos têm maior probabilidade de também vir a sofrer da doença. Nesse caso, propomos o rastreio a pais, irmãos e filhos de celíacos com diagnóstico feito. Estima-se que, 0,5% a 1% da população europeia, possa ser celíaca. Em Portugal, estima-se a existência de 5000 a 8000 celíacos diagnosticados. Actualmente, o único tratamento conhecido e eficaz para esta doença passa por uma dieta permanente e rigorosa que exclua o glúten da alimentação. Ainda existe muito o pensamento de que a DC é uma doença exclusiva em idade pediátrica.

 

Todos os alimentos que contenham, na sua composição, trigo, aveia, centeio e cevada ou seus derivados devem ser abolidos da alimentação diária destas pessoas. A Associação Portuguesa de Celiacos aconselha os sócios a separar os alimentos por nível de perigosidade tal como de um semáforo se tratasse. Assim, os alimentos verdes são os que não apresentam riscos por serem naturalmente isentos de glúten. São exemplo disso, a fruta, o leite, a carne, peixe e os ovos. Os alimentos amarelos são os que apresentam riscos de existência de glúten e, pelas suas características, são os que mais dúvidas suscitam aos celíacos no momento de consumo. Neste grupo, podem ser incluídos todos os alimentos processados de forma industrial, como por exemplo, molhos, produtos pré cozinhados ou ultracongelados, gelatinas, salsichas, gelados.

 

Por último, temos os alimentos vermelhos, aqueles que são absolutamente proibidos e os que devem ser excluídos da dieta sem glúten, uma vez que provêm dos cereais proibidos. São exemplo deste grupo, produtos de padaria, pastelaria, massas, esparguetes, cerveja, croquetes, folhados, entre outros.

 

A DC é uma doença crónica. É fundamental seguir uma dieta isenta de glúten Toda a vida.
Os nutricionistas são uma ajuda importante nesta missão.
16
Jul13

Run, Forest, Run... na praia

Ana Ni Ribeiro


Que tal aproveitar a praia para manter a linha durante o verão? 
Correr na areia é tudo de bom: além de exigir muito mais da musculatura do que o exercício feito na passadeira ou no asfalto, ainda dá para aproveitar a paisagem e, até para namorar. Para mexer o corpo sem estragar o merecido descanso, caminhe ou corra pelo menos 30 minutos por dia, quatro vezes por semana.
O resultado: pernas torneadas, rabo durinho e até quilos a menos na balança.
Neste Verão, é caso para dizer: Run, Forest, run!

15
Jul13

Perigosas ligações

Ana Ni Ribeiro

Da próxima vez que tomar um comprimido preste atenção ao que ingere a seguir. A combinação de certos medicamentos com produtos aparentemente inofensivos, como alimentos e plantas medicinais, sob a forma de chás, suplementos ou cosméticos pode ser fatal.

As principais interacções já conhecidas

  • o sumo de toranja interfere com vários medicamentos usados no tratamento do cancro.
  • o chá de hipericão interage com a pílula anticonceptiva, podendo anular o seu efeito.
  • o ginseng interage, entre outros, com o ibuprofeno.
  • os alimentos ricos em vitamina K (brócolos, espinafres) contrariam o efeitos dos medicamentos anticoagulantes.
  • o chocolate interage com os inibidores da monoamina oxidase presentes em medicamentos antidepressivos.
  • a soja, a camomila, o ginkgo, entre outros, interferem com a varfarina (anticoagulante).

É preciso ter em atenção que o mecanismo de interacção enzimática que ocorre entre os medicamentos e as bebidas alcoólicas é semelhante ao que acontece com muitos extractos naturais.

13
Jul13

Sem susto na balança

Ana Ni Ribeiro

Gosta de filmes de terror? Tenho boas notícias para si:ver estes filmes queima calorias.

Segundo um estudo da Universidade de Westminster, no Reino Unido, ver filmes de terror emagrece.

Os participantes da investigação perderam, em média, cerca de 113 calorias, depois de assistirem a um filme de 90 minutos. Para isso contribuíram os sustos que as cenas provocaram nos espectadores e o consequente aumento do batimento cardíaco.

 

Conheça o Top 5:

The Shining: 184 calorias 

O Tubarão: 161 calorias

O Exorcista: 158 calorias

Alien: 152 calorias
Jogos Mortais: 133 calorias

12
Jul13

Quero melancia

Ana Ni Ribeiro


Melancia (24 kcal\100 gramas)

Refrescante, doce e nutritiva, a melancia é um fruto de Verão por excelência. Para além de ser constituída por mais de 90% de água, os sais minerais e as vitaminas do complexo B e C ajudam a reforçar as defesas naturais. Estudos recentes revelam que este fruto da família das abóboras e do melão tem compostos de licopeno e glutamina que protegem o organismo contra o cancro e a oxidação celular. Ao actuar como vasodilatador, este fruto protege as artérias e o coração. O sumo de melancia está recomendado para ajudar na eliminação do ácido úrico.
10
Jul13

Mangostão: a fruta antioxidante que reduz a fome e o desejo por doces

Ana Ni Ribeiro

Rico em sais minerais, fibras e vitaminas A e C, o mangostão ainda tem a vantagem de ser uma fruta pouco calórica. Tem apenas 60 calorias por cada 100 gramas. O ácido hidroxicítrico presente na fruta é o responsável por diminuir o apetite e reduzir o desejo por doces.

De sabor adocicado e polpa suculenta, a fruta de casca grossa e roxa tem origem asiática. Altamente antioxidante, esta fruta ainda ajuda no controlo do colesterol, previne a hipertensão, problemas renais e gastrointestinais.

O mangostão não é muito conhecido especialmente por causa de seu custo. Não é uma fruta das mais baratas, mas vale a pena experimentar.

10
Jul13

Os melhores aliados anticancro

Ana Ni Ribeiro

Vários estudos demonstraram que estes alimentos protegem-nos dos tumores:

  • Todos os membros da família das crucíferas, como os brócolos, couve-flor, couve de bruxelas, couve, agriões e rúcula.
  • Alho, cebola, cebolinho e alho francês.
  • Cogumelos comuns brancos e castanhos, e asiáticos como shitake, oyster, maitake, reishi.
  • Bagas e frutos com caroço, como framboesas, morangos, ameixas, cerejas, nectarinas e pêssegos.
  • Citrinos, como por exemplo, lomões, laranjas, tangerinas e limas.
  • Gorduras saudáveis, como azeite extra virgem, e alimentos com ómega 3, tais como, sardinhas, salmão, cavala, nozes e sementes de linhaça.
  • Frutas e vegetais vermelhos, amarelos, rosa, como o tomate e os pimentos, que são ricos em carotenos, antioxidantes ou licopeno.
  • Especiarias e ervas aromáticas, ou seja, gengibre, pimentão, pimenta, coentros, rosmaninho, hortelã, manjericão, oregãos, salsa e tomilho.

Pág. 1/2

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros