Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Nitricionista

31
Jan13

Nutrição e curvas

Ana Ni Ribeiro


Um dos primeiros passos para conseguir manter uma dieta saudável é perceber que as mudanças não acontecem de um dia para o outro, e saber qual o caminho que queremos seguir.

A negação das curvas corresponde a um marcar de presença social das mulheres. Aceitar as curvas é aceitar as "fraquezas" alimentares e perceber que não é preciso passar fome para manter as formas, basta que se tenha uma dieta equilibrada.
Devemos privilegiar a variedade, ou seja, alimentos de todos os grupos, bem como preferir frutas, hortícolas e hidratos de carbono complexos, em detrimento dos doces, fritos e alimentos ricos em gordura. Várias refeições por dia, são necessárias para que não sinta uma fome incontrolável.
É fundamental iniciar os hábitos alimentares saudáveis na infância, esquecendo desde cedo os padrões de dieta exagerados, tanto para um extremo como para o outro. Ao contrário do que se possa pensar, a quantidade de células gordas que ganhamos- ou não- na adolescência é determinante para a vida adulta.
É necessário manter a motivação, e conviver bem com o corpo. E não esquecer o exercício.
24
Jan13

Consulta online

Ana Ni Ribeiro
O tempo é escasso para procurar aconselhamento individualizado com um nutricionista? Tem uns quilos a mais ou um problema de saúde e precisa de ajuda especializada? A partir de agora, esqueça as deslocações e o trânsito caótico. Com um computador e uma ligação à Internet, poderá obter todos os esclarecimentos necessários para iniciar aquela dieta que está na lista de prioridades há meses... Tudo isto sem sair do conforto de casa.

Actualmente, torna-se complicado gerir eficazmente os hábitos alimentares. E, por isso, aquela alimentação saudável que estava programada há meses fica em stand-by, porque, com a correria diária, não sobra tempo para procurar um nutricionista e colocar finalmente em marcha as resoluções que marcou na agenda.

A pensar em todos os que precisam de aconselhamento especializado na área da Nutrição, criei uma consulta online.

Para poder tirar todas as dúvidas, só precisa de ter um computador com ligação à Internet. O resto funciona exactamente como uma consulta presencial: há uma marcação prévia e, no dia da consulta online, por chat, tem a nutricionista à sua disposição durante 50 minutos.

Se estiver a quilómetros de distância, não precisa de se deslocar ao consultório, perder tempo e gastar combustível. Todo o processo é confidencial e as informações são fidedignas. Antes da marcação da primeira consulta,envio, por e-mail, uma ficha que deverá ser preenchida e devolvida, para uma avaliação preliminar. Até isto contribui para o ambiente porque poupa papel: tudo é feito electronicamente.
23
Jan13

Um dia de folga

Ana Ni Ribeiro
Será possível emagrecer sem abdicar de bolos, batatas fritas, vinho e chocolates? Há quem defenda que sim. Com seis dias de controlo e 24 horas de prazer.
Será que o método de comer tudo apenas num dia por semana faz ou não sentido?

Se pensarmos na hormona leptina, que regula o apetite, há uma razão científica para que a dieta do dia de folga resulte mesmo. Ao fim de cinco dias de uma dieta de calorias controladas, o nosso corpo começa a suprimir a produção de leptina. Assim, o metabolismo fica mais lento dificultando o emagrecimento. Ao se introduzir no plano alimentar um dia em que se pode comer de tudo, garante-se que os níveis da hormona permaneçam altos, o que facilita a perda de peso. Os defensores deste plano, como os de todos os outros, defendem a prática de exercício físico.
Em termos psicológicos, esta dieta também tem vantagens: por muito que custe seguir o plano alimentar sabe-se que haverá um dia “normal”. Em regimes mais prolongados, pode ser fundamental para não haver desistências. Se olharmos à nossa volta, percebemos que, no fundo, esta é a dieta não oficial de muitas mulheres.
É uma excelente forma de conseguir fazer uma alimentação saudável durante quase toda a semana, mas que deixa espaço para aqueles indispensáveis pecados sem os quais se torna mais difícil viver. Ao ser mais permissiva, esta dieta evita obsessões com aquilo que não se pode ter, evitando também sentimentos de culpa que podem deitar tudo a perder. Mas como os excessos estão contidos num só dia, não ameaçam a perda de peso que acontece nos outros seis dias.
Quem segue a dieta diz que quando chega o dia da batota, como sabem que têm o dia inteiro para comer o que quiserem, não sentem necessidade de se empanturrar, e ao comer lentamente para saborear cada garfada do alimento desejado, acabam por comer menos. Referem também que no dia seguinte o organismo “pede” comida saudável, voltando para a dieta sem nenhum problema.

Embora tudo seja possível, será melhor seguir certos conselhos:
· Comprar apenas o que se vai comer nesse dia. Não será agradável ter os alimentos favoritos em casa e não lhes poder tocar nos outros seis dias.
· Se no dia de folga fizer as refeições em casa, congelar ou dar a alguém a comida que sobrar.
· Pode se comer o que quiser, mas é necessário impor limites: 4 embalagens de Haagen-DAz e dois litros de Coca-cola estão fora de questão.
22
Jan13

Quanto mais come mais quer comer

Ana Ni Ribeiro



A comida pouco saudável é como uma droga, segundo um estudo publicado na revista Nature Neuroscience. Investigadores que administraram comida sem qualidade a ratos durante mais de um mês, concluíam que quanto mais comida pouco saudável os roedores comiam, mais vontade tinham dela. Os especialistas crêem que comer em excesso poderá provocar alterações na química cerebral, e que por sua vez causará dependência.
16
Jan13

Anorexia, sinais e sintomas

Ana Ni Ribeiro

 


A anorexia é caracterizada por um excessivo medo de engordar que se mantém à medida que o peso vai diminuindo. Há uma enorme distorção da imagem corporal (no espelho veem-se sempre gordas, mesmo quando estão pele e osso) e o peso é pelo menos 15% inferior ao normal.

É necessário estar alerta aos seguintes sinais e sintomas:
- Evita refeições com a família
- Grande perda de peso (mais de 15%) sem que tenha alguma doença física que o justifique
- Ausência de menstruação
- Cansaço
- Obstipação e dores abdominais
- Frio ou pele fria mesmo em tempo quente
- Prática intensiva de exercício físico

15
Jan13

Mais cirurgias plásticas, menos exercício

Ana Ni Ribeiro

Oito em cada dez mulheres inglesas afirmam preferir fazer uma cirurgia plástica para perder peso do que adoptar hábitos alimentares saudáveis e praticarem exercício físico. O inquérito realizado revelou que 26% das mulheres não fazem qualquer tipo de desporto e preferem o desconforto e o risco de uma cirurgia do que ir ao ginásio uma vez por semana.
14
Jan13

Mais 2 motivos para beber água

Ana Ni Ribeiro

A água para além de hidratar o organismo, é o líquido mais saudável e o mais recomendado. Um estudo levado a cabo pela universidade de Nova Iorque revelou que as pessoas que escolhem a água como principal fonte diária de líquidos seguem uma alimentação mais saudável, tendendo a comer mais fibras e menos doces e alimentos hipercalóricos. Além disso,  dois neurologistas norte-americanos descobriram que beber água ajuda a aliviar a dor, uma vez que activa uma parte do cérebro relacionada com os mecanismos analgésicos naturais.

12
Jan13

Cozinhar está na moda

Ana Ni Ribeiro

 

Existem boas razões para se aventurar na cozinha. É mais barato, mais saudável e um excelente anti-stresse. E está na moda! Dizer que não se sabe fazer nada está out.

Com um pouco de interesse, um bocadinho de vontade e curiosidade q.b. pode deixar de dizer: eu não sei fazer. Existem imensos livros e os sites de receitas (podem sempre ser adaptadas para serem mais saudáveis). Depois há os cursos e workshops, do mais básico ao mais sofisticado, um pouco por todo o país, onde pode aprender com quem sabe.
E há quem diga que é na cozinha que surgem as melhores conversas.
09
Jan13

Mais 7 formas de desfrutar da comida e da saúde

Ana Ni Ribeiro

Desfrutar da comida, do prazer de comer mas também da saúde e são perfeitamente possíveis. Basta seguir pequenas rotinas diárias, que podem ser cumpridas por todos.

1. Se se deita tarde, faça uma pequena ceia antes de ir para a cama - uma chávena de chá e três bolachas Maria, ou um iogurte magro e uma peça de fruta pequena, por exemplo.

2. Mexa-se o mais que puder durante o dia, andando a pé, descendo e subindo escadas ou fazendo qualquer actividade física, evitando longos períodos sentado. Se tem filhos pequenos, brincar e dançar com eles é uma maneira divertida de aproveitarem o tempo que estão juntos e de gastarem energia.

3. Cozinhe com o mínimo de gordura possível, preferencialmente azeite.

4. Não esqueça que as crianças devem beber 500-750 ml de leite ou equivalente por dia, não devendo outras bebidas como ice-tea, sumos, colas ou outros refrigerantes substituí-lo.

5. Nunca deve ir ao supermercado com fome para não comprar alimentos 'indesejáveis' como refrigerantes, aperitivos, batatas fritas, chocolates ou bolos.

6. Aos fim-de-semana poderá oferecer uma ou outra guloseima aos seus filhos, que assim perceberão, pela prática, que há alimentos que não se devem comer todos os dias mas que também não são proibidos.

7. Pese-se uma vez por semana, de manhã, em jejum e sem roupa, e registe o peso

Pág. 1/2

Sobre mim


Sou a Ni, sou nutricionista e este é o meu blog. Aqui partilho a minha paixão pelo fabuloso mundo da nutrição. Dizem que este é o melhor blog sobre nutrição do mundo e arredores!

Ver perfil
Seguir perfil

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Links

Consultas online

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Parceiros